Análise – FIFA 18

A temporada continua e com a chegada de FIFA 18, está na altura de saber se a edição deste ano consegue superar a do ano passado. FIFA 17 trouxe algumas novidades de peso e afinou a jogabilidade a ponto de a tornar bem mais parecida com uma partida a sério….

Análise – Project Cars 2

Ao longo dos anos, tenho vindo a reparar que existe um feudo recorrente entre aqueles que jogam jogos de carro por lazer e os restantes, porque querem ser desafiados tal como um piloto profissional numa pista real. Quanto a mim, sempre preferi andar no meio da linha, optando por conduzir…

Análise – WRC 7

  No ano passado, WRC teve finalmente competição à altura com Dirt Rally, ficando numa posição de cheque, onde tinha de dar muito mais do que tinha para competir. Em modo relâmpago, a Codemasters voltou a responder com DIRT 4 e a luta continua para este ano. Quando analisei a…

Análise – Marvel vs. Capcom: Infinite

Criado numa altura em que fundir universos ainda era algo raro, Marvel vs Capcom foi uma estranha mas muito agradável experiência. Desde essa altura, não foram poucas as franquias que acabaram por se misturar, alargando horizontes a novas histórias e fusões. Mesmo que muitas fusões tenham resultado em poucos episódios,…

Análise – PES 2018

Está novamente na altura de colocar a bola no relvado e disputar o lugar no pódio para o grande jogo de futebol do ano. O primeiro a abrir hostilidades é PES 2018, o qual tem vindo a fazer um percurso bastante sólido nas últimas edições. Este ano, PES 2018 chega…

Análise – Destiny 2

O 1º Destiny foi recebido com imenso hype, ainda me lembro de todo o burburinho causado desde as suas aparições na E3 até ao seu lançamento e que o resultado não foi o melhor depois do lançamento. Destiny foi um produto com um grande foco no multijogador online mas que…

Análise – Agents of Mayhem

Agents of Mayhem parece saído de um desenho animado do fim do século XX. Personagens cheias da carisma, explosões, um grupo de vilões maquiavélicos que querem dominar o mundo e um grupo de “heróis” que acham que têm piada. Num 1º vislumbre não fui capaz de perceber exactamente o que…

Análise – Sonic Mania

Como muitos de vós, este ano a minha lista de jogos esperados é bastante longa, mas o jogo que liderava esta lista até então já chegou, e sim, é Sonic Mania. Para os que me conhecem ou que já estão a pensar que morri de amores assim que vi o…

Análise – Micro Machines: World Series

A série Micro Machines é uma das marcas mais adoradas e compradas no que toca a carrinhos de bolso, no entanto, também ficou guardada na memória de muitos através de uma série de jogos lançados quase 20 anos atrás. No meu caso, tenho muitas e boas memórias de Micro Machines…

Análise – Get Even

É curioso como um jogador que nunca foi grande fã de jogos de terror, tenha um fascínio por universos negros como Dark Souls. Também é curioso que esse mesmo jogador consiga ser fã de histórias complexas, mas não consiga encontrar entusiasmo em coisas mais psicológicas. Como já devem ter percebido,…

Análise – Dirt 4

Durante vários anos, o jogo oficial do WRC dominou as plataformas de nova geração, não tendo tido qualquer concorrência na área do Off-Road por parte da Codemasters. No ano passado, a realidade mudou quando Dirt Rally chegou às consolas, depois de uma passagem vitoriosa também pelo PC. Em velocidade quase…

Análise – Final Fantasy XV: Episode Prompto

Plataformas: PlayStation 4, Xbox One Versão de Análise: PlayStation 4 Informação Adicional: DLC. Imagens retiradas durante as sessões de jogo. Três meses já se passaram desde o lançamento de Episode Gladiolus e o novo conteúdo adicional para Final Fantasy XV já está disponível com Episode Prompto. Tendo em conta que o…

Análise – Tekken 7

Esta geração de consolas/PC não tem estado nada mal no que toca a jogos de luta, com pesos pesados do género como Street Fighter, Guilty Gear e até Mortal Kombat. Curiosamente, a Bandai Namco ainda não tinha entrado na festa quer com Tekken ou Soul Calibur. Depois de tanto tempo…

Análise – The Surge

Lembram-se de Lords of the Fallen? Pois bem, The Surge é um jogo feito por essa mesma equipa que segue as pisadas daquilo que hoje conhecemos como um “Souls type game“, que é como quem diz: “Um jogo ao estilo de Dark Souls.” Assim sendo, preparem-se para morrer… muitas vezes….

Análise – Injustice 2

Mesmo não sendo um dos melhores jogos de luta de todos os tempos, com o primeiro Injustice, a Netherrealm conseguiu dar finalmente um destino com muita qualidade aquilo que foi em tempos DC vs Mortal Kombat. Com um bom número de vendas e uma boa quantidade de fãs, era quase…

Análise – Puyo Puyo Tetris

O género de construção de puzzles é um dos mais antigos da indústria e um dos maiores exemplos clássicos disso mesmo é Tetris. Lançado em dezenas de plataformas, formatos e spin-offs, Tetris tem como base uma mecânica intemporal que ainda hoje consegue manter os jogadores agarrados a ele. Por isso…

Análise – Lego City Undercover

Lembram-se quando a Wii U ainda estava nos seus primeiros tempos de vida e tudo levava a crer que iria ser um grande sucesso? Essa foi a altura em que estúdios como a TT Fusion começaram a criar jogos exclusivos que iriam apelar a uma audiência em crescimento. Como todos…

Análise – Halo Wars 2

O mundo de Halo é vasto e dá aso a inúmeras histórias que a série tem para oferecer. Por isso existiram vários tipos de jogos dentro deste universo e até outro tipo de difusão desta marca como séries animadas, livros, figuras, etc. Uma das alternativas mais interessantes foi a introdução…