Análise – The Last of Us Remastered

the-last-of-us-remastered-analise-review-pn-n_00070

O ano passado ficou marcado por The Last of Us, o novo grande projecto da Naughty Dog que conquistou jogadores, imprensa e indústria no geral. Com todo o sucesso alcançado, a Sony percebeu que este jogo teria de aproveitar a moda das conversões entre consolas e quase um ano depois, é a vez da PS4 receber a aventura de Joel e Ellie.

Para criar um jogo ainda mais apetecível, The Last of Us Remastered surge acompanhado de várias melhorias e do DLC Left Behind o qual ajuda a complementar a história e mostra mais do passado de Ellie. Com o conteúdo final virá ainda o já anunciado Photo Mode e também o documentário “Grounded”, que conta algum do desenvolvimento.

The Last of Us™ Remastered_20140726152438

Caso não tenham lido a nossa análise na altura e estejam completamente a leste da história, The Last of Us conta a história de Joel, um homem amargurado que vive num mundo pôs-apocalíptico, onde um fungo letal se apodera do corpo dos humanos e os transforma em criaturas violentas que infectam os restantes.

A lutar pela sobrevivência numa sociedade altamente militarizada e paranoica, Joel precisa de dar uso aos seus dotes de sobrevivência para escoltar uma rapariga especial até a uma zona do mapa, está rapariga é Eliie e contra tudo o que seria de esperar, estes serão obrigados a sobreviver em conjunto durante mais tempo do desejariam.

The Last of Us™ Remastered_20140726160343

A história é mesmo o ponto mais alto de The Last of Us, com a interação entre personagens e os acontecimentos que vão surgindo a cada momento, a dispor de um forte impacto com situações de pressão enorme. A maioria das personagens são marcantes e vários momentos chave vão ficar bem vincados na vossa memória.

A parte positiva de The Last of Us Remastered é que mantém todos estes elementos vivos, melhorando essencialmente a fluidez, resolução e visual gráfico. É difícil não jogar The Last of Us Remastered e ficar com a ideia que parece um jogo de PS4 de raiz. É verdade que o colocar lado a lado com algo como inFamous: Second Son seria injusto, mas esta conversão foi tão bem feita que até foram adicionados vários elementos de texturas e detalhes faciais de nova geração, os quais lhe ficam muito bem.

The Last of Us™ Remastered_20140726163302

A passagem para Full HD e o poder da PS4 também permitem que esteja ainda melhor. A velocidade fixa a que o jogo corre é muito boa e constante, por isso é a versão ideal para tirar o melhor proveito do que foi feito para este jogo.

A nível de jogabilidade, esta permanece inalterada na PS4, sendo que apenas existem pequenas interações com o microfone do Dualshock 4. Não é nada de essencial, ou que torne a experiência em algo mais bombástico, mas é uma ideia que foi até bem aproveitada.

The Last of Us™ Remastered_20140726175316

Além da campanha e do DLC, The Last of Us Remastered também inclui o modo online de facções. É um modo que não me prendeu na altura e continua a não o fazer, afinal existe melhor em outros jogos e o ponto alto do jogo é mesmo a campanha e todos os momentos que Ellie e Joel passam em conjunto.

Para quem é The Last of Us Remastered? Bem, para praticamente todos. Apesar de ter um dos piores finais que já vi num jogo e o DLC pisar um terreno arriscado apenas porque sim, este continua a ser um dos melhores jogos dos últimos anos, por isso tanto veteranos vão querer jogar agora numa versão melhorada, como os novatos devem jogá-lo agora que está no seu formato definitivo.

The Last of Us™ Remastered_20140727182628

Este é daqueles jogos que é uma experiência transversal, que vai apelar a todos os estilos de audiência que tenha idade para desfrutar dele. Joguem que vale bem a pena.

Podem ler a nossa análise original de The Last of Us e a do DLC Left Behind através destes links:

Análise – The Last of Us
Análise – The Last of Us: Left Behind

[Todas as imagens presentes neste artigo foram captadas durante as nossas sessões de jogo]

Positivo:

  • Campanha original e o DLCpn-recomendado-ana
  • Visual parece ser da era PS4
  • Ainda mais fluido com framerate constante
  • Um preço mais convidativo
  • Modo multijogador para quem gosta dele

Negativo:

  • Nada de realmente novo para quem já o tem na PS3
  • Alguns momentos caricatos com a inteligência artificial

placa excelente4

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tiago Ferreira

Não me consigo cansar deste jogo, quando comprar ps4 e este jogo tiver mais barato não vou hesitar em comprá-lo.

Daniel Silvestre

A jogar agora uma terceira vez já me estava a aborrecer. É um bom filme, para ver de ano a ano, não mais que isso xD

Tiago Ferreira

Sozinho só joguei duas vezes, mas ya é bom de ver ano a ano, a não ser que jogues com alguém que fica mto mais divertido, é como ver um filme acompanhado xD

Lfo

And Boom, melhor jogo da PS4!

Daniel Silvestre

Agora é a altura

Marcupial

o sofrimento que eu passei para nao ver nenhum spoiler deste jogo espero que valha bem a pena porque eu sofri muito

Lfo

Uma das imagens acima é um pouco spoiler, just saying…

Marcupial

shut up DON’T JUST DON’T

Daniel Silvestre

Não te preocupes, mesmo que seja não é nada de grave : )

jonest7

Wow, deve ter sido muito difícil! És um sortudo ao jogá-lo a primeira vez na PS4! Enjoy 🙂

Kanudo

Quem não arranjou na PS3 e tem uma PS4, aqui tem outra oportunidade de jogar um dos melhores jogos do ano passado.

Daniel Silvestre

Resumidamente : D

David Amador

Pessoalmente adorei o final, encaixou perfeitamente, mas sim, foi um final demasiado arriscado, metade das pessoas adoram, a outra metade odeia. Mas o melhor deste jogo é mesmo a viagem até lá, um pouco como o Lost 😛

jonest7

Num só comentário, acabaste de citar a minha série preferida de sempre e um dos meus video-jogos preferidos de sempre! O preferido é Mass Effect 3. Parece que tenho uma tendência para entretenimento com finais polémicos… 😀

Daniel Silvestre

Isso é bom sinal, também não me incomodou o final do ME3

Daniel Silvestre

Pois é tanto o jogo em si como o DLC aglomeram momentos que dividem opiniões, mas a campanha principal em si, não deixa de ser boa. Os finais são o cunho pessoal do criador e a meu ver, devem ser respeitados, mesmo que não se goste : )

Kaiser

Acho que o final é algo bastante discutível. Na altura em que o joguei fiquei sem reacção e não me conformei, só algumas horas depois tentei tirar a minha interpretação do jogo e do final escolhido. Cheguei à conclusão (segundo a minha interpretação) de que não haveria outro final possível, mas continuo a ouvir e a ler bastantes interpretações de outros jogadores completamente diferentes da minha que me deixam na dúvida.
São os momentos chave através do impacto que têm em nós que determinam a nossa interpretação do que poderá representar o final.

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
17
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x