Kevin Feige confirma que os direitos sobre Daredevil regrssam para a Marvel

Kevin Feige, o elemento no topo da hierarquia da Marvel Studios, garantiu o regresso dos direitos sobre Daredevil, ou, o Demolidor. A 20th Century Fox era a antiga detentora dos direitos, chegando a lançar uma longa-metragem de Daredevil (2003), com um resultado aquém das expectativas. Os estúdios atravessaram uma fase de avanços e recuos, para tentar aproveitar o período de detenção dos direitos, com o realizador David Slade (30 Days of Night) a ser o escolhido para lançar um reboot en 2011, com Brad Caleb Kane responsável pelo guião. A ideia nunca avançou e Slade desviou-se do projecto, desenvolvendo o episódio piloto da série da NBCHannibal.

Fox não aproveitou e a Marvel Studios, pela pessoa do presidente Kevin Feige, confirmou o regresso dos direitos sobre o personagem. Esta notícia implica várias inferências. Em primeiro lugar, o filme de 2003 ficou a léguas do potencial do Demolidor, com Ben Affleck a ter muitas dificuldades em compreender a complexidade do personagem de Matt Murdock. Em segundo lugar, a chegada da Fase 2 do universo de filmes Marvel, que irá culminar com o segundo filme dos Avengers (2015), pressupõe que a Fase 3 estará em processo de conceptualização. Já são equacionados filmes do Doutor Estranho e do Pantera Negra. Portanto, a Marvel, readquirindo os direitos sobre o Demolidor, deverá avançar para um novo filme do personagem em 2015. Por fim, será que vamos chegar a uma era em que poderemos desfrutar de reuniões e confrontos ente super-heróis? Uma equipa improvável entre o Homem-Aranha e o Demolidor? Um confronto épico entre Hulk e Wolverine? Ou uma aliança entre Thanus e Galactus? Só o tempo o dirá.

Share

You may also like...