Análise – Epic Mickey Mundo Misterioso

Com o nome do título, muitos devem ter dificuldade em perceber de que jogo de Mickey estamos a falar, porém, se usarmos o nome Castle of Illusion a coisa já muda de figura.

Foi nos últimos dias de Novembro de 1990 que Castle of Illusion Starring Mickey Mouse chegou à Mega Drive e uma legião de fãs foi criada em redor do universo de plataformas construído na época.

Mais de 20 anos depois e com todas as transformações que ocorreram no mundo dos videojogos, a sequela espiritual de Castle of Illussion chega agora em formato Epic Mickey. Será que o rato mais famoso do mundo ainda sabe como se faz um bom jogo de plataformas em 2D?

Epic Mickey Mundo Misterioso utiliza o mundo de Wasteland introduzido em Epic Mickey para contar a história de Mizrabel, uma bruxa má que resolve raptar grande parte das personagens da Disney e enclausurá-las em várias zonas do seu castelo mágico.

Mickey é então chamado de volta ao mundo de Wasteland por Oswald que o coloca a par da situação e o leva até ao castelo. Assim, Mickey terá de percorrer as muitas alas do mesmo de forma a salvar todas as personagens presas, assim como a sua amada Minie.

O facto de ser um castelo mágico permite que Epic Mickey Mundo Misterioso seja um jogo com zonas bem diversificadas. Alguns corredores assumem a forma de mundos da Disney, como Agrabbah, a Terra do Nunca, entre outros. Cada nova ala conduz até um dos muitos vilões que esperam Mickey e só derrotando cada um é que é possível prosseguir para a próxima zona.

Cada vez que encontram uma personagem e a ajudam, esta é adicionada à vossa lista de moradores da fortaleza do castelo. É através delas que vão ter direito a novas missões secundárias que podem ir desde a procura por um objecto até a encontrar outra personagem. Alguns casos vão além disso, como o do Tio Patinhas, o qual abre uma loja onde é possível gastar os bilhetes apanhados para trocar por novas habilidades e melhoramentos de estatísticas.

Epic Mickey Mundo Misterioso é realmente um jogo de plataformas à moda antiga. Mickey salta e corre de forma vagarosa e pode derrotar inimigos saltando sobre a sua cabeça, ou atirando tinta com o uso do seu pincel.

A grande diferença entre os jogos de plataformas normais e este passa pela inclusão do sistema de tinta e diluente com as quais podem apagar ou criar novos objectos no cenário. É um sistema que funciona bem, especialmente com o ecrã táctil que funciona tal como uma folha. A capacidade de desenho será medida e quanto menos tinta for desperdiçada, maior será um boost temporário de velocidade e salto.

Visualmente Epic Mickey Mundo Misterioso não é um portento, mas não deixa de mostrar bons cenários com cores e detalhe ao bom estilo da Disney. As personagens são bem representadas nas imagens de diálogo que surgem cada vez que falam com alguém. No geral, é um jogo apelativo e que até correu de forma bem agradável no ecrã mais alargado da Nintendo 3DS XL.

Quanto ao som, é agradável ouvir que a banda sonora foi composta num formato de orquestra, o que dá um tom bem mais épico a cada um dos cenários. É uma pena que os diálogos não sejam falados e tenham apenas os típicos sons de voz, o que acaba por se tornar repetitivo em áreas com mais diálogo escrito.

Mesmo tendo algumas áreas para explorar, Epic Mickey Mundo Misterioso é um jogo que pode ser acabado em pouco mais de 5 horas caso não prestem muita atenção a missões secundárias ou tentem encontrar todas as personagens.
Um ponto positivo vai também para a localização feita para português que está bastante credível, usando os nomes clássicos da nossa infância para cada personagem.

Com uma mistura bem concebida de Plataformas e algum RPG, Epic Mickey Mundo Misterioso é uma boa aposta para quem procura um pouco mais de Mickey ou um bom jogo de plataformas clássico para a sua Nintendo 3DS. Pode não ser inesquecível como o primeiro Castle of Illusion, não vai decepcionar os fãs do género.

Positivo:

  • Plataformas à moda antiga
  • Boa utilização do sistema de tintas
  • Elementos RPG interessantes
  • Missões secundárias em grande variedade
  • Música orquestral
  • Boa localização

Negativo:

  • A jogabilidade lenta chega a ser maçadora
  • Os objectos de pintura repetem-se imenso
  • Algumas missões extra são terrivelmente faceis
  • Demasiado curto

 

Latest posts by Daniel Silvestre (see all)
Share

You may also like...

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
jonest7

Nao será que querias dizer “não vai decepcionar”?

Daniel Silvestre

True Story! Já está corrigido. Era daquelas que podia passar lá mais duas ou 3 vezes e o meu cérebro não ia assimilar como mal 😀
Cumprimentos!

Silver4000

Nao é este que tem uns 20 finais alternativos?

Daniel Silvestre

Exactamente, mas não é algo que te incentive a refazer o jogo muitas vezes.

Cumprimentos!

Guest

Parece o Chains of Memories da GBA, esperava que a nível visual estivesse diferente e mais parecido com as consolas caseiras ou VITA, mas bem se calhar a 3ds não pode mais..oh well

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram
5
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x