Maratona DC – Superman III

superman-3-maratona-dc-pn

Seguimos para 1985 com o 3º filme do Super-Homem, desta vez realizado a 100% por Richard Lester. Em relação aos filmes anteriores, Superman III tem um tom bem mais cómico e é possível notar isso imediatamente nos primeiros minutos do filme, com uma situação ridícula a desencadear outra situação ainda mais ridícula.

Desta vez Clark Kent é enviado para Smallvile para escrever um artigo sobre a evolução da cidade nos últimos anos e é aqui conhecemos a sua amiga de infância Lana Lang com quem passa a maior parte do tempo. Eu não desgostei totalmente da personagem mas parece que surgiu do meio do nada apenas para substituir Lois Lane que está ausente em quase o filme todo.

Mas Christopher Reeve não é o único protagonista neste filme (infelizmente). Richard Pryor participa no papel de Gus Gorman, um génio de computadores que só descobre que é um génio de computadores quando toca num computador. Mais tarde é chamado pelo seu patrão Ross Webster, um genérico vilão milionário dos anos 80 (que podia facilmente ser substituído pelo Lex Luthor), que aproveita das aptidões de Gus para o seu benefício.

Eu não me recordo de ter visto muita coisa relacionada com Richard Pryor, mas parece que era um comediante bastante popular na altura, o que pode justificar a sua inclusão no filme, já que tende muito para a comédia. O único problema é que a personagem dele não tem piada nenhuma e quase metade do filme decorre na perspectiva dele.

Aliás, todo o filme deixa muito a desejar em vários aspectos. A única parte que deixou-me mais interessado foi quando o Super-Homem fica afectado por um pedaço de kryptonite falso e vira má pessoa. Deixa a barba por fazer, não salva ninguém, não dá ouvidos às crianças e é um autêntico garanhão. Eu preferia que tivessem explorado melhor esta ideia durante o filme em vez de perder tempo com comédia à pastelão.

Se estão com vontade de ver alguns dos filmes já existentes do Super-Homem e querem saber quais é que valem a pena, Superman III seria um daqueles que sugeria a passar à frente. Não é horrível, apenas estúpido, mas sinto que o próximo filme vai ser ainda pior.

Sérgio Batista

Membro do PróximoNível desde 2015. Tira fotos em demasia durante os eventos.

More Posts

Follow Me:
TwitterYouTube

Share

You may also like...