Coleccionismo VS Importação – O eterno conflito

Estamos na altura do Natal, e há sempre aquela edição limitada ou figura que sabemos que queremos como prenda, mas já sabemos o senão de as importarmos — uma bela e longa visita à alfandega.

Sendo uma ávida coleccionadora de waifus e edições limitadas que por coincidência, nunca saem do Japão, sofro um bocado com isso, e sei que não sou (de longe) a única. O grande problema no meio disto tudo é a morte lenta do coleccionismo (pelo menos destes artigos em questão), cuja aquisição se torna cada vez mais dispendiosa e como tal, mais dificultada.

Lembro-me muito bem de há uns anos, quando podia encomendar figuras até aos 36 euros sem ter de levar com uma data de taxas em cima e podia vir feliz e contente para casa, de saco na mão. Hoje em dia isso já não acontece.

A alfândega arranja mil e uma maneiras de nos cobrar serviços e cada vez menos existe a possibilidade de importar para Portugal (sem as tais taxas em cima), até mesmo presentes são cobrados, o que é simplesmente ridículo e um golpe baixo da parte deles.

Posso afirmar que desde que saíram as novas leis, só encomendei umas duas coisas das quais me foram cobradas taxas, mas mesmo assim pesa na carteira e a menos que uma pessoa se mentalize de que vai levar com uma data de taxas em cima (e se for algo que realmente valha a pena), então é uma autêntica chatice e grande dor de cabeça, que para além de tudo isso ainda nos faz sentir culpados de certa forma por estarmos a comprar algo que é do nosso agrado (mas que como vem de fora da União Europeia, fica preso).

E vocês? Tiveram dificuldades desde que estas novas leis saíram? Houve alguma possível prenda de Natal que acabaram por não comprar por alguma razão semelhante? Podem deixar a vossa opinião na zona de comentários.

Adriana Silva

Fã de videojogos, especialmente RPGs, Visual Novels e jogos de ritmo.
Gosto de anime, light novels e séries de televisão.
Devido à escolha de Steins;Gate, vim parar a esta linha temporal.
Cosplayer de coração, aspiro ser uma grande treinadora de Pokémon. (pelo menos melhor que o Ash…) Se isso não der certo, contento-me com governar Hyrule ao lado do Link.

More Posts - Website

Adriana Silva

Fã de videojogos, especialmente RPGs, Visual Novels e jogos de ritmo.
Gosto de anime, light novels e séries de televisão.
Devido à escolha de Steins;Gate, vim parar a esta linha temporal.
Cosplayer de coração, aspiro ser uma grande treinadora de Pokémon. (pelo menos melhor que o Ash…) Se isso não der certo, contento-me com governar Hyrule ao lado do Link.

  • Eduardo Herculano

    Não poderia concordar mais, a dois meses atrás encomendei umas 3 figuras de um site japonês, e quando os CTT me chegaram a porta com 110€ para pagar ate fiquei doente xD.