Now Loading #2 – Desgostos amorosos

Oh hey! Pensavam que já não havia mais loadings após a edição da semana passada não ter aparecido? Infelizmente houve um conflito de horários e então o segundo artigo teve de ser adiado para hoje, sendo essa também uma das razões pela qual optámos por um formato quinzenal. Esta semana…

Análise – Octopath Traveler

Depois do estilo mais retro ter sido deixado completamente de lado pela maioria das grandes distribuidoras, foi graças aos jogos Indie que o visual dos jogos mais antigos voltaram à ribalta em novos formatos. Com a vontade de recuperar estilos antigos, foi também visível as sucessivas tentativas de fazer renascer…

Antevisão – Octopath Traveler

Tal como sucedeu com Mario Tennis Aces, tive a oportunidade de testar recentemente Octopath Traveler numa visita à Nintendo Portugal. Este foi um primeiro teste forçado, pois sendo Octopath Traveler um jogo que quero jogar imenso, tenho feito tal como os trailers de filmes e estava a leste do que…

Análise – YS VIII: Lacrimosa of Dana [PC]

Como os videojogos chegaram a uma era em que estamos sempre ligados à internet, é raro ver um jogo que esteja pejado de problemas durante muito tempo. Em menos de nada, o estúdio pode lançar alguns patches e melhorar drasticamente a experiência. Isso foi o que aconteceu com YS VIII:…

Análise – Ni No Kuni 2: Revenant Kingdom

Vindo de uma união de sonho entre a Level-5 e os Estúdios Ghibli, Ni No Kuni foi uma das melhores experiências RPG épicas da geração passada. Uma sequela seria mais do que esperado, mas desta vez, a Level-5 resolveu percorrer o caminho a sós, juntando apenas algumas das pessoas que…

Análise – Secret of Mana

A Square-Enix parece estar empenhada em trazer de volta alguns dos seus jogos clássicos para os tempos mais actuais. Se alguns sofrem remodelações colossais, como é o caso de Final Fantasy VII, outros surgem quase iguais, mas com roupagens que não agradam a todos. Secret of Mana é um dos…

Análise – Lost Sphear

Criado pelo estúdio Tokyo RPG Factory, I Am Setsuna foi um jogo desenvolvido com um contexto bastante próprio. O objectivo era recordar os jogos de RPG de antigamente, com tema, visual e combates similares aos clássicos. Com o sucesso atingido, foi dada luz verde para um novo jogo, desta feita…

Análise – .HACK//G.U. Last Recode

Estamos finalmente numa era de aceitação de videojogos tão ampla, que alguns dos jogos japoneses menos conhecidos acabam por ter uma hipótese de ser alvo de localização. Se Final Fantasy, Shin Megami Tensei e tantos outros já são aparições praticamente garantidas, o mesmo não se pode dizer da série .Hack….