PróximoNível ao Domingo T5 – Artigo 9 por Alexandre Barbosa

pnd PN

Bem-vindos a mais um PND, hoje é dia da Mãe e como tal este PND não vai falar sobre isso. Em contrapartida poderão seguir este link (brevemente) e ver o nosso especial sobre mães nos videojogos.

Há uns tempos falei-vos da minha experiência com os primeiros jogos de Pokémon, as versões Red, Blue e Yellow. Hoje vou falar-vos da continuação da minha saga.

| Para Lembrar: Parte 2

Após a minha grande vitória no Pokémon Blue, apareceu cá em casa o Pokémon Yellow. Para começar em grande, abri esta prenda ao mesmo tempo que estava a passar o anúncio na TV.

https://youtu.be/gEvAk91hxX0

Foi um momento que antecedeu uma semana onde a única coisa que me impedia de jogar sem parar eram as pilhas. No entanto devo dizer que apesar de gostar muito do Pikachu, e de apanhar um Pidgeotto a nível 9 em Veridian Forest, o Brock era sempre o meu maior pesadelo. Como era casmurro, cheguei a ter um Pikachu a nível 22 antes de ganhar o primeiro crachá.

pidgeotto lvl9 PN

O Pokémon Yellow foi para mim o modo difícil do Pokémon, o Pikachu revelou-se um autêntico desmancha prazeres, sempre fiquei com a impressão que o Pikachu precisava de demasiada experiência para evoluir, e coloca-lo no PC estava fora de questão. Cheguei a fazer New Game várias vezes e na sua maioria o Pikachu não passava de nível 40 pela altura em que estava na liga.

Nesse mesmo ano, uma epidemia alastrou-se pelo meu bairro, eu fui o primeiro miúdo a ter um GameBoy aqui na zona, e com o lançamento do GameBoy Color por esta mesma altura começaram a surgir estes novos dispositivos a cores à minha volta. Na altura pouco me importei, afinal jogava Pokémon na mesma, e a versão azul não ficava lá muito bonita. Até que alguém teve a infeliz ideia de colocar a versão amarela num desses GameBoy Color e tudo ganhou cor… Bem o que interessava era que eu continuava a jogar os meus Pokémon, Kirby entre outros.

pikachu PN

Um dia durante as férias da Páscoa o meu GameBoy Pocket estragou-se, o ecrã queimou. E eu com medo do que os meus pais iriam dizer acabei por esconder o mesmo durante quase uma semana, até que os meus pais estranharam eu não andar agarrado à maquineta e lá lhes contei. Para minha surpresa nesse mesmo dia fomos até ao Carrefour e comprei o GameBoy Color verde, ainda o tenho a funcionar. E dia 13 de Julho de 2001 um dia depois de fazer anos, fui com os meus pais comprar a minha prenda de anos… o último Pokémon Silver da loja.

O que se seguiu foram mais de 5 anos de aventuras nesta segunda geração, eu conhecia todos os segredos, eu e o Totodile íamos para todo o lado juntos. Lembro-me do dia em que consegui acabar a liga de Johto pela primeira vez, receber um bilhete de barco, e como não percebia inglês muito bem apenas sabia a cidade onde ir. Quando desembarquei não queria acreditar, estava em Kanto! Sim eu nem sequer me apercebi que Kanto estava no mapa porque raramente o usava e não usei o Fly enquanto estava na liga, apesar de ter sido enviado para Johto através de um certo velho e o raio do Abra dele. Ora escusado será dizer que estava na hora de me ir deitar e mal preguei olho nessa noite. Tenho saudades destas surpresas nos videojogos. Hoje em dia todas estas surpresas são anunciadas pelos inúmeros trailers ou os infames DLC

pokemon silver pn

A parte mais engraçada em tudo isto foi o facto de demorar quase 4 meses para descobrir a machine part no ginásio de Cerulean

Só tive o GameBoy Advance SP por volta dos meus 14 anos, tendo em conta que em 2001 tinha 9 anos, passei mesmo muito tempo de volta desta versão.

Curiosamente não é a minha favorita, essa compete à geração dos trompetes.

Então e vocês que histórias têm com a segunda geração de Pokémon?

 

|Para Jogar

Smite PN

Por estes lados quando se fala em GameDay, League of Legends está quase sempre associado, no entanto eu acabei por descobrir o SMITE, algo que se assemelha a um League of Legends na terceira pessoa. E é esse mesmo jogo que venho aqui recomendar.

Porquê?

Ora porque é bastante divertido, e acaba por ser bastante diferente de LOL. E não tenho muito mais a acrescentar, só experimentado é que poderão perceber se gostam, caso joguem avisem para fazermos uns joguinhos.

 

Finalmente resta-me anunciar que no presente mês os Game Day do ProximoNível vão voltar, o primeiro será um Game Day especial dedicado a Mario Kart 8.

Até uma próxima!

Latest posts by Alexandre Barbosa (see all)
Share

You may also like...