Análise – Farpoint

Um dos grandes problemas do VR até agora, tem sido exactamente o mesmo problema de todos os tipos de tecnologia que acabam por aparecer no mundo dos videojogos, ou seja, aproveitar a novidade para criar algo que faz sentido dentro do que já existe, mesmo que não seja divertido. O…

Análise – LocoRoco Remastered

LocoRoco foi lançado há 11 anos atrás, e continua a ser bastante adorável na sua versão Remastered. O jogo saiu originalmente para a PSP e apesar de não ter vendido muito na altura, ganhou imensos fãs e teve críticas bastante positivas. O que distingue LocoRoco de outros jogos são as suas cores garridas e…

Análise – Akiba’s Beat

Plataformas: PlayStation Vita, PlayStation 4 Versão de Análise: PlayStation 4 Informação Adicional: Cópia para análise. Imagens retiradas durante as sessões de jogo. Não será mentira nenhuma se eu disser que Persona 5 roubou os corações de muitos como o melhor JRPG deste ano, e muito provavelmente jogo do ano (ou…

Análise – Dragon Quest Heroes 2

Há uns anos atrás, a série Dynasty Warriors era vista como um nicho, uma sequência de jogos destinados a uma quota de mercado mais pequena que não tinha problemas em repetir os mesmos cenários para derrotar vagas de inimigos de forma repetitiva. Curiosamente, eu sou um desses jogadores que não…

Análise – Persona 5

(Esta análise de Persona 5 foi totalmente criada de forma a evitar qualquer tipo de Spoilers de história ou elementos mais importantes de jogabilidade). Já faz mais de um mês desde que Persona 5 foi lançado para a PS3 e PS4 e quase todos aqueles que o aguardavam com bastante…

Análise – Puyo Puyo Tetris

O género de construção de puzzles é um dos mais antigos da indústria e um dos maiores exemplos clássicos disso mesmo é Tetris. Lançado em dezenas de plataformas, formatos e spin-offs, Tetris tem como base uma mecânica intemporal que ainda hoje consegue manter os jogadores agarrados a ele. Por isso…

Análise – Lego City Undercover

Lembram-se quando a Wii U ainda estava nos seus primeiros tempos de vida e tudo levava a crer que iria ser um grande sucesso? Essa foi a altura em que estúdios como a TT Fusion começaram a criar jogos exclusivos que iriam apelar a uma audiência em crescimento. Como todos…

Análise – Mass Effect: Andromeda

Mass Effect: Andromeda é um jogo muito esperado pelos fãs da trilogia original e também um dos jogos mais polémicos dos últimos tempos. A polémica instalou-se com o aparecimento de alguns segmentos de jogabilidade em que algumas animações no mínimo desastrosas causaram uma revolta e infinitas comparações que ridicularizaram o…

Análise – Malicious Fallen

Plataformas: PlayStation 4 Versão de análise: PlayStation 4 Ao longo destes anos tenho jogado maioritariamente JRPGs e jogos de acção e plataforma, sendo que nestas duas últimas gerações tenho vindo a jogar um pouco mais no que toca ao género de first-person-shooter e third-person-shooter. E obviamente que ainda existem vários…

Análise – Lego Worlds

  As possibilidades de construção com blocos de lego são imensas e apenas limitadas pela vossa imaginação. Lego Worlds tenta trazer esta possibilidade de construção para o mundo dos videojogos adicionando uma pitada de aventura a esta ideia, no entanto algumas limitações iniciais fazem com que nem tudo valha a pena….

Análise – NieR: Automata

O mundo dos videojogos, tal como tantos outros, está cheio de ironia e coisas inesperadas. Quando Drakengard e NieR foram lançados originalmente, só meia dúzia de grandes fãs de jogos japoneses e RPG é que lhes deram o devido respeito. Vários anos passados e um Drakengard 3 pelo caminho e…

Análise – Robinson: The Journey

Até agora, os jogos do PS VR que fui jogando acabam por se revelar ou bastante bons ou bastante medianos. Alguns são aquilo que queremos desta tecnologia, outros são uma dor de cabeça no verdadeiro sentido da palavra. Robinson: The Journey da Crytek era um dos vários jogos prometidos para…

Análise – Tales of Berseria

Para quem já conhece Tales, os jogos desta série são conhecidos por ter uma história longa, enredo um tanto melodramático, gráficos cel shading com traços de anime e um sistema de batalha em tempo real. Tales of Berseria apresenta tudo o que referi acima, à excepção de uma coisa ou…

Análise – Sniper Elite 4

Este é um daqueles jogos que leva à letra o seu nome, normalmente quando pensamos num Sniper, pensamos apenas nos momentos em que se prime o gatilho, no entanto esquecemos-nos de toda a correria, preparação e empenho necessários para levar a cabo estas missões de forma a sair vivos destes…

Análise – Resident Evil 7: Biohazard

Depois de uma fase turbulenta por parte da série Resident Evil, a Capcom decidiu fazer um restart à série e focar-se em princípios mais básicos. Longe dos últimos jogos da série, Resident Evil 7 apresenta-se como um regresso às raízes no sentido em que o medo do visível e invisível…