Uwe Boll não vai fazer mais filmes

uwe-boll-anuncia-reforma-pn

Uwe Boll anunciou a sua reforma da produção de filmes aos 51 anos, tornando Rampage: President Down no seu último filme.

O realizador alemão é mais conhecido pelas suas infames adaptações cinematográficas de videojogos como BloodRayne, House of the Dead e Postal. No geral, os seus filmes nunca foram bem recebidos pela crítica, o que o levou a desafiar alguns dos seus críticos mais impiedosos para um combate de boxe em 2006 (ele venceu as lutas todas) e a receber a alcunha The Raging Boll.

Boll divulgou o anúncio da reforma através do site Metro. Ao contrário do que se poderia pensar, não foi a má recepção dos seus filmes que o levou a reformar-se, mas antes por motivos monetários.

“O mercado está morto, não se consegue fazer dinheiro com os filmes porque o mercado mundial dos DVD e Blu-ray caiu 80% nos últimos três anos. Essa é a verdadeira razão; simplesmente não posso arcar os custos de fazer filmes.”

 

“Eu tenho recorrido ao meu dinheiro desde 2005, e se não tivesse feito os filmes estúpidos baseados em videojogos, não teria juntado o dinheiro para poder dizer, ‘Vamos fazer o Darfur.’ Não preciso de um Ferrari, não preciso de um iate. Eu investi nos meus próprios filmes e perdi dinheiro.”

Pessoalmente, eu nunca dispensei tempo para assistir a um filme do Uwe Boll, por isso não sei até que ponto vou sentir falta dos seus filmes. Contudo, a sua situação acaba por realçar um problema que afeta realizadores indie ou qualquer um que tenta ganhar a vida na produção de filmes de baixo orçamento.

Sérgio Batista

Membro do PróximoNível desde 2015. Tira fotos em demasia durante os eventos.

More Posts

Follow Me:
TwitterYouTube

Share

You may also like...