Opinião – RPGs, Grinding e Game Over!

game-over-continue-yes-no-pn-n

Se jogam RPGs então mais tarde ou mais cedo acabaram por enfrentar o comum problema de receberem um game over que acaba por deitar abaixo o vosso progresso.

Este acontecimento talvez possa ser referido em outros géneros, mas neste caso estou a falar apenas sobre RPGs, pois é onde tenho a minha experiência com os acontecimentos. Sobre aquelas horas que passaram no grinding e a explorar o mundo do jogo, colecionando itens, dinheiro, experiência ou o que quer que exista mais como missão secundária, apenas para morrerem durante um combate que era totalmente possível ganhar.

Para ser honesto, quando isso me acontece acabo sempre por sair do jogo. Não é um rage quit mas sim um “bored quit”, pois a vontade de estar novamente a fazer grinding não é muita, e em especial quando as coisas andam a correr bem e o progresso já é significativo. Então e porque é que não gravei? Mas eu fiz… há meia hora atrás… uma hora… duas… felizmente nunca passa disso, mas eu garanto que ia gravar mal acabasse aquele combate/dungeon!

final-fantasy-x-mt-gagazet-pn-n

Quando se trata do habitual “ir de um save point a outro” a frustração nem é grande, pois o que se perdeu está à nossa frente e vamos acabar por o receber novamente, e por vezes pode indicar que é necessário um pouco mais de grinding. Lembro-me perfeitamente de no Final Fantasy X de todas as vezes que chego ao Mt. Gagazet de algumas vezes acabar por ignorar os inimigos e apenas fazer o percurso até ao próximo save point, sendo que depois faço grinding por volta desse save point, uma vez que até existe uma boss battle mesmo à frente.

A frustração vem mesmo naqueles jogos onde apôs algum tempo a derrotar inimigos para qualquer um dos 4 fins mencionados no início, acabamos por sofrer uma derrota devido a um descuido nosso. Curiosamente isso costuma acontecer-me mais vezes na série Neptunia, faço grinding por algum tempo, e quando estou perto de guardar acabo por encontrar um adversário que me dá um pouco mais de trabalho, já que começo pela zona mais fraca e vou passando às mais fortes como meio de recolha de materiais.

Esse adversário não é totalmente difícil, mas na maior parte das vezes levo com o status de paralisia o que faz com que o meu turno seja passado à frente, e vejo as personagens morrer uma atrás da outra enquanto fico a amaldiçoar a minha decisão de não ter fugido ou gravado quando tive oportunidade…

four-goddesses-online-cyber-dimension-neptune-002-pn-n

A culpa acaba por ser completamente minha, devia de gravar mais vezes? Talvez. Devia de evitar inimigos mais fortes? Bem… depende do tipo de grinding, se for para itens então sim, agora se for para experiência, depende…

Muitas vezes parte da culpa também se deve ao facto de não querer usar as skills/magia para não gastar SP/MP e então apenas atacar normalmente. E quem diz MP também diz HP, a vida desce e desce e em certas ocasiões o sujeito recusa-se a usar poções por alguma razão, não é que as esteja a guardar para outra ocasião especial, e elas estão no inventário aos montes. Ninguém vai sentir a falta de uma ou duas, e o dinheiro por esta altura é mais do que suficiente para comprar o que foi usado…

Felizmente em alguns jogos tal como Kingdom Hearts ou Akiba’S Trip, um Game Over não significa regressar a último save, mas sim até à zona anterior. Sempre é mais rápido para perceber o que fiz de errado e meter um plano imediato para corrigir isso, ou, caso o problema seja o nível, mudar de ideias e ir aumentar um pouco. Esta aproximação sempre anula um pouco a tarefa de ter que refazer tudo desde o último save, o que acaba por ser mais apelativa para quem joga em dificuldades maiores.

dark-souls-3-analise-review-pn_00004

Dark Souls até que acaba por ser um exemplo especial, já que é parte da mecânica a possibilidade de recuperar as souls perdidas AKA a experiência que apenas se pode usar num “save point”. E se existe jogo onde a táctica de correr um save para o outro, Dark Souls é um deles.

O que eu tenho a aprender com isto é que quando um inimigo me está a dar problemas, não importa se o consigo derrotar com um bocado de trabalho, tenho é de fugir e ir gravar para não perder todo o progresso que fiz durante estas horas em que estive no grinding. Mas será que aprendo? Um bocado. Mas no próximo jogo volto a cometer o mesmo erro.

Então e vocês? Lembram-se de alguma experiência semelhante às descritas no artigo? Quais são as vossas tácticas mais usadas? Partilhem na zona de comentários!

  • Daniel Silvestre

    Eu sou daqueles que gosta de fazer grinding (e não devia que não tenho tempo para isso), mas não consigo evitar, especialmente nos JRPG que mais gosto : )

  • Kanudo

    Para mim, é mais frequente apanhar com situações onde estou a organizar o inventário, alterar os equipamentos e fazer uns upgrades e sou surpreendido por um boss logo a seguir. Acabo por perder e volto para o checkpoint com as alterações por fazer outra vez.