Yakuza 0 – Explorando Kamurocho (e arredores) #4

Mais tarde ou mais cedo isto ia acontecer, um artigo dedicado tanto a Majima como Kiryu. E apesar de ter tido umas quantas aventuras desta vez tenho apenas umas coisas em específico a destacar, incluíndo um pouco sobre o terceiro estilo de luta de Majima, que apesar de pretender entrar mais em detalhe irei deixar isso para uma próxima vez já que existe algo mais importante que quero mencionar.

Continuando com a aventura de Majima, decidi explorar os minijogos que ignorei enquanto Kiryu, dardos e bilhar. Consigo passar um bom tempo com bilhar se estiver a realizar os puzzles (que infelizmente são poucos) que são apresentados, mas estar a jogar contra outro NPC é algo um pouco complicado por alguma razão. Por outro lado consigo ser um perito em dardos mesmo com Majima bêbado, o que devia complicar um pouco a mira, mas não vejo grande diferença entre estar a jogar bêbado (o Majima, não eu) ou estar completamente seco.

Após isso segui em frente com a história principal e finalmente encontrei o Breaker Style para Majima, o equivalente ao Rush Style de Kiryu. Por esta altura alguns de vocês devem estar confusos quanto à maneira como devem desbloquear as próximas lições dos mestres, algo que é bastante simples. Se forem ao menu de habilidades irão ver que em cada grelha dedicada aos vários estilo existem esferas bloqueadas com um M, simplesmente necessitam de adquirir as habilidades que estão ao lado dessas esferas para assim desbloquearem a próxima lição.

Alguns dos mestres também oferecem uma ou duas missões, e no caso do grupo de breakdance o objectivo era o de arranjar dinheiro através de exibições de luta contra o grupo. Demora um pouco caso não consigam fazer um bom montante mas após algumas sessões eventualmente irão concluir a pequena história deste grupo, com o mesmo a continuar presente caso desejam regressar e fazer mais algumas demonstrações de dança e luta completamente profissionais e que irão ficar na memória pelas razões correctas… certo?

Voltando ao controlo de Kiryu, é um pouco complicado ter que me habituar novamente a estilos de luta diferentes e com as suas técnicas únicas. Sendo devido a isso que quero explorar um pouco mais o tema no futuro, mas por agora vamos falar sobre algo que estava à espera desde o início do jogo, Real Estate.

Antes de mais, aconselho a terem algumas sub stories concluídas e amizade feita com algumas personagens pois isso vai ajudar a longo prazo. Assim que desbloquearem o Real Estate através da história principal no sexto capítulo vão ser introduzidos a um minijogo de gestão que apesar de ter um aspecto intimidante é bastante simples a partir do momento em que prestam atenção ao que está no ecrã.

No menu principal de Real Estate vão encontrar as zonas que podem selecionar para desenvolver, a início apenas vão ter uma zona disponível mas assim que concluírem a história contra o primeiro adversário vão desbloquear as outras. Após selecionarem uma zona vão ter acesso às várias lojas que adquiriram e aí podem aumentar o nível das mesmas. Se repararem cada loja tem um símbolo no canto superior esquerdo que varia entre talheres, coração, etc; e cada personagem que podem usar para melhorar as lojas também apresentam esses símbolos. Basicamente se querem melhorar um restaurante (símbolo dos talheres) vocês necessitam de usar uma personagem que tem um círculo ou duplo círculo no ícone dos talheres para um melhor efeito.

No menu ao lado das lojas vocês encontram a segurança e gerência de cada zona. O jogo explica bem o que fazer com isso, selecionem as personagem com base nos número. Esses números variam mas o que vocês realmente querem é manterem a coisa positiva, sendo que os números negativos (-1, -2, etc) são algo a evitar pois vão reduzir o nível de segurança e dinheiro que recebem. Essa contagem de números tem início no canto esquerdo e vai andando uma casa para a direita após cada colheita, por isso mesmo que vocês tenham uma personagem que comece com “-2”, se o quadrado seguinte for “4” então é uma boa ideia usar essa personagem pois o rendimento a longo prazo vai ser maior.

Recomendo também usarem os pontos que obtém durante a vossa aventura para os trocarem no tal Shrine que falei anteriormente. Existe três opções onde podem trocar os pontos mas recomendo gastarem tudo na secção de “Business” pois vai reduzir imenso o tempo que necessitam de esperar para colher o dinheiro. Não é necessariamente importante caso não tenham pressa em fazer dinheiro ou concluir este minijogo, mas se estiverem com interesse é algo a ter em mente pois é uma grande ajuda.

Por fim, obviamente que vão ter de comprar lojas para aumentar o nível da zona que controlam. Infelizmente não existe um grande destaque sobre quais lojas podem comprar (pelo menos que tenha visto). Apenas tem de prestar atenção à zona em questão no mapa do Real Estate uma vez que esta é realçada com uma cor diferente, e depois irem contra cada edifício à espera de uma opção aparecer para poderem comprar essa loja.

Nao fiz grande coisa enquanto andava a tratar destes negócios, a ver se ganhava dinheiro porque era algo que estava com necessidade urgente com Kiryu. Enquanto esperava pelo tempo para recolher o dinheiro andei à pesca tanto de peixe como mulheres. Tive sorte em ambos, o minijogo da linha telefónica podia ter uns melhores controlos mas conta com um conjunto de substories interessantes, no entanto diria que tive mais sucesso com a pesca, adquirindo peixe de boa qualidade.

Mathias Marques

Editor oficial desde Agosto 2014 Para além de videojogos também gosto de anime. Podem ver-me a apregoar sobre ambos os assuntos no site em forma de notícia, artigo ou análise. Tenho a sorte de encontrar momentos parvos enquanto estou a jogar, ou de os criar eu mesmo.

More Posts

Follow Me:
TwitterYouTube

Mathias Marques

Editor oficial desde Agosto 2014 Para além de videojogos também gosto de anime. Podem ver-me a apregoar sobre ambos os assuntos no site em forma de notícia, artigo ou análise. Tenho a sorte de encontrar momentos parvos enquanto estou a jogar, ou de os criar eu mesmo.