Análise – God of War

Jogo analisado numa PS4 e testado numa PS4 Pro Descrever algo praticamente perfeito é bastante complicado mas é aquilo a que me proponho com esta análise, sem estragar nada sobre a sua história ou envolvente para que também vocês possam ter a experiência que eu tive. Segundo a ordem cronológica,…

Análise – Far Cry 5

  Hope County é um local que tem tanto de belo como de perigoso, a recriação de uma área rural americana nas colinas de Montana está muito bem conseguida e serve de palco para uma história assustadora. Tudo começa quando o departamento da polícia invade o sermão de Joseph Seed…

Análise – Burnout Paradise Remastered

Se existe algo de que a indústria de videojogos pode gabar alegremente, é da sua capacidade para improvisar e seguir ideias que não iriam correr lá muito bem em outros meios. Se já existiam jogos de carros e jogos de luta, porque não misturar os dois numa espécie de estranha…

Análise – Attack on Titan 2

Attack on Titan é cada vez mais uma série de culto no que toca ao universo do Anime e os fãs mais dedicados que não puderam esperar pela série, continuam a ler o manga à procura de mais respostas para algumas das perguntas que ainda estão por responder. Entretanto, a…

Análise – Life is Strange Before the Storm

Vindo das mãos da Dontnod (os criadores de Remember Me), Life is Strange trouxe ao mundo dos videojogos um novo estilo de jogo de aventura que conseguiu cativar vários géneros de público. É certo que os seus elementos naturais traziam algo de estranho a este universo, mas faziam parte da…

Análise – Devil May Cry HD Collection

Em tempos remotos onde ainda não existiam bruxas seminuas a lutar contra anjos, Devil May Cry fez da PS2 a sua plataforma de eleição, com três lançamentos que trouxeram Dante até às luzes da ribalta. Embora nem todos tenham tido o mesmo tipo de impacto ou aceitação, foi uma série…

Análise – Ni No Kuni 2: Revenant Kingdom

Vindo de uma união de sonho entre a Level-5 e os Estúdios Ghibli, Ni No Kuni foi uma das melhores experiências RPG épicas da geração passada. Uma sequela seria mais do que esperado, mas desta vez, a Level-5 resolveu percorrer o caminho a sós, juntando apenas algumas das pessoas que…

Análise – Frantics

O Playlink já teve tempo suficiente no mercado para permitir com que os jogadores e curiosos pudessem perceber o conceito e todas as possibilidades. Desde que foi lançado, já recebeu vários jogos que puseram à prova o conceito. Frantics é a aposta mais recente no universo Playlink e tenta levar…

Análise – Steins;Gate 0

Plataformas: PlayStation Vita, PlayStation 4, Versão de Análise: PlayStation Vita Informação Adicional: Potenciais spoilers sobre o jogo anterior. Imagens retiradas durante as sessões de jogo. Steins;Gate é uma série que conquistou muitas pessoas, no que toca ao Ocidente o primeiro contacto feito com Steins;Gate foi através da adaptação anime em…

Análise – Metal Gear Survive

Criadora: Konami Digital Entertainment Editora: Konami Plataforma: PC, PS4, Xbox One Data de lançamento: 22-02-2018 Quando Metal Gear Survive foi anunciado em 2016, a recepção foi tudo menos positiva. Muitos fãs ainda estavam ressentidos com a forma como a Konami tratou Hideo Kojima e não gostaram da mudança para um jogo de sobrevivência…

Análise – Bravo Team

Durante a era dos comandos com movimentos, não faltaram jogos que tentavam tirar partido da tecnologia, apenas para ser mais um a tentar ganhar algum dinheiro no meio da moda. Curiosamente, esta tendência está a aparecer no universo VR e o Playstation VR tem sido alvo de bastantes investidas neste…

Análise – Secret of Mana

A Square-Enix parece estar empenhada em trazer de volta alguns dos seus jogos clássicos para os tempos mais actuais. Se alguns sofrem remodelações colossais, como é o caso de Final Fantasy VII, outros surgem quase iguais, mas com roupagens que não agradam a todos. Secret of Mana é um dos…

Análise – Moss

Moss é um jogo exclusivamente para PlayStation VR mas que, ao contrário da maioria, é de plataformas e, apesar de ser na primeira pessoa (já lá irei), tem um ponto de vista fixo em cada uma das áreas, o que faz com que este seja um dos jogos mais acessíveis…

Análise – Dynasty Warriors 9

Dynasty Warriors é aquela série de jogos mundialmente famosa por ser adorada ou odiada pelos jogadores. Para quem gosta, este é um jogo sobre a história da China e dos três reinos, onde podemos escolher uma de várias personagens e obliterar hordas de inimigos com o pressionar de alguns botões…

Análise – Lost Sphear

Criado pelo estúdio Tokyo RPG Factory, I Am Setsuna foi um jogo desenvolvido com um contexto bastante próprio. O objectivo era recordar os jogos de RPG de antigamente, com tema, visual e combates similares aos clássicos. Com o sucesso atingido, foi dada luz verde para um novo jogo, desta feita…

Análise – Kingdom Come Deliverance

No que diz respeito ao estilo RPG, a maioria dos jogos gostam de utilizar a fantasia como o seu porta-estandarte, seja por feitiçaria, dragões ou raças míticas. Por vezes esses mesmos jogos implementam alguns sistemas mais realistas, outros optam por mecânicas que se adequam a um certo tipo de jogo…

Análise – UFC 3

UFC (Ultimate Fighting Championship) é bastante agressivo e rege-se por regras bastante restritas, os jogos deste desporto têm estado a cargo da EA Sports e este UFC 3 é em simultâneo o melhor e o pior jogo de simulação de luta que alguma vez joguei. O início é extremamente atribulado….

Análise – Root Letter

Plataformas: PlayStation Vita, PlayStation 4, PC, Mobile Versão de Análise: PlayStation Vita Informação Adicional: Imagens retiradas durante as sessões de jogo. Hoje em dia quando se fala de visual novels no Ocidente o mais provável é os jogadores se estarem a referir à versão Inglesa de uma visual novel que…