PN Jukebox #92 – Jak 3

Tinha a ideia de fazer um Jukebox dedicado à série Jak and Daxter há tanto tempo que até andava a pensar que já o tinha feito. Aparentemente não, e então decidi pegar no terceiro jogo e falar um pouco da minha experiência com a série.

Podem ficar descansados porque não irei estar a gritar por um Jak 4 tal como acontece todos os anos durante a E3, a Naughty Dog à muito que desistiu da série.

[Spargus City]

Era mais um Sábado normal como os outros e um amigo meu veio até à minha casa para passar-mos o dia na jogatana, e é aí que ele apresenta um jogo com o nome de “Jak 3” para a PlayStation 2, algo que era estranho pois até ao momento ele não possuía a consola. Acontece que durante a semana ele havia comprado uma e como primeiro jogo o empregado da loja decidiu recomendar-lhe Jak 3 e que bela dica essa foi, pois é um jogo bastante bom.

Obviamente como era o primeiro (e único) jogo dele que nem pedi para o ter emprestado mas não demorou muito até ter comprado a série toda num curto espaço de tempo graças à MediaMarkt que os tinha a um bom preço e em quantidades suficientes para garantir que havia sempre pelo menos uma cópia à minha espera até os ter comprado todos.

[Sewers]

Honestamente acabei por perder a conta à quantidade de vezes que completei este jogo e também os dois primeiros da trilogia. Não porque gostava imenso deles (e gosto) mas sim porque o meu irmão acabava sempre por apagar os dados do meu cartão de memória. Felizmente era apenas o cartão que continha jogos como Jak e outros semelhantes, já que no outro acabava por guardar coisas como Final Fantasy X e outro tipo de jogos longos e que duravam imenso tempo. A série Jak pode ter uma boa duração para o tipo de jogo que é mas completá-los era fácil quando comparado a algo como FFX que tomava muito mais tempo.

Falando em saves e Jak, muitos devem de estar familiarizados com o bug de Jak X: Combat Racing que era um pesadelo nas cópias Europeias do jogo. Este bug (pelo que me lembro da altura) estava relacionado com o auto-save onde o jogo ficaria preso eternamente a guardar os dados sem deixar o jogador continuar a jogar, sendo que a última alternativa era retirar o cartão e correr o risco de os dados ficarem corruptos. Isso acaba por me acontecer uma vez, mas Jak X não foi o jogo afectado mas sim Jak and Daxter: The Percursor Legacy. Embora o ícone do save de Jak X tenha sofrido umas mudanças o jogo ainda continuava a funcionar normalmente.

[Credits]

Na minha opinião Jak 3 é um bom final para a série, mas no entanto existe ainda um segredo que quero saber como aconteceu. Não é realmente um segredo mas quero saber como é que tudo relacionado com os Percursores foi construído tendo em conta X e X e também X e que requeria X. Foi realmente uma coisa que deixava a questionar se a Naughty Dog tinha algo em mente para um próximo jogo ou não antes de decidir emprestar o IP a outra companhia que não fez o melhor dos jogos apenas porque estava demasiada ocupada com o seu novo IP realista…

A série recebeu um remaster, que por alguma razão não está disponível na PlayStation 4 apesar de os jogos terem sido lançados na plataforma. Uma vez que Crash recebeu uns quantos bons remakes gostaria de ver o mesmo acontecer com a série Jak, ou pelo menos ver esta chegar a outras plataformas, mas o mais provável é a série já estar morta ao contrário das outras duas competidoras Sly e Ratchet que também já viram melhores dias.

 

Hey, já agora, e que tal um Jak 4?

Mathias Marques

Editor oficial desde Agosto 2014 Para além de videojogos também gosto de anime. Podem ver-me a apregoar sobre ambos os assuntos no site em forma de notícia, artigo ou análise. Tenho a sorte de encontrar momentos parvos enquanto estou a jogar, ou de os criar eu mesmo.

More Posts

Follow Me:
TwitterYouTube

Share

You may also like...