Blood & Truth – Entrevista com Iain Wright da SIE London Studios (LGW 2018)

Durante a Lisboa Games Week 2018, o PróximoNível teve a oportunidade de entrevistar Iain Wright da SIE London Studios. Ele é o Designer Director de Blood & Truth, o próximo título do estúdio para o PS VR que estava disponível em primeira mão no evento.


PróximoNível (PN): O que é Blood & Truth?

Iain Wright (IW): Há uns anos atrás, nós criámos um jogo chamado PlayStation VR Worlds, que servia como um showcase do VR. Incluia uma série de experiências diferentes: podias mergulhar com um tubarão, jogar em desportos futuristicos, ou descer uma colina num skate. Uma dessas experiências chamava-se The London Heist, e nós divertimos-nos muito a criá-la, e o feedback que obtivemos do público foi positivo, mas era bastante curto, esse foi a principal crítica.

Nós queriamos mesmo expandir nisso, portanto Blood & Truth é uma história onde jogamos com uma personagem chamada Ryan Marks, um soldado das forças especiais, que tem de voltar a Londres, de onde ele é, para salvar a sua família de um gangue criminoso. Uma vez que tens este historial militar no jogo, tu consegues usar armas. És um especialista com armas, e filmes como John Wick foram uma inspiração para nós, assim como James Bond, por isso temos grandes sequências de ação. Temos um enredo envolvente, isso foi uma grande parte do que as pessoas gostaram The London Heist, foi o drama, estar numa sala com pessoas, bastante convincente em VR. Portanto expandimos em todas essas áreas em Blood & Truth.

PN: Qual foi a sua função principal no desenvolvimento de Blood & Truth?

IW: Eu sou o Design Director, e eu também trabalhei no The London Heist. Basicamente eu tento colocar-me no lugar do jogador. Em que situações irias querer estar? O que gostarias de fazer se fosses um herói de ação? Essencialmente é isso o que eu faço.

PN: Quais foram os maiores desafios no desenvolvimento de Blood & Truth em relação a The London Heist?

IW: O maior desafio que tivemos foi a quantidade de ideias, como as coisas que queriamos aplicar em The London Heist mas não tinhamos tempo para o fazer. Foi o mesmo com Blood & Truth. Tinhamos muitas ideias, muitas sequências de ação fixes e coisas que podiamos fazer. Foi difícil escolher aquelas que queríamos usar. Isso é um bom presságio para o futuro, nós temos tantas ideias e coisas que seriam formidáveis de fazer em VR. Eu diria que esse foi o maior desafio.

Como designer, o VR é muito emocionante para nós. É algo tão novo não estar apenas a ver um jogo mas fazer mesmo parte dele, ter o uso das tuas mãos, ser capaz de vasculhar mesas, abrir fechaduras, trepar edifícios e usar armas. Podes usar duas armas ao mesmo tempo. Há muitas coisas que podes fazer, como estar numa sala com várias personagens e ser capaz de olhar à volta e elas estão a olhar para ti e a falar contigo. Sim, é muito emocionante.

PN: O que pensa sobre o impacto do VR nos videojogos em geral?

IW: Eu penso que já estamos a assistir a uma grande inovação no VR. Basta ver jogos como Astro Bot, Moss, jogos focados na história como Blood & Truth e Déraciné. Algo como WipEout é incrível, jogos como Tetris Effect. Existem tantos tipos de jogos diferentes que funcionam fantasticamente. Nós temos sorte de trabalhar em Blood & Truth, de trabalhar com a Sony, porque construímos o nosso motor de jogo e ferramentas especificamente para o VR. Nós construimos os nossos jogos de raiz para o VR, e penso que vais ver isso muito mais.

O VR já foi experimentado no passado, talvez a tecnologia não estava ainda pronta. Está definitivamente pronta agora. Se fores a ver, The London Heist foi feito há dois anos atrás. Blood & Truth é definitivamente a próxima geração do software. Basta apenas olhar para os jogos presentes na Lisboa Games Week para ver a quantidade de títulos VR diferentes, a quantidade de géneros diferentes e a quantidade de coisas diferentes que as pessoas estão a experimentar. Eu penso que só vai melhorar, acho que vamos ver cada vez mais inovação, maior valor de produção e foco na narrativa. Eu penso que é uma óptima altura para o VR e só vai ficar melhor.

PN: Como tem sido o feedback dos jogadores que experimentaram Blood & Truth?

IW: Tem sido muito bom, as pessoas têm estado a gostar. Eu tenho ido a outros eventos e tenho visto algumas pessoas a jogar. É realmente bom ver as pessoas a ficarem investidas, nós queriamos que fosse acessível e fácil de jogar, mas há muita coisa para dominar. Nós temos truques com armas, podem atirar clips para o ar e apanhá-los com a arma, e usar câmara lenta. A reação até agora tem sido muito boa. Muitas pessoas que eram fãs do The London Heist dizem que este o próximo passo. Portanto sim, reações bastante positivas até agora.

PN: Blood & Truth ainda está em desenvolvimento. Já têm alguma data de lançamento em mente?

IW: Nós não temos uma data de lançamento oficial para anunciar, mas vai ser definitivamente em 2019. É um período de lançamento pequeno (risos).

Sérgio Batista

Membro do PróximoNível desde 2015. Tira fotos em demasia durante os eventos.

More Posts

Follow Me:
TwitterYouTube

Sérgio Batista

Membro do PróximoNível desde 2015. Tira fotos em demasia durante os eventos.