Análise – Need for Speed

need-for-speed-analise-review-pn-n_00008

Quantas vezes será necessário reciclar uma série até que esta consiga se transformar num fenómeno de sucesso tal como o passado?

Algumas precisam apenas de um jogo, outras de muito mais, no pior dos casos, não existe um lançamento que o consiga fazer.

need-for-speed-analise-review-pn-n_00007

A série Need for Speed tem vindo a sofrer bastante com este síndrome. A EA sentiu por diversas vezes que os jogos não estavam ao nível das expectativas, ao ponto de juntar novos estúdios (e até desfazer parte da Criterion) para chegar a bom porto.

Assim nasce Need for Speed, não a série, mas sim o novo jogo. Que tem tanto de corajoso, como de arriscado, resultando numa experiência mista entre um bom jogo de corridas e uma universo de problemas.

need-for-speed-analise-review-pn-n_00006

Para começar, Need for Speed é um jogo que se pode jogar apenas Online, o que é em si um problema e um entrave, pois não é raro que existam problemas ao aceder ao online, da primeira vez que pus o jogo na consola nem consegui ligar aos servidores, e o mesmo voltou a acontecer em duas sessões de jogo mais tarde.

Embora existam muitas funcionalidades que aproveitam o online, não faz sentido limitar o jogo a esta ligação, pois grande parte do jogo podia ser jogado online tal como os anteriores, com a opção de se ligar aos servidores como uma opção. Senti sempre que era forçado, limitador e em muitos casos, nem se justificava.

need-for-speed-analise-review-pn-n_00004

A questão do online, permite receber tempos, jogar com outros e até ter visitantes na nossa cidade, os quais entram e saem em tempo real sem loadings, no entanto, na maioria dos casos, estes são uns asnos, tentando bater nos nossos carros e fazer caos, do que jogar de forma normal.

Outro dos motivos pelo qual o online forçado parece estarnho, é que toda a campanha está ligada a uma história com (pseudo)actores reais e algumas figuras conhecidas dentro do meio automóvel. As prestações são forçadas e muito viradas para o estilo “o mundo do Street Racing é muito cool”, quando não é bem assim. Todos parecem bastante artificiais assim como a história.

need-for-speed-analise-review-pn-n_00005

A jogabilidade é um dos poucos pontos onde Need for Speed fica em alta, pois funciona tão bem como seria de esperar. A conduçao dos carros é boa, diferente entre modelos e responsiva. Existe um sistema de level up por experiência que recompensa o jogador com desbloqueáveis, que podem ir de competições a novos upgrades para os carros.

Já que falamos em melhoramentos, Need for Speed permite que personalizem os carros tanto por dentro, como por fora, usando vinil, pinturas, autocolantes, escapes, travões, discos, etc. É verdade que a maioria é mais cosmética, mas é bom ver que esta vertente foi bem explorada e é inevitável relembrar os tempos de Need for Speed Underground.

need-for-speed-analise-review-pn-n_00001

Também é claro que Underground foi a grande inspiração para este jogo, pois todo o visual da cidade, assim como as ruas molhadas e estilo de personalização, chamam bastante ao clássico. É verdade que os vídeos gravados com imagem real têm bastante qualidade em termos de filtro e definição, mas ficam um pouco aquém do espírito que se vive lá fora, o que ajuda a desencaixar o que podia unificar este universo.

Como usam o tal estilo “muito cool”, as vozes dos actores, tanto nas cinemáticas como nas comunicações por telemóvel estão ao nível de um “meh”, com estereótipos da míuda com voz sexy, o tipo com voz de durão, o tipo com voz de “dude”, etc. A banda sonora por seu lado, é um misto entre música electríonica interessante e ritmos urbanos menos adaptados para um jogo de corridas.

need-for-speed-analise-review-pn-n_00002

A tentativa de ressuscitar Need for Speed prometia muito, mas no final de contas, a obrigatoriedade de jogar online, a história, limitações na campanha e personagens genéricas colocam-no numa posição de fraqueza, transformando aquilo que podia ser um grande jogo de corridas, em algo mediano que pode vir a ter futuro caso consiga aproveitar os pontos positivos e regar algumas das raízes.

Positivo:

  • Mundo aberto apelativo
  • Personalização dos carros
  • Bebe muito de Need for Speed Underground
  • Sistema de experiência apelativo

Negativo:

  • Não necessitava de ser uma expriência só online
  • História e personagens fracas
  • Problemas de ligação aos servidores
  • Pouca variedade de eventos

razoavel-oficial-an-pn-img

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram