PróximoNível ao Domingo – 12

Sejam bem-vindos a um novo fascículo do PróximoNível ao Domingo ou PND para abreviar.

Em fim de semana de calor a torrar, vou começar por falar de Pokémon com uma viagem ao passado, recomendar um (ou mais) jogo para preparar a vossa colecção para o futuro e recomendar alguns vídeos que estavam em alta para esta semana.

Aqui vamos nós!

Para Recordar:

Era eu ainda um cachopo bem novito quando ouvi falar pela primeira vez em Pokémon. A série tinha acabado de estrear em Portugal e o jogo estava a caminho, mas não era apenas um, eram dois, o Pokémon Blue e o Pokémon Red.

A minha experiência começou com o Pokémon Blue e há que dizer com frontalidade que despejei tantas horas naquele jogo que podiam ter comprado acções numa fábrica de pilhas.

Mas qual era o grande chamariz de Pokémon? Estes jogos eram demasiado fáceis de perceber, tanto que o Inglês não era um obstáculo, mas o que os tornava tão viciantes era a complexidade crescente da aventura. Capturar e lutar era bom, mas havia que evoluir e apanhar todos os Pokémon, descobrir as fraquezas e vantagens de cada tipo. Simplicidade e complexidade misturadas em harmonia.

Com o passar dos anos, a inclusão de milhentos Pokémon, novos tipos e métodos de evolução levavam sempre a que alguns fãs torcessem o nariz a cada novo Pokémon, mas a verdade é que todos acabavam por voltar a tentar apanhá-los a todos, mais uma vez.

Com Pokémon X e Pokémon Y vão chegar novas criaturas, novas formas de treino, novas formas de jogar, e as novas Mega Evoluções. Mais uma vez a Game Freak vai arriscar e mais uma vez os fãs torcem o nariz, mas será assim tão mau? Apesar de achar que tanto o Blue e Red como o Gold e Silver são os melhores de todos, também tenho boas recordações do Ruby e Sapphire, Diamond e Pearl e do Black e White.

Os antigos são claramente inferiores quando comparados com os novos, mas temos de admitir que a nostalgia vai ganhar sempre. Ao admitir que os antigos eram melhores e tinham melhores Pokémon porque temos memórias fantásticas destes jogos, é um passo para perceber porque tanto fãs como não fãs estão a dar tanta importância e criticam ou defendem tanto o X e Y.

Não gosto da Mega Evolução do Kangaskhan, mas gosto das restantes. Não gosto que só um dos Starters tenha Mega Evolução, mas isso significa que vamos poder apanhar Starters das gerações anteriores. Pelo que parece mau, haverá sempre um ponto positivo, e aposto que a 12 de Outubro vamos todos voltar a relembrar os bons velhos tempos.

Para Jogar:

Ora bem, e para jogar, esta semana aconselho a que ponham a vossa colecção em dia. Comecem a jogar ou apanhem os raros que vos faltam em qualquer jogo da geração da Nintendo DS (Pokémon Diamond, Pearl, Platinum, Heart Gold, Soul Silver, Black, White, Black 2 ou White 2).

Porque agora? Simples, se começam a jogar em Setembro com o Hype do novo lançamento, é bem provável que chegue o novo jogo e estejam já um pouco cansados da formula. Joguem agora e preparem tudo para enviar depois para o novo jogo. Depois façam um intervalo antes de Outubro. Vão ver que vão aproveitar o Pokémon X e Pokémon Y de uma forma bem melhor.

Para ver:

Já que estamos em Pokémon, que tal vermos a revelação do Mega Kangaskhan? Eu fiquei “parvo” com a simplicidade e quando comparado com as outras Mega Evoluções, parece realmente meh e um design preguiçoso:

Fora de Pokémon, recomendo que vejam o novo Otakubox da Patrícia onde ela faz Unboxing à Figma Gold Saw de Black Rock Shooter:

Por fim, não deixem de ver também a nossa vídeo-análise a Tales of Xillia, um dos grandes JRPG deste ano que vale bem a pena jogar.

E por esta semana é tudo. Continuação de boas férias e até ao próximo Domingo.

Até loooooogo!

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Share

You may also like...