Análise – Chibi-Robo Let’s Go Photo!

Ficariam surpreendidos se eu dissesse que o primeiro jogo da série Chibi-Robo teve o envolvimento de Shigeru Miyamoto? Pois, é verdade. Esta série começou na GameCube tendo saltado rapidamente para as portáteis da Nintendo. Chibi-Robo, Let’s Go, Photo! é o primeiro jogo desta caminhada a ser lançado na Nintendo 3DS,…

Análise – Picross E4

Picross é uma série recorrente da Nintendo que já tem uma longa história na companhia nipónica. A série voltou em grande em 2007 com o lançamento para a Nintendo DS de Picross DS e tem sido um título recorrente até agora para a 3DS com os vários capítulos de Picross…

Análise – Color Zen

Color Zen é um jogo de puzzle com uma vertente muito mais complexa quando comparado com outros. O jogo já foi lançado para outras plataformas como Wii U e dispositivos móveis e eis que agora chega à portátil da Nintendo. O estúdio responsável por este jogo é a Large Animal…

Análise – The Elder Scrolls Online

Os MMOs são um dos maiores géneros dos últimos dez anos, e isto graças a títulos importantíssimos como Ultima Online ou o expoente máximo, World of Warcraft. Durante todos estes anos, houve jogos que tentaram destronar o jogo da Blizzard Entertainment e conseguir conquistar um “lugar ao sol” neste mundo…

Análise – Mario Party Island Tour

Mario Party é uma série que pega no sentimento de divertimento e de jogar contra outras pessoas de uma forma competitiva e cria uma fórmula que só é testemunhada presencialmente. A série já leva alguns anos de casa e tende em não falhar uma única geração havendo várias versões do…

Análise – Mario Kart 8

Super Mario Kart é mais uma daquelas séries da Nintendo que é praticamente a prata da casa. Todas as gerações e consolas desta companhia japonesa têm que receber um jogo da série que começou na Super Nintendo e os níveis de divertimento são altíssimos sempre que alguém pega no comando…

Análise – Child of Light

Foi na GDC do ano passado que a Ubisoft revelou um dos seus projectos mais ambiciosos e díspares daquilo que podemos ver ser lançado do estúdio em Montreal. Normalmente estamos habituados às grande séries da companhia como Assassin’s Creed, Prince of Persia, Far Cry ou até jogos Tom Clancy, mas…

Análise – NES Remix 2

Se são fãs de tudo o que é retrogaming ou sente um pingo de curiosidade pelo mesmo, então o mais provável é terem saltado de alegria tal como eu quando NES Remix foi lançado. Esta ideia da Nintendo de pegar em clássicos da velhinha NES e criar um conjunto de…

Análise – Mario Golf: World Tour

Mario não se foca só em saltar para cima de goombas e partir blocos, os desportos também fazem parte desta aventura do canalizador italiano nos videojogos. Seja nos circuitos com os karts ou até a jogar ténis, o que fica para a história é a versatilidade deste grande nome que…

Análise – F1 Race Stars: Powered Up Edition

A Formula 1 é o maior e mais conceituado espectáculo de automobilismo. A Codemasters adquiriu os direitos de produzir jogos oficiais da marca em 2008 e no ano seguinte saiu F1 2009. Os anos seguiram-se sempre com um jogo na manga e com grande enfoque na simulação e no espectáculo,…

Análise – The Legend of the Mystical Ninja

Como um enorme fã de toda a cultura retro e mais precisamente da Super Nintendo, sou bastante curioso e sempre que posso vou experimentando clássicos desta grande consola da Nintendo. Curiosamente, o jogo que vou analisar de seguida é um dos muitos jogos que ainda não tinha testado mas que…

Análise – F-Zero: Maximum Velocity

Recentemente a Nintendo inaugurou o GameBoy Advance como nova plataforma do Virtual Console da Wii U. Esta será a primeira plataforma portátil a chegar ao Virtual Console desta consola e foi disponibilizada com alguns títulos bastante conhecidos. Para além de Metroid: Fusion, Advance Wars entre outros, vemos ser lançado F-Zero: Maximum…

Análise – Zelda 2: The Adventure of Link

A NES foi um enorme sucesso nos anos 80 e 90, isto graças aos grandes títulos que acompanharam a consola durante essa década magnífica e prolífica para os videojogos. Nesta guerra em prol da expansão deste meio que muito adoramos, um dos maiores cavaleiros foi Shigeru Miyamoto – demasiado poético,…

Análise – Fable: Anniversary

Peter Molyneux foi um pioneiro nesta indústria, desde as suas grandes criações pela Bullfrog Productions, onde grande parte delas era god games como Populous. A primeira produção pela Lionhead Studios para a inaugural consola da Microsoft, a Xbox, foi um jogo de acção e RPG de nome Fable. O jogo…

Análise – Nintendo Football Pocket Club

A eShop da Nintendo é uma boa plataforma para serem lançadas experiências mais simples ou até jogos para uma audiência de nicho. O que pode acontecer é aparecerem surpresas como é o caso do jogo que eu vou falar já de seguida. O título em questão é Nintendo Pocket Football…

Análise – Metroid Fusion

Quando a NES foi lançada, a Nintendo foi lançando jogos cuja apresentação ou tema roçavam aquilo que nós chamamos o “fofinho” e “engraçado”, enquanto outros estúdios pretendiam a lançar outros jogos mais sérios e violentos, como é o caso de Contra. Mesmo assim, dentro de um estúdio da Nintendo estava…