Análise – Saint Seiya Brave Soldiers

saint-seiya-brave-soldiers-ana-pn-top

Quem leu a minha análise (em tempos) de Saint Seiya Sanctuary Battle, sabe perfeitamente que não sou grande fã de Saint Seiya, mas o jogo acabou por me agradar pela positiva.

Algum tempo depois, eis que os cavaleiros estão de regresso, prontos para a acção e com muito mais conteúdo para oferecer. Curiosamente, o aumento de conteúdo incluiu uma penalização forte noutras áreas.

saint-seiya-brave-soldiers-sanctuary-trailer-pn-n

Saint Seiya Brave Soldiers faz um grande resumo dos momentos mais importantes da série, começando pela história do Santuário onde Seiya e os outros cavaleiros precisam de salvar Athena e passar pela casa de todos os cavaleiros de Ouro, assim como o capítulo de Poseidon e o final de Hades.

A principal diferença que salta à vista é a forma como a história é agora contada. No primeiro, a história não era apresentada tão à pressa como neste e havia muito muito mais sumo, mesmo que só pudessem jogar o capítulo do Santuário.

saint-seiya-brave-soldiers-lancamento-pn-n_00015

Em Saint Seiya Brave Soldiers podem esquecer cinemáticas ou diálogos adaptados com o motor de jogo, aqui é quase tudo feito com recurso a imagens estáticas ou à figura das personagens desenhadas que usam as vozes para dar vida aos diálogos. Esta decisão faz com o jogo pareça uma oferta mais “fraca” e menos apelativa que no original, que recriava os momentos chave com sequências de acção dignas do Anime.

Os combates sofrem do mesmo problema. O sistema alargado de combate de Saint Seiya Sanctuary Battle foi alterado para algo mais ao estilo de Naruto Shippuden Ultimate Ninja Storm 3, mas com muito menos profundidade e algo mais “atabalhoado”. As personagens parecem lentas e pesadas e o sistema de combate de Naruto não funciona tão bem neste universo e estilo de jogo, o que é uma pena, pois o sistema do primeiro jogo não só era diferente e original como conseguia ser bem mais profundo e divertido de usar.

Claro que com uma maior selecção de personagens, também aumentam as estratégias de combate, mas os movimentos e estilo de ataque são praticamente os mesmos, variando pouco no sistema e até estando longe de criar um encadeamento de combos, como é possível fazer em outros jogos de luta que usam o mesmo estilo.

Com a mudança para um novo sistema de combate, a Namco Bandai conseguiu incluir neste jogo um modo online básico mas eficiente que vos põe à prova contra outros jogadores através da internet. Este modo não é extremamente vasto ou variado e anda muito próximo dos mínimos exigidos, com partidas simples e livres e combates para Ranking. As ligações são boas e encontrei facilmente jogadores online que puderam desancar em mim com relativa facilidade.

saint-seiya-brave-soldiers-lancamento-pn-n_00010

Uma nota especial que tenho de deixar para o online passa pelo facto de com a criação de tantas personagens, muitas delas acabaram por ficar mais fortes, destruindo qualquer balanço que podia existir em termos competitivos, o que é uma pena que não tinha sido corrigido até à data.

Apesar de estar ligeiramente mais sólido a nível visual no que toca às personagens, Saint Seiya Brave Soldiers perdeu muito do seu brilho ou chama. Os modelos das personagens estão bem feitos, mas não brilham tanto como nas cinemáticas renderizadas do anterior. De qualquer forma, e no geral, não é um jogo que puxe muito pela PS3 e está dentro do aceitável.

saint-seiya-brave-soldiers-lancamento-pn-n_00017

Sonoramente, apesar de não usar a banda sonora oficial, as músicas estão dentro do tema, o que é algo realmente positivo. As vozes incluídas estão na língua original e são tão boas como seria de esperar.

Confesso que fiquei realmente desiludido com Saint Seiya Brave Soldiers. A promessa de mais episódios e mais cavaleiros jogáveis era algo que ia tornar este jogoem algo  massivo, mas aparentemente, muitos sacrifícios tiveram de ser feitos para atingir esse objectivo. Não é um mau jogo, mas só devem optar por ele caso não tenham jogado Saint Seiya Sanctuary Battle.

Positivo:

  • Capítulos de Poseidon e Hades
  • Mais de 50 cavaleiros para escolher
  • Inclusão de online

Negativo:

  • Apresentação da história perdeu impacto
  • Já não existem segmentos de combate contra exércitos
  • Devia ter mantido o sistema de combate antigo
  • Algumas personagens são mais fortes que outras

pn-bom-ana

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
4 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cerberus Batista

digo já que eu pelo contrario sou fã da serie mas nem comprei o jogo por vários motivos 1 deles e que pode ter 50 personagens mas se virmos bem dos 5 cavaleiros principais há pelos menos 3 de cada a pior parte nem é essa é que por exemplo sendo o ikki fenix ou ikki gold leo ou o ikki dourado tem todos os mesmo moveset que é uma estupidez, depois o moveset do jogo em si esta demasiado simples e muito pouco trabalhado e por ultimo o seiya foi o único a ter direito a god cloth o que novamente não fez o mínimo sentido again.

Silver4000

Eu admirei-me quando mal tinha saido o outro jà anunciavam um novo.
Eu não sou fã da série, mas acho que podiam terfeito bem melhor.

A_B_O_91

Fiquei muito desiludido com este jogo. Como fã de Saint Seiya quando vi que o jogo ia ter tantas personagens fiquei bastante satisfeito mas à medida que os vídeos do jogo apareciam na net a desilusão foi aumentando ao ponto de me sentir obrigado a não comprar o jogo.

Dexter

ainda não é desta que acertam, faz tempo que anseio por um jogo de qualidade baseado nesta série 🙁

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
4
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x