PN Jukebox #55 – Castlevania: Symphony of the Night

PNJ-jukebox-castlevania-symphony-of-the-night-02-pn

O site pode ter um novo visual, mas isso não quer dizer que vamos deixar alguns das nossas rubricas antigas para trás. Uma vez que estamos num período de mudança, o PróximoNível Jukebox vai passar a ser chamado simplesmente PN Jukebox . Também iremos mudar o símbolo da rubrica que utilizamos nas imagens de destaque, mas isso por enquanto ainda está a ser tratado.

Para esta semana vamos destacar a banda sonora de Castlevania: Symphony of the Night. A série Castlevania está prestes a comemorar o seu 30º aniversário este ano, é quase tão antiga como Super Mario Bros. e Mega Man. No entanto, eu só fui introduzido à série muito mais tarde quando comecei a jogar Symphony of the Night na minha PSP. É visto por muitos como o melhor jogo da série e a música é um dos pontos altos. Mas o que seria de esperar de um jogo que tem a palavra “sinfonia” no título?

Lançado em 1997 para a PlayStation original, Castlevania: Symphony of the Night é um jogo de plataformas 2D de acção com elementos RPG. Por outras palavras, um Metroidvania como alguns costumam chamar. É a sequela a Castlevania: Rondo of Blood e isso é bastante evidente pelo início do jogo que começa com a batalha final de Rondo of Blood contra Drácula (e o seu infame voice acting).

O jogo avança 4 anos e passamos a controlar Alucard, o filho de Drácula, que planeia destruir o castelo do seu pai após este ressuscitar novamente. Mas quando mal acaba de atravessar o hall de entrada, cheio de esqueletos, lobos gigantes e homens sereias, é impedido pela Dona Morte que retira-lhe todos os seus poderes e equipamentos. Caso contrário acabávamos o jogo em 10 minutos por ser tão OP.

O castelo do Drácula é um sítio enorme com diversas áreas diferentes, portanto a música ajuda a tornar estas zonas mais distintas umas das outras. A banda sonora criada pelo compositor Michiru Yamane contém elementos de diversos géneros musicais, desde clássico, techno, jazz, e até rock gótico e metal.

Pessoalmente tenho preferências às músicas dentro do género rock ou com um tom mais agitado, mas há outras mais calmas que gosto bastante como a música da biblioteca. Também temos o tema dos créditos que incluí canto, apesar de ser a pior parte da banda sonora toda porque não corresponde nada ao registo das outras músicas e parece uma música da Disney.

De momento, o futuro da série Castlevania, assim como as restantes franquias da Konami, é bastante incerto, para além da sua inevitável máquina de pachinko. Entretanto, já vimos vários jogos Metroidvania inspirados em Castlevania: Symphony of the Night e ainda vamos ter o novo jogo de Koji IgarashiBloodstained: Ritual of the Nightque promete ser um verdadeiro sucessor espiritual da série.

Gostaram das músicas? Sabiam do segredo do castelo invertido? Qual é vosso jogo favorito da série Castlevania? Não se esqueçam de comentar e não percam o próximo PN Jukebox que poderá envolver um anime ou um filme… ainda estou a decidir!

Sérgio Batista

Escolhido da ‘pug life’ que gosta sempre de arranjar jogos novos para a PS2.
Cosplayer casual, tira fotos em demasia nos eventos.

More Posts

Follow Me:
FacebookYouTube

Sérgio Batista

Escolhido da ‘pug life’ que gosta sempre de arranjar jogos novos para a PS2.
Cosplayer casual, tira fotos em demasia nos eventos.

  • Nirvanes

    Não joguei muitos Castlevanias mas é certamente o meu favorito. Comecei a gostar de Metroidvanias há pouco tempo, e gosto mais dos do género do SotN, ou seja mais melee do que shooter à lá Metroid. São os casos de Guacamelee por exemplo (que joguei oferecido aqui pelo loot do PN, thank you :D), os Shantae, de certa forma até o Steamworld Dig e a série Arkham do Batman. Mas sem dúvida que é um dos meus géneros favoritos agora até porque gosto muito da ideia do backtracking, e de explorar posteriormente os mesmos cenários, e de evoluir progressivamente.
    Joguei isto o ano passado e pouco tempo depois por esta altura comprei o Castlevania Dawn of Sorrow da DS porque percebi que dava continuidade a este género de Castlevanias (também gostei muito).

    Quanto à banda sonora…

    Odeio com uma certa paixão a Dracula’s Castle. Grr, lembro-me que foi uma das razões que me fez desgostar mais do jogo nas primeiras horas (para além da curva de dificuldade que exigia algum grinding, e eu não fazia a mínima ideia). Achei a banda sonora nas primeiras horas muito lame, gótica demais… depois felizmente melhorou.

    Gosto da Wood Carving Patita, da Lost Painting, Dance of Pales (isto sim já era algo que eu gostava mesmo a sério)… uma ou outra mais, mas o MIDI não ajudou nada esta banda sonora, não acho que seja nada de outro mundo.

    • Kanudo

      Está visto que não escolhi a banda sonora ideal para ti :c
      Há-de chegar o dia em que jogo Guacamelee e Shantae já que não te calas sobre esses jogos xD

      • Nirvanes

        Não têm uma OST propriamente boa esses acho xD não sei. Eu sou esquisito. Já fizeste a melhor OST que podias fazer para mim xD

        • Kanudo

          Essa não fui eu fiz, foi o Marco 😛

          • Nirvanes

            Ahahah não estava a falar dessa, estava a falar do Undertale xD