A minha “primeira” experiência com Final Fantasy XIV

Tecnicamente isto seria a minha segunda experiência com o jogo. No entanto quando participei na beta em 2013 (ainda o jogo estava disponível na PlayStation 3) não cheguei a fazer muito, fiquei antes confuso com o mapa e explorei apenas meia área. Acabei por zangar-me com o jogo devido ao site para identificar bugs ter dado erro após o tempo que eu passei a escrever.

Anos mais tarde o jogo ficou grátis até um certo nível e eu não o pude experimentar porque tinha feito parte da beta. Então quando finalmente arranjei um PC em modos decidi dar uma segunda oportunidade com uma das minhas contas secundárias, já que seria impossível ter espaço na PlayStation 4.

Joguei um pouco ainda este ano ou talvez no final do ano passado, depois o jogo levou com updates e updates em cima, algo que para mim demora imenso tempo a fazer download, e também fiquei ocupado com outras coisas. Basicamente, a minha personagem que aparentemente decidiu vestir a primeira coisa que lhe veio à mão, ficou à minha espera, ainda a sua aventura nem tinha começado.

Tendo agora jogado até ao nível 15 posso dizer que Final Fantasy XIV não tão confuso quanto a impressão inicial que tive durante a beta. Não me recordo bem mas posso afirmar quase com certeza que o aspecto do jogo mudou um pouco, com o mini mapa a mais apresentável e todo o HUD em geral deve ter sofrido um retoque. Os tutoriais também ficaram mais simples e precisos, ou então esta é a enorme diferença entre jogar um MMO numa consola e num PC.

Imaginando que nunca irei jogar isto com ninguém optei pela opção de tornar-me num Tank com a classe de Gladiator, pelo menos pelo momento até ver mais opções no meu repertório. Não penso que valha a pena investigar outras classes se elas acabam por ser mais úteis em trabalho de equipa, sendo que com um Tank posso tratar de mim mesmo e caso acabe por ir numa Raid já sei o que fazer como minha função.

Posso dizer que parte da razão de ter ido com esta classe deve-se ao facto de a cidade de início ser a mesma do meu tempo da beta. Ainda me lembrava um pouco de como o jogo começou e do aspecto da cidade, por isso decidi ir por algo familiar não fosse eu ficar novamente confuso. Olhando para outras classes disponíveis até que existem algumas que me interessam, mas em termos de Jobs acho que do que é oferecido como base, Paladin (que procede Gladiator) é a melhor opção para mim.

Honestamente esperava uma maior quantidade de quests secundárias mas nem sequer apanhei muitas pelo caminho. A certa altura até comecei a ignorá-las para seguir em frente com a história do jogo para ver o que o melhor Final Fantasy (de acordo com os fãs) tinha para oferecer. Melhor dizendo acabei por aceitar uma quest que pensei que era secundária e depois fui apanhado de surpresa quando uma cut-scene começou a dar com personagens a falar.

Sei que a Square Enix planeia, ou já o fez, remover algumas missões filler do jogo, mas imagino que essas apenas estavam presente entre expansões e não logo no início do mesmo. A não ser que ao longo do tempo eles tenham retocado a aventura inicial para os novos jogadores não desistirem assim tão depressa. E falando nisso, até tenho visto imensos jogadores novos a experimentar a trial (existe uma identificação perto do nome), e até tenho levado com pequenas queues quando tento entrar no meu servidor.

Neste momento em termos de história fiquei um pouco após o meu primeiro encontro com uma certa personagem de cabelo branco. Algo certamente está a acontecer, embora não faça ideia do que seja, mas tenho a dizer que adoro as vozes, e tendo em conta que ainda estou no início do jogo, que já vem desde 2013, este actores andam então a fazer um óptimo trabalho há já 7 anos.

Estranhamente apesar de não andar a fazer muito no jogo até que o acho simples, ao contrário do que uma pessoa esperava de um MMO, e tenho estado com ainda mais vontade de passar o meu tempo por lá. Embora apenas tenha jogado entre meia a uma hora de vez em quando. Isto continua a ser um MMO com já uns bons anos em cima e por isso existe muito a fazer e muito tempo de dedicação, algo que não o irei fazer a 100% mas apenas de vez em quando quando estiver com vontade.

Share

You may also like...

error

Sigam-nos para todas as novidades!

YouTube
Instagram