Explorando o New Game + em Persona 5 (spoiler free)

No ano passado um dos JRPGs mais esperados pelo público foi lançado, tornando-se num jogo bastante falado pelos fãs e reconhecido em especial pela sua apresentação visual e banda sonora. Durante a minha aventura com esse jogo encontrei pontos altos e baixos que me deram uma opinião mista sobre o mesmo; a jogabilidade é óptima, a apresentação dos menus é perfeita e tal como é habitual a banda sonora não deixa a desejar; por outro lado tive uns pequenos problemas com a história em geral, algumas personagens e a maneira em como as dungeons estavam construídas. No entanto continuo a dizer que apesar dos seus pequenos problemas Persona 5 é um bom jogo, tanto que um ano mais tarde decidi voltar ao jogo e explorar o New Game + que o mesmo tem para oferecer.

Não se preocupem pois não vou apresentar qualquer tipo de spoiler neste artigo, sendo o objectivo deste apenas o reflectir sobre o modo New Game + de Persona 5. Há algum tempo atrás tinha iniciado um NG+ em Persona 4 Golden mas não cheguei a avançar muito nessa segunda aventura, sendo que não tive oportunidade de explorar o que o jogo tinha para oferecer nesta nova jornada com um “cheat mode”, apesar de querer platinar o jogo ainda num dia destes. Então com a súbita vontade de pegar em Persona 5, uma vez que o anime está para estrear no mês que vem, lá acabei por passear novamente pelas ruas de Tóquio.

Tenho a dizer que desta vez mudei de opinião no que toca a alguns Social Links das personages principais, tive mais tempo para as poder desenvolver e a resolução acabou por ser melhor do que esperava, já para não falar de que desta vez posso saltar as partes mais chatas de algumas personagens e assim não tenho de lidar com as situações más, o que me faz ter um melhor olhar sobre essas personagens. Por outro lado, outras personagens começaram a parecer-me chatas e sem nada para oferecer para além de certos momentos em que a história as destacava. Continuo a preferir o elenco de Persona 4 Golden, isto até porque já passei mais tempo com essas personagens nos várias spin offs e adaptações a anime, mas pelo menos esta segunda visita a Persona 5 melhorou a minha impressão inicial do grupo.

[Vejam a nossa análise escrita e em vídeo de Persona 5]

Obviamente que o motivo de alguém iniciar o New Game + em Persona é o de concluir os Social Links de forma rápida e livre de preocupações, e no que toca a personagens secundárias não gostei muito da interação com as mesmas durante a minha primeira “caminhada” pelo jogo. Mas uma vez que posso “andar a correr” sem ter de melhorar o charme, inteligência ou até sem ter de ganhar experiência a visitar as dungeons, consigo passar por estar personagens de forma mais rápida. E desta vez pude concentrar-me melhor nas personagens secundárias e assistir à sua história logo de imediato, sem grandes interrupções pelo meio. Basicamente as várias actividades extra que a série Persona oferece pode por vezes afectar a nossa experiência com estas histórias secundárias que ajudam a desenvolver as poucas personagens presentes nos jogos.

Mas por outro lado essas actividades secundárias tornam-se inúteis no New Game +, porque não é necessário usar os vários estabelecimentos, ler ou até estudar, uma vez que todas essas estatísticas já estão no máximo devido à minha jornada anterior. E já que os Personas coleccionados, dinheiro e até equipamento continuam presentes na minha pessoa, também não há necessidade de ir explorar as dungeons fora dos momentos necessários para a história, a não ser que o jogador esteja a atacar uma dificuldade mais difícil, ou seja, não existe razão para usufruir de um New Game + para além o de concluir os Social Links (que começam do zero) e hoje em dia para também ganhar os troféus, mais vale começar o jogo do zero caso queiram aventurar-se novamente pelo jogo e pelo o que o mesmo tem para oferecer.

É engraçado como um New Game + de um jogo acaba por nos tirar o prazer de participar em metade do jogo, faz-me lembrar aqueles jogos que após terminar permitem ao jogador de continuar a jogar e a explorar o mundo excepto que não tem nada para oferecer. E no caso de Persona a única razão para o fazer é o de concluir os Social Links sem grandes problemas, caso contrário recomendaria antes começarem do zero. Entretanto vou ficar a ponderar qual waifu escolher desta vez, enquanto que vos pergunto quantas chances já deram ao New Game + nos jogos de Persona, e o que costumam fazer nessas segundas jornadas pelos jogos da série.