Especial – E agora Marvel?

marvel-logo-pn-especial-img

A Marvel estreou Vingadores: A Era de Ultron, o derradeiro filme da Fase 2, iniciada com Homem-de-Ferro 3, Thor: The Dark World, Captain America: The Winter Soldier e Guardiões da Galáxia (sobre o Ant-Man, já lá vamos).

Num balanço global, a Fase 2 foi melhor do que a Fase 1. Homem-de-Ferro 3 é melhor do que o segundo filme, Thor 2 também agradou, Capitão América pode gabar-se de ter o melhor filme da Marvel até hoje (na minha modesta opinião), e surgiu um wild card que acabou por chegar a públicos além do MCU (Marvel Cinematic Universe), nomeadamente, os Guardiões da Galáxia. Agora temos Vingadores: A Era de Ultron, o segundo all-star da Marvel, no qual os maiores super-heróis Marvel (mas só os personagens dos quais a Marvel detém os direitos), reúnem-se para enfrentar uma ameaça robótica que coloca o planeta Terra em perigo. Onde será que já vimos isto? Fundamentalmente, no primeiro filme, do qual Joss Wedhon rasurou a palavra alienígena e substituiu pela robótica. Se a sequela é melhor do que o antecessor, é discutível, existem nuances aqui e acolá, fica ao critério de cada um. Contudo, tão cristalino como a brisa da manhã: estivemos todos a ver o mesmo filme outra vez, literalmente.

Avengers age of ultron 1

Repetir a dose não é mau per si, aliás, Vingadores: A Era de Ultron oferece carradas de diversão, mas a questão neste momento é: até quando as pessoas estão dispostas a ver o mesmo filme?

Verdade seja dita, em relação à DC, os filmes da concorrência da Marvel ainda estão em processo de maturação, enquanto a Marvel sabe de onde vem e para onde vai, ficando a sensação de que a DC vai de bicicleta e a Marvel conduz um Ferrari, mas justiça seja feita, a DC está a tentar algo de diferente, o que torna o processo muito mais exigente e com maior probabilidade de dar em asneira.

Mas voltamos à Marvel. Não há dúvidas que Avengers: Age of Ultrn fará mais dinheiro no box-office do que Guardiões da Galáxia e Capitão América 2 juntos, no entanto, porque será que Kevin Feige (Produtor Executivo da Marvel Studios) abdicou de Joss Whedon (realizou os dois filmes dos Vingadores) e elegeu os irmãos Russo (responsáveis por Captain America: The Winter Soldier e a série Agent Carter) para a realização de Avengers: Infinity Wars?

marvel-fase-3-avengers-infinity-war-pn-n

Captain America: The Winter Soldier e Guardiões da Galáxia superaram as expectativas porque são dois trabalhos audazes com elevado grau de sofisticação. Em Guardiões da Galáxia, o realizador James Gunn teve liberdade criativa, e em Cap2 os autores viraram o arauto da justiça contra o estado, levantando várias questões sociais e políticas extremamente actuais (pesquisem por Edward Snowden). Em Winter Soldier, Capitão América não salva só o mundo, salva princípios e valores numa sociedade moderna e informatizada.

Posto isto, estou ansioso por Captain America: Civil War, tanto que o verniz entre o Tony Stark e o Capitão estalou várias vezes ao longo dos filmes da Fase 1 e 2, o único problema é… ainda não começaram as filmagens e o filme estreia em Maio de 2016 (andam a adiar por causa do Homem-Aranha e cá para mim vão ter de adiar a estreia).ant-man-test-footage-pn-img2

Por falar em estreia, Ant-Man chega aos cinemas em Julho, o alegado início da Fase 3, mas agora é o fecho da Fase 2… enfim. Esta indecisão e/ou omissão de confiança por parte da Marvel, deixa algumas dúvidas no ar. É garantido que a Marvel irá produzir um mau filme mais cedo ou mais tarde, e Ant-Man encaixa no perfil de filme com tudo para correr mal Se por um lado a Marvel demonstrou savoir faire, por outro há uma soma de factores em desfavor do Homem-Formiga.

O realizador Edgar Wright abandonou o projecto por alegadas divergências criativas com Kevin Feige, após oito anos a preparar o filme, sendo substituído em cima do joelho por Peyton Reed. Kevin Feige não admitiu ainda, mas deve estar arrependidíssimo “da Silva” por não ter cedido às ideias de Wright, tendo em conta que Ant-Man teve cenas regravadas, precisamente ao encontro da ideia original de Edgar Wright (embora com alguns flops no box-office, é um realizador com uma franja fiel e devota de fãs pelo reconhecido talento). Tanto para mais, James Gunn teve alguma liberdade criativa com Guardiões da Galáxia, e correu bem. O que teria acontecido a Ant-Man se Edgar Wright tivesse realizado o filme? Embora neste momento esteja com “dor de corno”, Joss Whedon afirmou que o guião de Ant-Man escrito por Edgar Wright foi o melhor texto que deu entrada nos escritórios da Marvel, até hoje.

Pois… e agora Marvel?

Share

You may also like...