Análise – J-Stars Victory Vs +

Se havia jogo que os fãs de Anime mais podiam desejar para o ocidente, esse seria J-Stars Victory Vs. +. Com a quantidade de personagens icónicas de mais de uma dezena de Animes e Manga, este é o Natal do género para todos os fãs. A localização ocidental parecia impossível…

Análise – Batman Arkham Knight

Depois de um Batman Arkham Origins que conquistou muitos, mas deixou a desejar para alguns, a Rocksteady regressa para acabar a trilogia original de Arkham. Com os olhos postos apenas na nova geração e com muita vontade de criar a verdadeira experiência do que é ser Batman, o resultado final…

Análise – LEGO: Jurassic World

Enquanto existirem jogos e filmes que podem vir a dar em jogos, vão estar cá para nós os jogos da LEGO. Agora que já foram recriadas dezenas de franchises, porque não aproveitar o lançamento de Jurassic World para recriar a saga? É essa mesma a proposta de LEGO: Jurassic World, no…

Análise – Project Cars

Como apreciador de jogos de corridas, vivo numa linha de pensamento engraçada. Os meus jogos favoritos de corrida são da série Burnout, mas passei centenas de horas agarrado a Gran Turismo a tirar licenças e realizar os campeonatos. Por muito que goste mais de outros géneros, os jogos de corrida…

Análise – Helldivers: Turning Up The Heat

Helldivers foi um jogo que surpreendeu muitas pessoas mas que apresentava falhas gritantes em alguns aspectos. A Arrowhead ouviu as críticas dos jogadores e meteu mãos ao trabalho e lançou a expansão gratuita Turning Up The Heat que vinha com a premissa de resolver alguns desses problemas. Será que conseguiu…

Análise – The Escapists

Num mundo recheado de jogos de tudo e mais alguma coisa, também teria de surgir algo como The Escapists, um simulador de fuga prisional. Com um estilo retro muito próprio, este não é um jogo de accão ou aventura, mas sim um puzzle em movimento com várias vertentes. The Escapists…

Análise – Color Guardians

A primeira impressão que o jogo oferece é a de um Rayman sem pernas (tal como foi dito por um certo pug), e apesar da parecença visual entre ambos, os dois jogos acabam por ser bem diferentes. Color Guardians é um action side-scroller, e apresenta-nos um reino onde a cor é…

Análise – Paperbound

É tão bom quando somos apanhados de surpresa por um projecto que não fez grande alarido antes de chegar. Paperbound podia ser um jogo indie, mas foi daqueles que fez muito pouco por merecer destaque. O trailer era engraçado e tinha piada, mas não parecia algo que iria gastar muito…

Análise – Game of Thrones: Sons of Winter

Apôs os três primeiros episódios eis que chega a vez de o quarto ser analisado, e por alguém que não tem conhecimento prévio sobre a série Game of Thrones para além dos mais óbvios spoilers. A “adaptação” que a TellTale Games tem andado a fazer tem sido motivo de conversa…

Análise – Farming Simulator 15

Existem vários tipos de jogos que ficam muito bem no PC, e que por várias razões não dão o salto para as consolas. Um jogo como Farming Simulator é um desses, afinal, é dedicado a um nicho de jogadores que têm alguma espécie de fascínio por este género e conseguem…

Análise – Omega Quintet

A Compile Heart é uma companhia de jogos que faz parte da Idea Factory, conhecida por desenvolver jogos do tipo Puzzle e RPG’s Japoneses. Omega Quintet é um dos primeiros JRPG lançados para a PS4 sendo que estão muitos mais na calha para os próximos tempos. A base da história de Omega Quintet…

Análise – Mortal Kombat X

Parece que já vão longe os tempos em que Mortal Kombat perdeu o rumo e começou a extravasar além dos limites do bom senso, mesmo para um jogo em que arrancam espinhas pelo pescoço ou esmagam corações pela caixa torácica é normal. Mortal Kombat 9 foi uma aposta ganha e…

Análise – Assassin’s Creed Chronicles China

Asassin’s Creed Chronicles China segue a história de Shao Jun após os acontecimentos de Assassin’s Creed Embers. Assassin’s Creed Chronicles China não é um estilo de jogo novo na série, tendo parecenças com Assassin’s Creed: Altaïr Chronicles e Assassin’s Creed II: Discovery; estes dois jogos foram lançados para a Nintendo…

Análise – Toukiden Kiwami

Embora Monster Hunter venha a ser a eterna referência no que toca ao estilo Hunter Game, a verdade é que têm vindo a surgir bons jogos que emulam o seu estilo. Curiosamente, com a ausência da série na PS Vita, acabaram por surgir várias opções para colmatar a sua ausência….