Análise – Gal*Gun: Double Peace

Plataformas: PlayStation Vita, PlayStation 4, PC Versão de Análise: PlayStation 4 Informação Adicional: Cópia pessoal. Imagens retiradas durante as sessões de jogo. É engraçado como o mundo funciona, por um lado temos a América que permite violência extrema e visual mas está contra jogos onde dá para ver roupa interior,…

Análise – RIME

Quando RIME foi oficialmente revelado durante uma conferência da Sony na E3, poucos foram aqueles que não ficaram curiosos em relação a este jogo que parecia misturar elementos de outras referências dentro dos jogos mais Indie. Alguns anos depois, RIME chega não só à PS4, mas a quase todas as…

Análise – Tekken 7

Esta geração de consolas/PC não tem estado nada mal no que toca a jogos de luta, com pesos pesados do género como Street Fighter, Guilty Gear e até Mortal Kombat. Curiosamente, a Bandai Namco ainda não tinha entrado na festa quer com Tekken ou Soul Calibur. Depois de tanto tempo…

Análise – Hakuoki: Kyoto Winds

Hakuoki: Kyoto Winds é o jogo mais recente da série Hakuoki e é descrevido pela Idea Factory como um recontar melhor da série Hakuoki de 2008. Hakuoki: Kyoto Winds acontece numa época história do Japão, em que a protagonista é acolhida por um grupo de samurais enquanto procura pelo seu…

Análise – ARMS

ARMS é um daqueles jogos que custa a entranhar, mas poderá acabar por vos viciar durante algum tempo. Apesar de ser a mais recente IP da Nintendo, ARMS parece ter nascido na era da Wii, isto por utilizar um dos aspectos principais da consola em que está, e em simultâneo,…

Análise – Wonder Woman

Realização: Patty Jenkins Elenco: Gal Gadot, Chris Pine, Robin Wright, Connie Nielsen, Elena Anaya, Danny Huston, David Thewlis Género: Ação, Aventura, Fantasia Duração: 2h 21min Apesar de ser uma das personagens mais relevantes da DC Comics, a Wonder Woman nunca teve tantas chances de brilhar por si só como os seus…

Análise – The Surge

Lembram-se de Lords of the Fallen? Pois bem, The Surge é um jogo feito por essa mesma equipa que segue as pisadas daquilo que hoje conhecemos como um “Souls type game“, que é como quem diz: “Um jogo ao estilo de Dark Souls.” Assim sendo, preparem-se para morrer… muitas vezes….

Análise – Injustice 2

Mesmo não sendo um dos melhores jogos de luta de todos os tempos, com o primeiro Injustice, a Netherrealm conseguiu dar finalmente um destino com muita qualidade aquilo que foi em tempos DC vs Mortal Kombat. Com um bom número de vendas e uma boa quantidade de fãs, era quase…

Análise – Farpoint

Um dos grandes problemas do VR até agora, tem sido exactamente o mesmo problema de todos os tipos de tecnologia que acabam por aparecer no mundo dos videojogos, ou seja, aproveitar a novidade para criar algo que faz sentido dentro do que já existe, mesmo que não seja divertido. O…

Análise – LocoRoco Remastered

LocoRoco foi lançado há 11 anos atrás, e continua a ser bastante adorável na sua versão Remastered. O jogo saiu originalmente para a PSP e apesar de não ter vendido muito na altura, ganhou imensos fãs e teve críticas bastante positivas. O que distingue LocoRoco de outros jogos são as suas cores garridas e…

Análise – Akiba’s Beat

Plataformas: PlayStation Vita, PlayStation 4 Versão de Análise: PlayStation 4 Informação Adicional: Cópia para análise. Imagens retiradas durante as sessões de jogo. Não será mentira nenhuma se eu disser que Persona 5 roubou os corações de muitos como o melhor JRPG deste ano, e muito provavelmente jogo do ano (ou…

Análise – Dragon Quest Heroes 2

Há uns anos atrás, a série Dynasty Warriors era vista como um nicho, uma sequência de jogos destinados a uma quota de mercado mais pequena que não tinha problemas em repetir os mesmos cenários para derrotar vagas de inimigos de forma repetitiva. Curiosamente, eu sou um desses jogadores que não…

Análise – Persona 5

(Esta análise de Persona 5 foi totalmente criada de forma a evitar qualquer tipo de Spoilers de história ou elementos mais importantes de jogabilidade). Já faz mais de um mês desde que Persona 5 foi lançado para a PS3 e PS4 e quase todos aqueles que o aguardavam com bastante…

Análise – Puyo Puyo Tetris

O género de construção de puzzles é um dos mais antigos da indústria e um dos maiores exemplos clássicos disso mesmo é Tetris. Lançado em dezenas de plataformas, formatos e spin-offs, Tetris tem como base uma mecânica intemporal que ainda hoje consegue manter os jogadores agarrados a ele. Por isso…

Análise – Rei Artur: A Lenda da Espada

Realização: Guy Ritchie Elenco: Charlie Hunnam, Jude Law, Astrid Bergès-Frisbey, Djimon Hounsou, Aidan Gillen, Eric Bana Género: Ação, Aventura, Drama, Fantasia Duração: 2h 6min Quando vi o primeiro trailer de Rei Artur: A Lenda da Espada, eu não fiquei com boa impressão do filme. Uma mistura estranha entre fantasia medieval, técnicas de edição irregulares, cenas filmadas…

Análise – Lego City Undercover

Lembram-se quando a Wii U ainda estava nos seus primeiros tempos de vida e tudo levava a crer que iria ser um grande sucesso? Essa foi a altura em que estúdios como a TT Fusion começaram a criar jogos exclusivos que iriam apelar a uma audiência em crescimento. Como todos…

Análise – Halo Wars 2

O mundo de Halo é vasto e dá aso a inúmeras histórias que a série tem para oferecer. Por isso existiram vários tipos de jogos dentro deste universo e até outro tipo de difusão desta marca como séries animadas, livros, figuras, etc. Uma das alternativas mais interessantes foi a introdução…