Maratona DC – Batman: The Movie (1966)

batman-the-movie-1966-maratona-dc-00-pn

Depois duma pequena pausa, está na altura de regressar à maratona DC enquanto esperamos pela estreia de Batman v Superman: Dawn of Justice. Desta vez, vou deixar os filmes de animação de lado e vou recuar 50 anos no tempo para um período onde o cavaleiro das trevas era bastante diferente dos dias de hoje.

Batman: The Movie é baseado na série televisiva que decorreu nos anos 60 e marcou a primeira longa-metragem do super-herói no grande ecrã. Tal como na série, Adam West assume o papel de Batman e é acompanhado com o seu fiel parceiro Robin, interpretado por Burt Ward.

Neste filme, o Duo Dinâmico está a investigar o desaparecimento de um oficial da Marinha que levava consigo uma nova invenção. Batman deduz que os responsáveis pelo seu desaparecimento foram os membros da United Underworld, um grupo constituído por 4 dos maiores vilões em Gotham: Joker, Penguim, Riddler e Catwoman.

Ao contrário do que estamos habituado, este Batman não se importa de trabalhar durante o dia e acrescenta a palavra “bat” em tudo e mais alguma coisa. Também demonstra ter um intelecto fora do normal, uma vez que revolve os vários enigmas do Riddler com as soluções mais disparatadas de sempre, mas diz aquilo com tal convicção que não tenho coragem de confrontar o Batman.

Os vilões também não ficam muito atrás, cada um mais excêntrico do que anterior. A Catwoman demonstra todos os tiques típicos de um gato purr-feitamente, e vão ficar com patos na cabeça depois de ouvir o Penguim a quaquejar tantas vezes. Apesar de ter maquilhagem em cima, continuo sem perceber porque é que o Joker não cortou o bigode. Talvez fosse a ideia do actor em representar a mente distorcida da personagem.

O filme tem noção de quão parvo é e não tem vergonha de o demonstrar constantemente. Para mim, a cena em que vemos Batman a tentar livrar-se de uma bomba continua a representar exactamente o que este filme é: bizarro, ridículo e divertido.

Muitos fãs preferem ignorar esta fase do Batman, mas acho que é importante não esquecer que ele já foi um pouco mais extravagante numa certa altura e nem sempre estava associado ao tom negro e maturo que estamos habituados hoje em dia. Quando é que foi a última vez que o Batman disse-vos que era importante fazer os trabalhos-de-case e colocar o cinto de segurança?

Se não se importam de ver algo mais exagerado, Batman: The Movie vai certamente entreter-vos. Agora tenho que me apressar e preparar o próximo artigo da maratona.

Share

You may also like...