Season Finale – Dragon Ball Super

Nota: Spoilers.

Dragon Ball Super terminou hoje com a final do torneio entre os vários Universos existentes. E isto dita o final da série pelo menos até ao próximo filme em Dezembro ou até à série regressar no futuro com uma nova história (está semi-confirmado que isso vai acontecer). Sendo assim, chega a altura de darem as vossas impressões finais, bem como de Dragon Ball Super em geral. Ou seja, podem e devem fazer spoilers sobre o anime por completo.

A início não gostei do facto de os episódios iniciais serem um remake dos dois filmes mas com menos qualidade, mas isso lá me passou e continuei a ver, e a saga de Resurrection F até teve umas mudanças engraçadas que funcionaram como fanservice. No que toca aos fillers, Dragon Ball Super contou com bons fillers e maus fillers, a equipa por detrás do anime sabia o que fazer para dar um bom destaque a velhas personagens e favoritos dos fãs, mas depois havia aqueles episódios que serviam mesmo apenas para encher chouriço até à próxima grande história.

Se Deuses da Destruição já era um conceito enorme para Dragon Ball, então a existência de outros Universos foi algo ainda maior. Embora olhando com outra perspectiva, talvez não seja assim tão grande surpresa tendo em conta que a série já tinha apresentado aliens, viagens no tempo e Super Guerreiros ao que era basicamente uma paródia de “Journey to the West“. Mas tenho a dizer que o Universo 6 foi um conceito interessante, principalmente a existência de outros Guerreiros do Espaço, que gostava de ver um pouco mais.

Após isso o anime apresenta-nos com o regresso de um favorito dos fãs, (Future) Trunks, que acabou por ter os seus pontos altos e fortes ao longo desta história e sendo também onde o anime e a manga se distanciam um pouco no que toca a alguns factos. No geral esta arc podia ter sido melhor, uma vez que os vilões principais não foram assim tão interessantes, e pessoalmente gostei mais do Zamasu do presente, uma vez que era a história de uma personagem que estava a tornar-se num vilão, mas essa história foi eliminada muito cedo, com um momento bem bom.

E por fim, o torneio final entre os vários Universos. Mas antes disso tenho a dizer que gostei de uma pequena mudança ao longo da série, a relação entre Goku e Beerus foi gradualmente mudando, chegando ao ponto de Goku fazer o que bem lhe apetece e de Beerus começar a ficar farto das brincadeiras de Goku, o que por momentos me levou a questionar se a série iria terminar com uma batalha entre os dois, algo que não chegou a acontecer (por enquanto).

Mas continuando com o final, gostei do facto de Frieza ter regressado, embora este regresso tenha sido um pouco controverso devido a Frieza ter regressado anteriormente, mas Frieza foi e sempre será o vilão mais cruel da série. E Android 17 finalmente conseguiu ter o destaque que merecia. Basicamente durante esta luta os fãs ganharam novo amor por personagens antigas, bem como algumas novas, e Goku simplesmente continuou a ser Goku, basicamente porque ele é Goku. Pelo menos estou contente por não ter sido ele a ganhar o torneio mas sim outra personagem.

Basicamente Dragon Ball Super teve os seus altos e baixos, mas as lutas continuaram a ser o ponto forte da série e isso é o que sempre me interessou. Mas se a série merecia um remake, nem que seja em formato de filme, para reescrever alguns pontos da história e organizar melhor os acontecimentos? Sim, merecia. Mas continua a ser uma série que teve os seus bons momentos tal como Dragon Ball original, Z e até GT.

E vocês? Gostaram de Dragon Ball Super? Partilhem as vossas opiniões na zona de comentários!

Mathias Marques

Editor oficial desde Agosto 2014 Para além de videojogos também gosto de anime. Podem ver-me a apregoar sobre ambos os assuntos no site em forma de notícia, artigo ou análise. Tenho a sorte de encontrar momentos parvos enquanto estou a jogar, ou de os criar eu mesmo.

More Posts

Follow Me:
TwitterYouTube

Share

You may also like...