O que jogaram durante o mês de Novembro?

Novembro foi certamente um mês preenchido para mim. Deu para jogar muita coisa mas vou tentar reduzir aos mais relevantes para não prolongar muito.

A minha 3DS teve bastante atenção no mês passado. Comecei por finalmente concluir a história principal de Pokémon Sun (um ano depois), depois terminei o Hey! Pikmin (meh) e o Shovel Knight: Specter of Torment (muito catita). De momento, estou agora a jogar Monster Hunter Stories, o primeiro jogo da série que comprei, e está a ser engraçado por enquanto.

Novembro foi também o mês em que decidi comprar uma PS4 Pro e aproveitei logo as promoções da Black Friday para encher a biblioteca com alguns jogos, como inFamous: Second Son e Godzilla (tinha que ser). Apesar de não ter jogado na minha própria consola, estive a jogar Star Wars Battlefront II, um dos lançamentos que chamou mais à atenção no mês passado – por más razões. Limitei-me a jogar a campanha que não é nada de especial, tirando alguns momentos mais interessantes, e umas quantas partidas no modo Heroes vs. Villains que acaba por ser um pouco inferior ao jogo anterior. Não tem muita piada ser eliminado em meros segundos por uma Rey com Star Cards no máximo.

Talvez o jogo onde dispensei mais tempo do que necessário foi Animal Crossing: Pocket Camp. Mesmo que nunca tenha jogada um Animal Crossing antes, tirando o amiibo Festival, sinto que isto não é uma experiência completa como os títulos principais da série, e provavelmente não vou jogar isto por muito mais tempo. Ainda assim, porque é que continuo a ajudar estes animais que só vêm ao meu acampamento se tiver um sofá específico para depois se espojarem nele como se estivem na casa deles ? Este jogo é tão estúpido… mas quero aquele fato de Natal completo.

Então e vocês? O que jogaram durante o mês de Novembro?

Sérgio Batista

Escolhido da ‘pug life’ que gosta sempre de arranjar jogos novos para a PS2.
Cosplayer casual, tira fotos em demasia nos eventos.

More Posts

Follow Me:
FacebookYouTube

Sérgio Batista

Escolhido da ‘pug life’ que gosta sempre de arranjar jogos novos para a PS2.
Cosplayer casual, tira fotos em demasia nos eventos.

  • Este mês dei umas voltinhas no Borderlands. Terminei o primeiro e comecei o segundo episódio de The Walking Dead, no entanto a minha vontade em progredir no jogo diminuiu substancialmente.
    Cismei em jogar mais um pouco de Dishonored, mas tentar ser o máximo de discreto possível revelou-se uma tarefa árdua. Acabava sempre por descarregar os dardos em raiva no primeiro inimigo que aparece-se.
    Aproveitei o lançamento de Yu-Gi-Oh! Duel Links para PC para desafiar os meus amigos para uns quantos confrontos. Infelizmente para mim o jogo perdeu rapidamente o charme (tal como a sua versão mobile).
    Aquele que surpreendentemente mais me entreteve foi o Watch Dogs. Jogar na mínima resolução e explorar a estupidez do jogo revelou-se algo incrível. Certamente que neste mês continuarei a testar os limites do jogo.