PróximoNível Jukebox #48 – Call of Duty: Black Ops

PNJ-jukebox-cod-black-ops-pn

Depois da Adriana Silva e do Alexandre Barbosa contribuírem com os dois últimos PN Jukebox, volta a ser a minha vez de trazer-vos mais uma banda sonora para destacar.

Call of Duty: Black Ops III foi lançado recentemente e isso deu-me vontade de voltar a jogar o primeiro Black Ops que saiu em 2010. Portanto este PN Jukebox vai ser dedicado a Call of Duty: Black Ops, criado pela Treyarch.

À primeira vista parece estranho estar a falar da banda sonora de um Call of Duty, mas a verdade é que a série sempre teve um bom tratamento sonoro, como é o caso de Black Ops.

Para além da música do compositor Sean Murray,  temos algumas músicas licenciadas de Creedence Clearwater Revival e The Rolling Stones que tornam as missões mais emocionantes e autênticas à época em que decorrem.

Call of Duty: Black Ops continua a ser o meu favorito da série, nomeadamente pelo período histórico em que decorre. Os anos 60 cativam-me muito mais do que a 2ª Guerra Mundial ou guerras nos tempos modernos.

A forma como a história desenrola também é a mais interessante, onde estamos presos numa cadeira durante um interrogatório e vamos revivendo memórias de eventos passados, que podem ou não ter decorrido exactamente como o protagonista está a contar.

A campanha dá-nos a oportunidade de visitar vários locais no planeta como Cuba, Hong Kong e Rússia, mas o foco está no Vietname.

Depois de concluir a história, têm o já esperado multiplayer, mas o que seria um Call of Duty da Treyarch sem zombies?

Apesar de ter gastado mais tempo no multiplayer, joguei bastante do modo zombies. Por uns tempos, a única razão porque jogava este modo era para tentar desbloquear a música da Elena Siegman.

Quando terminam a campanha, após acabarem os créditos, são levados para um novo mapa do modo zombies que junta um grupo muito inesperado de indivíduos relevantes da nossa história. Continua a ter um dos melhores vídeos introdutórios de sempre.

Muita gente já deve estar saturada da série Call of Duty uma vez que aplica a mesma fórmula todos os anos. Uma vez que eu não jogo Call of Duty anualmente, nunca tive esse problema.

Já passou algum tempo desde que joguei um novo Call of Duty e Black Ops III até parece estar engraçado, e não digo isto apenas por ter a presença de Jeff Goldblum. Mas primeiro tenho que jogar o Black Ops II para não correr o risco de perder alguma coisa relevantes na história.

Gostaram das músicas? Alguém anda a jogar Black Ops III? Qual é o vosso Call of Duty favorito? Não se esqueçam de comentar e não percam o próximo PN Jukebox.

Sérgio Batista

Membro do PróximoNível desde 2015. Tira fotos em demasia durante os eventos.

More Posts

Follow Me:
TwitterYouTube

Sérgio Batista

Membro do PróximoNível desde 2015. Tira fotos em demasia durante os eventos.