Especial Halloween – Personagens mais aterradoras

Spooky scary skeletons, send shivers down your spine” é o que diz a letra da famosa música de Andrew Gold sobre o Halloween. A verdade é que para os membros da nossa equipa esqueletos são o menor dos nossos males, mas todos nós temos aquela personagem (dos mais variados meios) que nunca gostaríamos de encontrar nem que ela passe do lado oposto da cidade.

Como o Halloween anda por aí no ar, decidimos partilhar essas mesmas personagens convosco de maneira a que saibam o que nos aflige a alma e para que possam começar a ter ideias de cosplay para o próximo ano.

Adriana Silva – Xenomorph (Aliens)

alien-isolation-first-pics-6-pn

Acho que ninguém no seu perfeito juízo ficaria calmo se se deparasse com um Xenomorph – se é que teriam tempo de reagir antes deste vos atacar e vos introduzir um parasita que se apodera do vosso corpo e sai dos vossos intestinos (já para não falar da aparência destes bichos…acho que desmaiava de imediato só com o susto).

 

Alexandre Barbosa – Protopet (Ratchet & Clank)

Protopet

O conceito do protopet ou “protomascote” nas excelentes dobragens espanholas, é simplesmente aterrador. Imaginem que uma empresa cria um animal geneticamente modificado e que, à primeira vista, é adorável. Depois passa-se da mioleira e tenta matar-vos. E aí está a “protomascote”.

Resumindo o futuro e os seus animais geneticamente modificados podem ficar no futuro distante, a menos que tragam um parque temáticos com dinossauros verdadeiros, afinal o que poderia correr mal.

Protopet_Menace

Daniel Silvestre – Gaping Dragon (Dark Souls)

especial-personagens-aterradoras-halloween-gaping-dragon-pn

Ainda me lembro bem deste rapaz. Embora existam N bosses na série Souls (e estou a incluir Bloodborne), este boss é um dos mais perturbadores da série.

Não é muito pelo que faz ou como aparece, mas sim pela sua forma sinistra cheia quando abre o peito e mostra centenas de dentes pontíagudos na sua parte inferior. A sério, vejam bem todos aqueles dentes!

Existem monstros de Souls mais perturbadores, mas este era aquele que eu não ia querer encontrar à frente de certeza.

David Rocha – Os Pássaros de Birdemic

BIRDEMICwire

Águias e abutres que cospem ácido, explodem ao bater no chão e detestam humanos? Ver Birdemic é sem dúvida uma experiência horripilante que só os mais audazes se atreverão a fazer mais do que uma vez. Só sei que depois de ver este filme nunca mais saí de casa sem ter três ou quatro cabides à mão…

 

Roberto Silva – Elesh Norn, Grand Cenobite

Elesh_pn1

Mais aterrador do que uma raça de seres corrompidos que querem contagiar tudo e todos é uma raça de seres corrompidos que querem contagiar tudo e todos de forma organizada quase religiosamente. Os Phyrexianos aliados à Elesh Norn acreditam que todos temos potencial para ser mais mesmo que esse mais seja sob a forma de plasticina humana.

Além disso ela não tem olhos. Se a visse pela frente não só era capaz de me perder as minhas funções motoras como também passava vergonha de não saber para onde olhar. Nem quero imaginar como aquela pessoa que lhe segura o vestido se sente.

 

Sérgio Batista – Dono da loja de animais (Harry Potter e a Câmara dos Segredos)

especial-halloween-sergio-batista-harry-potter-pn

Quando era mais novo, eu era uma criança mesmo medrosa (lê outra vez, Guilhathorn), não podia ver nada com o mais pequeno sinal de terror, portanto refugiava-me em jogos mais animados  e que não aparentavam ter ambientes muito pesados. Mas até esses jogos podem proporcionar momentos que provocam calafrios quando menos esperamos, como foi o caso do jogo de Harry Potter e a Câmara dos Segredos para a PS2.

Enquanto estão a explorar Diagon Alley, uma das nossas tarefas é encontrar o material escolar que a Ginny Weasly perdeu e um desses materiais está na loja de animais. À primeira vista não parece um sítio muito assustador e o dono da loja é apenas um homem mal-disposto, mas é a música que torna a situação muito mais inquietante.

Depois do homem ralhar connosco, temos que ativar um botão para abrir uma porta sem sermos vistos. Podemos usar feitiços para causar barulho e distraí-lo enquanto entramos na porta para pegar no objeto que procuramos. Depois só temos que sair da loja sem sermos vistos novamente, caso contrário, o dono da loja vai atrás de nós e lança um feitiço que faz-nos abanar os braços às voltas descontroladamente para toda a eternidade! Ou pelo menos até recomeçarmos no checkpoint.

Hoje em dia, consigo concluir esta parte do jogo com facilidade, mas nunca vou esquecer-me dos nervos e do medo que aquele homem causou todos estes anos atrás.

 

—–//—–
 

Share

You may also like...