Análise – Metroid

Metroid é uma série incontornável e com muita história na sua bagagem, tendo começado a sua jornada na velhinha NES e agora o primeiro título chegou à Wii U. Há quem se pergunte hoje em dia se alguma vez voltará, mas os fãs esperam sempre que Samus volte com mais aventuras e inimigos para enfrentar. Enquanto isso não acontece, a Nintendo recusa-se a deixar morrer os jogos clássicos mantendo-os disponíveis nas suas plataformas mais recentes.

Com o lançamento da Virtual Consola na Wii U há poucos meses, chegou a altura do primeiro título de Samus fazer a sua estreia na nova plataforma da Nintendo e tirar partido de alguns dos extras que tem para oferecer.

Metroid é um jogo de plataformas e shooter com um enfoque na exploração. A heroína Samus é a protagonista desta aventura que a levará aos confins do planeta Zebes, e que funciona como base para os antagonistas deste jogo. A nossa demando pelos confins do planeta irão levar-nos a conhecer zonas extremamente hostis onde não só os perigos deste pano de fundo irão dar-nos a conhecer a nossa morte como também os vários inimigos que por lá vagueiam.

Para além de exploração, Metroid é um jogo que possui alguns elementos que estão presentes em RPGs, como a melhoria da nossa personagem ao ponto da sua capacidade total de vida aumentar ou então a adição de novas armas e equipamentos que nos irão ser extremamente úteis na nossa progressão. Para além de disparar tanto para cima como para baixo, a Samus irá desbloquear outro tipo de habilidades como a capacidade de se transformar numa esfera e atravessar buracos minúsculos ou largar minas para descobrir caminhos escondidos e necessários para a nossa progressão.

Mesmo hoje em dia, Metroid é um jogo difícil, é daqueles em que é necessário ter uma extrema atenção e reflexos de um felino. Certas zonas e inimigos requerem apenas a nossa memória para conseguirmos atravessá-los facilmente, enquanto outros irão colocar-nos com uma enxurrada de inimigos. Preparem-se e acumulem uma boa dose de paciência e concentração antes de partirem para o jogo, se não ainda acabam por partir do GamePad da consola, mas mesmo assim não deixa de ser recompensador chegar sempre mais longe e descobrir mais.

Entro agora numa parte que não posso deixar de frisar nestes jogos clássicos. Metroid é um daqueles jogos que sofre daquilo que chamo “Síndrome Nintendo Power”. Passo a explicar, grande parte destes jogos possuíam certos segredos que eram quase impossíveis de decifrar e que sem o seu descobrimento dificilmente acabaríamos o jogo. Esses segredos eram revelados na revista clássica Nintendo Power e derivados, algo que impossibilita o comum dos mortais de resolver este enigma de jogo.

Na verdade, eis uma situação onde este jogo poderá brilhar na Wii U. Se uma pesquisa na internet é demais para vocês, não há problema, nada como pedir ajuda à comunidade do jogo via Miiverse para resolver o problema em questão. Pode não resolver ou mostrar todos os segredos que estão no jogo, mas é uma alternativa muito mais acessível para os que precisam de uma resposta rápida sobre o seu próximo objectivo. Preparem-se também para usar bastantes Pontos de Restauro do Virtual Console pois o sistema de password continua a ser uma dor de cabeça.

Metroid é um jogo com um ambiente bastante pesado onde as cores escuras tomam conta do nosso ecrã e os inimigos estão em cada canto, ou seja, nunca vamos ficar relaxados. A banda sonora continua a funcionar com um acompanhamento perfeito a esta experiência de ficção-científica com músicas memoráveis – nunca me canso da Kraid’s Lair. Alguns problemas estão presentes, mais precisamente com framerate em poucas zonas ou então quando os inimigos são excessivos.

Metroid é um daqueles jogos que é imperdível para os amantes de clássicos, mas com a possibilidade navegarmos pelo Miiverse e expormos as nossas dúvidas em questão de segundos, torna tudo muito mais acessível. Certos aspectos arcaicos como a jogabilidade e dificuldade bastante elevada poderão frustrar alguns jogadores.

Positivo:

  • Melhor versão deste clássico
  • Miiverse
  • Jogo enorme
  • Vários enigmas…

Negativo:

  • …que poderão ser impossíveis de descobrir sem o Miiverse ou Guia
  • Dificuldade acentuada
  • Jogabilidade um pouco rígida

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram