Call of Duty não irá mudar jogabilidade pois funciona tal como um desporto

Apesar de não ser um desporto físico como futebol ou boxe, Call of Duty já tem uma presença forte em e-sports e essa é uma das razões que leva a série a evoluir pouco a sua jogabilidade.

Numa entrevista dada à OXM, Mark Rubin da Infinity Ward comparou Call of Duty a um desporto regular onde quase tudo muda menos as regras do jogo.

“Não podemos mudar demasiado as regras principais, e estas são bastante simples. São um jogador, é um FPS, usam uma arma nas vossas mãos e andam aos tiros a outras pessoas. Podemos mudar muito com coisas exteriores como personalização de personagens, melhor movimentação pelo mundo, criar cenários mais interessantes, adicionar modos novos e mapas dinâmicos. Acho que vamos conseguir trazer coisas novas e interessantes. Passa por fazer um jogo melhor do que no ano passado.”

Call of Duty não é o primeiro jogo a assumir esta posição, antes de si, jogos como StarCraft, Counter Strike, Pokémon e até o recente League of Legends mantem as suas mecânicas e regras originais tal como qualquer desporto.

Concordam ou discordam com esta abordagem?

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Share

You may also like...