Análise – The Last of Us Remastered

the-last-of-us-remastered-analise-review-pn-n_00070

O ano passado ficou marcado por The Last of Us, o novo grande projecto da Naughty Dog que conquistou jogadores, imprensa e indústria no geral. Com todo o sucesso alcançado, a Sony percebeu que este jogo teria de aproveitar a moda das conversões entre consolas e quase um ano depois, é a vez da PS4 receber a aventura de Joel e Ellie.

Para criar um jogo ainda mais apetecível, The Last of Us Remastered surge acompanhado de várias melhorias e do DLC Left Behind o qual ajuda a complementar a história e mostra mais do passado de Ellie. Com o conteúdo final virá ainda o já anunciado Photo Mode e também o documentário “Grounded”, que conta algum do desenvolvimento.

The Last of Us™ Remastered_20140726152438

Caso não tenham lido a nossa análise na altura e estejam completamente a leste da história, The Last of Us conta a história de Joel, um homem amargurado que vive num mundo pôs-apocalíptico, onde um fungo letal se apodera do corpo dos humanos e os transforma em criaturas violentas que infectam os restantes.

A lutar pela sobrevivência numa sociedade altamente militarizada e paranoica, Joel precisa de dar uso aos seus dotes de sobrevivência para escoltar uma rapariga especial até a uma zona do mapa, está rapariga é Eliie e contra tudo o que seria de esperar, estes serão obrigados a sobreviver em conjunto durante mais tempo do desejariam.

The Last of Us™ Remastered_20140726160343

A história é mesmo o ponto mais alto de The Last of Us, com a interação entre personagens e os acontecimentos que vão surgindo a cada momento, a dispor de um forte impacto com situações de pressão enorme. A maioria das personagens são marcantes e vários momentos chave vão ficar bem vincados na vossa memória.

A parte positiva de The Last of Us Remastered é que mantém todos estes elementos vivos, melhorando essencialmente a fluidez, resolução e visual gráfico. É difícil não jogar The Last of Us Remastered e ficar com a ideia que parece um jogo de PS4 de raiz. É verdade que o colocar lado a lado com algo como inFamous: Second Son seria injusto, mas esta conversão foi tão bem feita que até foram adicionados vários elementos de texturas e detalhes faciais de nova geração, os quais lhe ficam muito bem.

The Last of Us™ Remastered_20140726163302

A passagem para Full HD e o poder da PS4 também permitem que esteja ainda melhor. A velocidade fixa a que o jogo corre é muito boa e constante, por isso é a versão ideal para tirar o melhor proveito do que foi feito para este jogo.

A nível de jogabilidade, esta permanece inalterada na PS4, sendo que apenas existem pequenas interações com o microfone do Dualshock 4. Não é nada de essencial, ou que torne a experiência em algo mais bombástico, mas é uma ideia que foi até bem aproveitada.

The Last of Us™ Remastered_20140726175316

Além da campanha e do DLC, The Last of Us Remastered também inclui o modo online de facções. É um modo que não me prendeu na altura e continua a não o fazer, afinal existe melhor em outros jogos e o ponto alto do jogo é mesmo a campanha e todos os momentos que Ellie e Joel passam em conjunto.

Para quem é The Last of Us Remastered? Bem, para praticamente todos. Apesar de ter um dos piores finais que já vi num jogo e o DLC pisar um terreno arriscado apenas porque sim, este continua a ser um dos melhores jogos dos últimos anos, por isso tanto veteranos vão querer jogar agora numa versão melhorada, como os novatos devem jogá-lo agora que está no seu formato definitivo.

The Last of Us™ Remastered_20140727182628

Este é daqueles jogos que é uma experiência transversal, que vai apelar a todos os estilos de audiência que tenha idade para desfrutar dele. Joguem que vale bem a pena.

Podem ler a nossa análise original de The Last of Us e a do DLC Left Behind através destes links:

Análise – The Last of Us
Análise – The Last of Us: Left Behind

[Todas as imagens presentes neste artigo foram captadas durante as nossas sessões de jogo]

Positivo:

  • Campanha original e o DLCpn-recomendado-ana
  • Visual parece ser da era PS4
  • Ainda mais fluido com framerate constante
  • Um preço mais convidativo
  • Modo multijogador para quem gosta dele

Negativo:

  • Nada de realmente novo para quem já o tem na PS3
  • Alguns momentos caricatos com a inteligência artificial

placa excelente4

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram