Análise – Lara Croft and The Temple of Osiris

lara-croft-and-the-temple-of-osiris-analise-review-pn-n_00001

A Crystal Dynamics surpreendeu quase tudo e todos com Lara Croft and the Guardian of Light, uma aventura bem diferente da exploradora, com um enfoque mais acentuado nos puzzles e exploração.

Apesar de não ser uma relíquia, o jogo teve bastante sucesso, o que motivou uma sequela que chegou às plataformas de nova geração no final ano passado.

lara-croft-and-the-temple-of-osiris-analise-review-pn-n_00003

Depois de alguns testes longos, (com a necessidade de comandos extra para o multijogador local), aqui está a nossa opinião sobre o novo episódio.

Tal como o anterior, Lara Croft and The Temple of Osiris é um jogo com vista aérea, onde controlam Lara e as restantes personagens num sistema de jogo que não está muito distante de um Diablo.

lara-croft-and-the-temple-of-osiris-analise-review-pn-n_00002

Cada personagem engloba uma série de vantagens e poderes especiais que podem e devem ser usados em cada situação. Claro que Lara é o centro das atenções e a campanha gira em seu redor, no entanto, os outros estão sempre presentes, mesmo que seja apenas por voz.

Para seguir a história, cada um dos cenários está ligado a uma zona central que leva a cada cenário. Pelo caminho, existem centenas de objectos para coleccionar e cristais que permitem abrir vários baús.

lara-croft-and-the-temple-of-osiris-analise-review-pn-n_00004

Lara Croft and The Temple of Osiris também engloba alguns elementos de RPG, com a possibilidade de equipar várias armas e equipamentos que aumentam estatísticas como a vida, ataque, etc.

Mesmo sendo divertido jogar sozinhos, Lara Croft and The Temple of Osiris é bem mais divertido de jogar com companhia e mais três pessoas. Existem muitos puzzles pensados de forma a suportar quatro jogadores, que aumentam o desafio.

lara-croft-and-the-temple-of-osiris-analise-review-pn-n_00006

Visualmente, Lara Croft and The Temple of Osiris não é um grande portento visual, especialmente estando a correr nas plataformas de nova geração. As vozes também parecem algo teatrais e um pouco distantes do que foi visto no último jogo principal.

No geral, Lara Croft and The Temple of Osiris é uma boa sequela, mas não é uma sequela melhor. Se gostaram do original ou gostam de jogos recheados de puzzles, então é uma boa aposta, mas não está ao nível das expectativas levantadas.

lara-croft-and-the-temple-of-osiris-analise-review-pn-n_00005

Positivo:

  • Boa sequência de puzzles
  • Diversidade entre personagens
  • Alguns bons bosses
  • Boa diversão a quatro

Negativo:

  • História aparece em segundo plano
  • Diálogos fracos
  • Parece ter sido feito à pressa

pn-bom-ana

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram