Análise – Judgment [Xbox Series/PS5]

Lançado há alguns anos como um spin-off da série Yakuza, Judgment acabou por ser bastante bem recebido, embora não tenha tido o mesmo sucesso que a série principal. Por isso mesmo, a SEGA aproveitou a chegada da nova geração para dar novamente destaque a Judgment e solidificar o caminho para a sequela.

Se jogaram o original, então não existe aqui muito de novo a não ser uma roupagem mais bonita e uma fluidez mais estável em quase todos os momentos de jogabilidade.

Caso não o conheçam, podem saber muito mais na nossa análise completa da versão PS4, mas o que há a saber é que são Yagami, um advogado a quem a vida não correu bem e agora trabalha como detective ao lado de um Yakuza. Como sempre, a história vive de momentos inesperados e até malucos ao estilo Yakuza, mas Judgment consegue sempre ser muito mais sério.

A cidade de Kamurocho e as suas personagens ganharam muito nesta conversão para a nova geração. A versão Xbox Series X que joguei tinha um visual impecável e trouxe o detalhe para um patamar bastante elevado. As texturas são muito mais polídas, as personagens mais detalhadas e os efeitos de luz realmente apelativos.

A passagem para a nova geração também lhe deu uma fluídez invejável com 60fps e Loadings que mal se fazem sentir ao longo de várias mudanças de cenário ou entrada nas muitas actividades que se encontram pela cidade. Até existe um sistema básico de amizade que podem explorar.

Embora seja principalmente um jogo de acção e investigação, Judgment também tem elementos de RPG que são amplificados pelos combates que vão surgindo pela cidade e nos dão pontos para melhorar a personagem. Por isso mesmo, são os jogadores que exploram estes universos a fundo que vão tirar melhor proveito do todo.

Embora a versão PS4 de Judgment fosse uma boa experiência, se ainda não o jogaram, esta é verdadeiramente a melhor forma de o fazer. A nova geração dão uma qualidade soberba ao jogo que mostram que a equipa de Yakuza domina esta arte.

Tendo em conta que a série Yakuza vai seguir o estilo e combate de Yakuza: Like a Dragon, Judgment é o sucessor para aquilo que era o verdadeiro estilo da saga. Se gostam de mundos abertos e experiências cinemáticas com muito combate e coisas de detectives, então a nova geração de Judgment vale bem a pena, mas apenas caso nunca o tenham jogado antes.

Positivo:

  • Visual sofreu uma grande melhoria
  • Fluidez impecável
  • Muito para fazer em Kamurocho
  • História e personagens interessantes
  • Loadings bastante rápidos

Negativo:

  • História demora a arrancar
  • Alguns diálogos parecem artificiais
  • Certos objectivos parecem confusos

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x