Análise – Short Peace: Ranko Tsukigime’s Longest Day

short-peace-ranko-tsukigimes-longest-day-pn-ana

O Japão consegue oferecer ao mesmo tempo coisas fenomenais e estranhas. Este é um processo cíclico, e normalmente depende dos gostos de cada um.

Short Peace é um desses projectos, pois apesar de ser um esforço conjunto galardoado, não é algo para todos. No caso Ranko Tsukigime’s Longest Day, a coisa vai ainda mais longe, não fosse este um projecto feito em conjunto por Suda 51 e um dos criadores de Tokyo Jungle.

short-peace-ranko-tsukiimes-longest-day-confirmado-europa-pn-n_00004

Para quem não sabe, Short Peace é um conjunto de curtas animadas em diversos estilos, desde o clássico oriental ao Anime actual. Os filmes são, Possessions, Combustible, Gambo e A Farewell to Weapons. Todos eles bem diferentes, com histórias e arte distintas.

Short Peace: Ranko Tsukigime’s Longest Day além de aglomerar as quatro curtas e uma introdução bastante gira, inclui também o quinto segmento que dá nome ou jogo, Ranko Tsukigime’s Longest Day. Infelizmente, este segue demasiado à risca o conceito das restantes curtas, sendo demasiado curto e ainda mais estranho.

short-peace-ranko-tsukiimes-longest-day-confirmado-europa-pn-n_00030

Nesta história jogamos com Ranko, uma estudante nas horas vagas que tem como principal objectivo matar o seu pai. Por isso vamos acompanhar Ranko na sua ascensão como assassina até chegar ao seu objectivo. A história é bastante solta e pouco perceptível, roçando cada vez mais o non-sense à medida que avança.

Quanto à jogabilidade, esta faz lembrar um misto entre um jogo de plataformas, um shooter espacial e um jogo de corridas. Normalmente fazemos Ranko andar da esquerda para a direita, fugindo a uma aura de inimigos que a persegue, enquanto usamos a espada ou outras habilidades para derrotar os inimigos que vão aparecendo.

short-peace-ranko-tsukiimes-longest-day-confirmado-europa-pn-n_00026

A velocidade e acção são engraçadas, mas nada que seja demasiado diferente ou impressionante. Os cenários são básicos, tal como os inimigos, por isso não há nada que se destaque por demais.

As cinemáticas que vão surgindo são o ponto alto, e mesmo que sejam algo desconjuntadas, vão variando entre o estilo de arte, desenho e animação. É uma experiência engraçada, embora não seja tão vasta como podia desejar.

short-peace-ranko-tsukiimes-longest-day-confirmado-europa-pn-n_00023

Short Peace: Ranko Tsukigime’s Longest Day acaba bastante depressa, não indo além da hora e meia de jogo. Existe a hipótese de continuar a jogar para apanhar mais segredos, fatos e fazer melhores tempos, mas só quem gostar muito deste género é que se vai dar ao trabalho de gastar mais umas horas.

Quanto ao trabalho sonoro, podem contar com uma série de músicas bastante interessantes e um bom conjunto de vozes. Infelizmente estas não estão presentes nos diálogos, o que não faz muito sentido. Algo que também podia ter sido trabalhado é a voz de Ranko em combate, pois os gritos que faz ao saltar acabam por se tornar irritantes.

Mesmo incluíndo Short Peace em versão Blu-Ray, Short Peace: Ranko Tsukigime’s Longest Day acabada por não justificar o preço final. Ranko Tsukigime’s Longest Day está longe de ser um jogo soberbo e a sua longevidade é extremamente curta. Acabei por me divertir mais a ver as curtas de Short Peace do que a jogar o jogo, mas isso também não é grande surpresa tendo em conta a qualidade delas, especialmente de Possessions e Gambo. Se gostam de coisas non-sense e Suda51, então esperem pela redução de preço.

Positivo:

  • As quatro Curtas de Short Peace
  • Non-sense japonês interessante
  • Boa variação da animação das cinemáticas

Negativo:

  • Bastante curto
  • História mal explicada
  • Cenários e inimigos básicos
  • Não justifica o preço actual

razoavel-oficial-an-pn-img

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram