Dragon Age 4 com desenvolvimento turbulento

A Bioware não tem estado na ribalta pelas melhores razões. Recentemente foram reveladas informações sobre o desenvolvimento de Anthem e de como este esteve em pré produção durante 5 anos e apenas 18 meses antes do lançamento foram utilizados para entregar o jogo ao público. Estes documentos acabaram por revelar uma péssima gestão e de como a culpa não estará apenas do lado da EA.

A juntar aos problemas, temos a nova filosofia de Games as a Service da EA que ainda não conseguiu encontrar sucesso, salvo raras excepções. Tudo isto a juntar a várias saídas do icónico estúdio vieram deixar muitas dúvidas sobre o futuro da Bioware e se esta se vai conseguir reerguer.

Dragon Age Inquisition foi um sucesso e uma sequela é esperada há muito tempo. No entanto parece que as notícias não são as melhores, especialmente tendo em conta a situação actual da Bioware. Logo após a conclusão do último dlc para Inquisiton, foi iniciado um novo projecto “Joplin” que daria origem a Dragon Age 4, a equipa foi separada várias vezes e eventualmente este primeiro projecto foi cancelado.

No final de 2017 um novo projecto com o nome “Morrison” foi iniciado com o intuito de se vir a tornar o próximo Dragon Age. Decorrem neste momento testes para reaproveitar o melhor de Joplin enquanto se encaixa o sistema Games as a Service da EA.

Ainda não existe data de lançamento para Dragon Age 4 e tendo em conta que o desenvolvimento ainda está a dar os primeiros passos, ainda pode demorar a chegar. Esperemos apenas que quando for altura, este chegue para vencer.

Alexandre Barbosa

Videojogos e séries de TV são o seu meio de entretenimento favorito. Desde jogos de plataformas a RPGs todos os jogos são um hipotético interesse. Ganhou também alguns traumas com certos videojogos mas isso já era de esperar. Agora já posso parar de falar sobre mim na 3ª pessoa?

More Posts

Share

You may also like...