Análise – Tales of Berseria

Para quem já conhece Tales, os jogos desta série são conhecidos por ter uma história longa, enredo um tanto melodramático, gráficos cel shading com traços de anime e um sistema de batalha em tempo real. Tales of Berseria apresenta tudo o que referi acima, à excepção de uma coisa ou…

Análise – Yakuza 0

Yakuza 0 é a prequela ao primeiro jogo de Yakuza e dá-nos a conhecer os eventos que antecedem o mesmo através de duas personagens. Por um lado temos Kazuma Kiryu numa cidade na região de Kantō, por outro temos Goro Majima na região de Kansai. O enredo vai nos sendo…

Análise – Skylanders: Imaginators

Skylanders está de volta para mais uma aventura e depois das corridas vem a possibilidade de criarem o vosso próprio Skylander, mais propriamente o vosso Imaginator. Para criarem o vosso próprio Skylander vão precisar de um objecto no mundo real: um creation crystal ou uma das suas variantes. Cada um…

Análise – FIFA 17

A primeira ronda já lá vai e algum tempo depois de PES 2017 ter chegado às nossas mãos para análise, eis que é a vez do FIFA 17 ter o seu lugar de destaque. Tal como mencionei na análise do rival, no ano passado, PES 2016 foi para mim o…

Análise – PES 2017

Chega o Verão ao fim, regressa o futebol e com ele também a nova temporada de futebol digital disputada entre os suspeitos do costume, PES e FIFA. O ano passado, entre os dois, PES foi aquele que mais me conquistou e que elegi como o meu favorito no que toca…

Análise – Steins;Gate (PC, PS3, PS Vita)

Muitos de vocês já devem conhecer Steins;Gate ou através da adaptação a Anime que este teve, ou através da Visual Novel que lhe deu origem. É considerada uma das melhores Visual Novels de sempre, e eu não poderia estar mais de acordo. Quanto à história, Steins;Gate consegue ser bastante superior…

Análise – Samurai Warriors 4: Empires

Gosto bastante deste tipo de jogos hack n’ slash, e a série Empires, tanto em Dynasty Warriors como em Samurai Warriors tem sido uma das minhas predilectas dentro do género. Com a chegada de Samurai Warriors 4: Empires confesso que fiquei feliz mas também apreensivo pois a versão que está…

Análise – Life is Strange

Em menos de um ano e ao longo de cinco episódios, Life is Strange passou de um jogo de que ninguém falava ou conhecia para um jogo sobre o qual toda a gente mostra interesse e quer jogar. Essa evolução demorou meses, mas lembro-me bem de quando joguei o primeiro…

Análise – Resident Evil 0 HD Remaster

Resident Evil 0 foi lançado originalmente para a Nintendo GameCube em 2002 e é uma prequela ao original lançado na Playstation. Com a vontade crescente da Capcom em relançar os antigos sucessos adaptados a esta geração, Resident Evil 0 embarcou no comboio dos Remaster e desde o inicio que fiquei…

Análise – Tales of Zestiria

Longe vão os tempos em que tínhamos o receio de que um grande lançamento da série Tales não chegasse à Europa. Agora, o crescente sucesso e confiança reforçada dos jogos japoneses para o ocidente acabam por garantir cada lançamento. Por isso mesmo, era tudo uma questão de tempo até Tales…

Análise – Skylanders Superchargers

Parecendo que não, já lá vão alguns anos desde que Skylanders começaram a ser um fenómeno de vendas e cada ano, teve direito a uma nova edição. A versão deste ano é algo diferente, pois desta vez não há cá gigantes, partes do corpo que se trocam ou algo do…

Análise – Guitar Hero Live

Por vezes, por muito boa que uma banda seja, o último reduto para impedir a saturação passa por recorrer a um Hiatus e deixar passar algum tempo. Esta foi a estratégia de Guitar Hero, que após praticamente cinco anos e vários jogos depois, volta do mundo dos mortos com um…

Análise – Dengeki Bunko: Fighting Climax

Desde que Dengeki Bunko: Fighting Climax saiu no Japão há um ano atrás, eu tenho torcido para que chegasse à Europa e aos EUA. Ora esse dia finalmente chegou, e posso dizer que a espera valeu a pena. Dengeki Bunko é uma revista que publica Light Novels e pertence à Ascii Media Works. Muitas…