Análise – Saints Row 4

Saints Row é uma série que tem vindo a evoluir de uma maneira bastante impressionante a cada título, tendo ganho bastante hype sempre que um novo título é lançado. Depois de uma ligeira mudança de imagem com o decorrer do tempo, os pontos cruciais e mais impactantes têm se mantido intactos para oferecer uma experiência genuína e muito divertida. Saints Row 3 foi o mais recente da série e que nos manteve bastante entretidos e a rir constantemente, e agora chega o 4º jogo desta série.

Saints Row 4 está já disponível e conta a história da nossa personagem que após salvar o planeta de um ataque, torna-se presidente dos Estados Unidos da America. Depois de um tempo no governo bastante sossegado, o planeta é atacado por um alien – com uma pronuncia bastante peculiar – de nome Zinyak juntamente com o seu enorme exército. Neste ataque os alienígenas conseguem capturar a personagem principal e os seus amigos, e colocá-los numa simulação virtual para cada um deles. Sendo assim, a nossa missão baseia-se em recuperar os nossos colegas, escapar desta situação e derrotar Zinyak.

Nesta simulação vamos ter à nossa disposição uma cidade enorme de nome Steelport com os seus habitantes e vida própria, enquanto tentamos fazer de tudo para sobreviver aos vários associados de Zinyak na cidade e tentamos livrar-nos da simulação. Apesar de podermos andar livremente pela cidade, o ponto fundamental deste jogo centra-se nos super-poderes que iremos aprender e usar no jogo. No início do jogo iremos ter acesso a dois poderes que serão extremamente importantes, o super-salto e a capacidade de correr a uma velocidade estonteante.

Esses dois recebem maior destaque no jogo, mas principalmente o de saltar porque dá uma sensação de liberdade e poder muito gratificante. Quanto mais tempo ficar o nosso dedo a apertar o botão de salto, maior será a altura que iremos atingir, e isto combinado com a capacidade de correr muito depressa catapulta a personagem pelo ar como se fossemos uma bala. Tal como todas as outras habilidades, mais tarde vamos poder evoluir a capacidade dos nossos poderes e desbloquear novas adioções incríveis como trepar prédios a correr. Com o decorrer do jogo vamos ganhar novas habilidades como congelar ou queimar, mover objectos pelo ar e não só.

Os poderes para mobilidade estão tão gratificantes e bem conseguidos neste jogo, que ao invés de usarmos veículos, a nossa deslocação por Steelport será feita exclusivamente através dos nossos poderes. O mesmo não se pode dizer do sistema de combate, que se encontra bem trabalhado obrigando o jogador a fazer combinações entre os poderes e as armas reais bem como a ter cuidado com as munições gastas.

Saints Row 4 é uma experiência bastante cómica e um festival de referências a outros meios como videojogos e filmes. Tudo começa com a criação da nossa personagem, havendo possibilidade de personalizá-la com adornos ridículos, aumentar o tamanho do órgão sexual no caso do sexo masculino, até à alteração de voz para mais grave ou agudo em proporções exageradas. Durante todo o jogo, são inúmeras as deixas e situações que nos deixam a chorar de rir, desde o salvamento inicial do planeta ao som da “I don’t wanna miss a thing” dos Aerosmith fazendo referência ao filme Armageddon com Bruce Willis, até aos vários videojogos que falarei de seguida.

As referencias afectam directamente a jogabilidade porque fazem parte de algumas situações que se passam durante a simulação, como o facto de toda a história parecer ter sido retirada e alterada do filme The Matrix, à súbita alteração do para uma versão de Streets of Rage, aventuras de texto 8-bit, a cenas de filme que apenas marcam presença em pequenos clipes como RoboCop, Apocalypse Now, Leave it to Beaver, Terminator, até a outros videojogos como Metroid, Tron ou Minecraft. No final de contas, é uma mistura de referências que estão bem encaixadas e oferecem um bom momento ao jogador.

Já que afirmei a referência ao filme The Matrix, a nossa personagem irá alternar entre o mundo real e a simulação através de uma máquina especial, sendo que as nossas missões irão variar bastante com esta troca constante de cenário. Quando estamos fora de Steelport perdemos os nosso poderes e as missões são mais lineares, por isso iremos ter um maior cuidado a combater com as nossas armas, usaremos outros veículos como Mechs para efectuar as nossas missões e iremos conversar com os nossos amigos – havendo também a possibilidade de fazer sexo com os colegas bem ao género Mass Effect. Dentro de Steelport, vamos ter o mundo aberto para destruir os soldados de Zinyak com o auxílio dos nossos poderes, mas infelizmente algumas das missões tornam-se demasiado fáceis graças à fraca inteligência artificial dos inimigos.

Saints Row 4 não é um jogo exuberante e por vezes é algo desapontante no departamento da apresentação. Acima de tudo, consegue oferecer pormenores interessantes como alguma tremulação na imagem e de algumas infra-estruturas dado ao mundo virtual e as mínimas alterações às referências para não arranjarem problemas com as marcas originais.

De resto, Saints Row 4 é um jogo que possui um grafismo mal trabalhado, um motor de jogo com bastantes bugs, bugs estes que por vezes nos obrigam a recarregar o último save, movimentos de cara rígidos e algumas paragens de certos segundos sempre que alternamos entre Steelport e o mundo real. A banda sonora foi escolhida a dedo e funciona como a “cereja no topo do bolo” para algumas situações, havendo músicas e artistas para todos os gostos e que variam entre as várias eras.

Saints Row 4 é um jogo muito divertido e com bastante variedade na jogabilidade. Os super-poderes incluídos são o ponto de maior destaque neste jogo, oferecendo uma liberdade e sensação de invencibilidade fora do normal. Um jogo a não perder!

Positivo:

  • Divertimento garantido
  • Jogabilidade
  • Super-poderes
  • Inúmeras referências
  • Momentos hilariantes
  • Banda sonora

Negativo:

  • Algum desequilíbrio entre mecânicas do jogo
  • Bugs
  • Apresentação fraca

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram