Análise – F1 2021

Vivemos numa altura estranha em que os jogos baseados nas modalidades e competições desportivas acabam por fornecer um escape para estes tempos de pandemia. O público começa a regressar, mas algumas competições continuam a ter um ambiente um pouco sombrio pela falta de apoiantes nas bancadas. F1 está então de volta pelas mãos da Codemasters que nos traz a edição 2021 e algumas novidades, portanto fiquem por aí.

Em F1 2021 continuamos a ter os nossos modos do costume desde competir no Campeonato, fazer uma simples sessão de treino até ao Carrer que continua a ser um bom desafio. Nada como começar na modalidade de Formula 2 e tentar lutar por um lugar melhor com o passar do tempo. Para além de podermos começar do início, nesta nova edição podemos saltar no tempo e começar de uma altura específica do campeonato se assim o quisermos ou até sermos acompanhados por um colega no modo Two Player, mas não me fico por aqui no que toca a modos de jogo.

My Team está também de volta e que nos permite criar e personalizar a equipa dos nossos sonhos. Todo o tipo de ajustes, treinos e personalização poderão assustar os jogadores mais casuais, mas a verdade é que com a devida atenção e prática, acabamos por colher os frutos e até simular os possíveis resultados das nossas decisões. É sempre interessante ver este jogo de bastidores que nem sempre passa nas transmissões televisivas.

Se gostam de modos como The Journey em FIFA, então Braking Point será um dos vossos favoritos em detrimento do Classic Mode que foi riscado para esta edição. Seguindo a mesma premissa, este é um modo que nos colocará na pele de um piloto fictício de nome Aiden Jackson que se vê envolvido nesta grande competição que é a Formula 1 onde haverá espaço para muita felicidade e drama. Sendo assim iremos competir e fazer vários objectivos em pista sempre que a história progride seja ele subir para a primeira posição, recuperar algumas posições, ou manter o carro em pista em situações adversas.

Apesar de demorar um pouco a ganhar alguma tração e até algum interesse no que toca a enredo, gostei de ver a introdução deste modo para proporcionar um estilo de jogo mais rápido e sem termos de passar por toda a rotina que é praticar, qualificar e competir numa corrida de Formula 1. Esperemos que no futuro consigam tornar as histórias mais interessantes, mas a verdade é que a introdução deste modo é uma lufada de ar fresco.

Existe um bom balanço no que toca ao desempenho do carro, seja para os mais novatos como para os mais tecnicistas e obcecados com todos os ajustes do nosso veículos. Podemos sempre levá-lo mais além graças às opções que o jogo traz e experimentar inúmeras combinações, mas se quiserem simplesmente conduzir sem terem de se preocupar com aspectos minuciosos, tirarão também um bom partido deste jogo.

Mesmo em F1 2021 continuo a achar que nas mãos da Codemasters a série F1 é experiência gráfica deslumbrante. O estúdio consegue captar os vários detalhes do espectáculo desde o mínimo pormenor aos elementos de maior destaque. Pilotar continua a ser uma experiência eletrizante e a sensação de velocidade continua impressionante. Detalhes específicos como o desgaste dos pneus dependendo do uso, chuva e alguns danos estão impressionantes.

Infelizmente o Circuito de Portimão e Imola não estão disponíveis por enquanto nesta edição do jogo, mas estes serão lançados mais tarde gratuitamente através de DLC. Todos os restantes circuitos continuam a ter um nível de detalhe muito bom e todo aquele ambiente de espectáculo está bem reproduzido no jogo. Como vivemos numa altura de pandemia, podemos apenas imaginar através do jogo como seria competir com público nesta temporada.

A Codemasters conseguiu dar um passo em frente com esta nova versão e oferece um conjunto bastante aliciante para os fãs da modalidade. Braking Point está em destaque neste jogo mas acreditamos que o estúdio consiga polir algumas arestas para o futuro, até porque os indícios são bem positivos. Classic Mode poderia estar inserido de alguma forma, mas o estúdio decidiu removê-lo.

F1 2021 é mais um projecto muito bom da Codemasters que se mostra competente e capaz de arriscar com novos modos. Mesmo que não gostem de Formula 1, vão conseguir divertir-se através dos desafios que Braking Point vos oferece, podendo despertar o vosso bichinho pela modalidade.

Positivo:

  • Modelos dos veículos e pistas continuam fidedignos
  • Jogabilidade equilibrada e acessível para todos o tipo de jogadores
  • My Team continua a ser um bom modo
  • Adição do modo Braking Point…

Negativo:

  • …que podia ser mais trabalhado
  • Remoção do Classic Mode

Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x