Análise – Guitar Hero Live

Por vezes, por muito boa que uma banda seja, o último reduto para impedir a saturação passa por recorrer a um Hiatus e deixar passar algum tempo. Esta foi a estratégia de Guitar Hero, que após praticamente cinco anos e vários jogos depois, volta do mundo dos mortos com um…

Análise – Dengeki Bunko: Fighting Climax

Desde que Dengeki Bunko: Fighting Climax saiu no Japão há um ano atrás, eu tenho torcido para que chegasse à Europa e aos EUA. Ora esse dia finalmente chegou, e posso dizer que a espera valeu a pena. Dengeki Bunko é uma revista que publica Light Novels e pertence à Ascii Media Works. Muitas…

Análise – WRC 5

Se existem um problema com uma licença externa ao mundo dos videojogos, é que estas acabam por passar de mãos a dada altura do campeonato. Lembram-se da Evolution Studios e o trabalho feito em WRC na era da PS2? E o da Milestone? Foram trabalhos de longa duração que foram…

Análise – Saint Seiya Soldiers Soul

Criado nos anos 80, Saint Seiya foi sem dúvida uma série que marcou a infância de muitos, incluindo a minha. Saint Seiya não teve muitos jogos até à actualidade, e muitos deles não chegaram à Europa por não ser muito popular tanto no Japão, como nos Estados Unidos, o que…

Análise – Destiny The Taken King

Destiny é daqueles jogos que acabou por nunca desaparecer. O lançamento pode ter ficado aquém para alguns, mas a Bungie conseguiu agarrar um bom grupo de seguidores. Entretanto, a Bungie continuou a trabalhar em novos conteúdos para conseguir cumprir a promessa original, fazer de Destiny um mundo permanente capaz de…

Análise – FIFA 16

Apesar de não ter sido um mau jogo, todos sabem que a edição do ano passado de FIFA ficou bastante aquém das expectativas, especialmente quando a qualidade da concorrência está em crescimento acentuado. Se a EA quer recuperar a liderança, tinha de fazer de FIFA 16 um jogo ainda mais…

Análise – One Piece Pirate Warriors 3

Quem diria que em tão pouco tempo, One Piece ia passar de uma série com jogos assim-assim, para uma linhagem forte de lançamentos feitos pela Bandai Namco. Embora One Piece possa ser retratado em vários géneros, é One Piece Pirate Warriors que chega mais próximo do estilo da série. Como…

Análise – PES 2016

Existe uma espécie de ciclo nos vários estilos de videojogos. Durante uma geração, a vitória vai para um lado da barricada, enquanto em outra, os papeis são invertidos. Se bem se lembram, no ano passado, na luta directa entre PES e FIFA, acabei por reconhecer que o PES saiu vencedor,…

Análise – Lost Dimension

Quando um jogo tem escolhas morais, ou mesmo quando não tem, eu decido sempre ser bonzinho, ou pelo menos, o que a meu ver é bom naquele momento. Se acabo por ser um otário ou dar uma chapada a alguém é porque a situação assim o exigia no jogo… ou…

Análise – Guilty Gear Xrd -Sign-

Já lá vai mais de um ano desde que a nova geração arrancou e ainda não se viram muitos jogos de luta feitos de raiz a pensar nesta geração. Mortal Kombat foi um misto, Tekken está a caminho, Street Fighter 5 ainda só agora foi anunciado e ainda nem se…

Análise – J-Stars Victory Vs +

Se havia jogo que os fãs de Anime mais podiam desejar para o ocidente, esse seria J-Stars Victory Vs. +. Com a quantidade de personagens icónicas de mais de uma dezena de Animes e Manga, este é o Natal do género para todos os fãs. A localização ocidental parecia impossível…

Análise – LEGO: Jurassic World

Enquanto existirem jogos e filmes que podem vir a dar em jogos, vão estar cá para nós os jogos da LEGO. Agora que já foram recriadas dezenas de franchises, porque não aproveitar o lançamento de Jurassic World para recriar a saga? É essa mesma a proposta de LEGO: Jurassic World, no…

Análise – Helldivers: Turning Up The Heat

Helldivers foi um jogo que surpreendeu muitas pessoas mas que apresentava falhas gritantes em alguns aspectos. A Arrowhead ouviu as críticas dos jogadores e meteu mãos ao trabalho e lançou a expansão gratuita Turning Up The Heat que vinha com a premissa de resolver alguns desses problemas. Será que conseguiu…

Análise – Game of Thrones: Sons of Winter

Apôs os três primeiros episódios eis que chega a vez de o quarto ser analisado, e por alguém que não tem conhecimento prévio sobre a série Game of Thrones para além dos mais óbvios spoilers. A “adaptação” que a TellTale Games tem andado a fazer tem sido motivo de conversa…

Análise – The Awakened Fate Ultimatum

The Awakened Fate Ultimatum começa de uma forma parecida ao seu antecessor The Guided Fate Paradox. No mundo dos humanos um rapaz é escolhido para se tornar Deus, no entanto ao contrário de ganhar uma lotaria, aqui o nosso protagonista é atacado por anjos da morte. Algo que saltará de…

Análise – Tokyo Twilight Ghost Hunters

  Entrei na equipa do PróximoNível com o intuito de trazer conteúdo maioritariamente relacionado a anime, mais propriamente, análises a anime. Mas devido há falta de tempo por parte dos seniores existe sempre um ou outro “jogo da praxe” que acaba por ser entregue a um dos novatos. No entanto, nem…