Antevisão – Danganronpa V3: Killing Harmony (Demo)

Algo a qual não esperava era que a demo de Danganronpa V3: Killing Harmony fosse lançada no Ocidente, mas isto só prova que a série é popular fora do Japão e que a Spike Chunsoft (e a NISA) está ciente disso. E como o site já fez anteriormente antevisões a demos e até betas, decidi também fazer o mesmo ao pegar nesta demo com uma história original que tem como propósito dar um vislumbre do jogo final.

Ou seja, não precisam de se preocupar com spoilers em relação à história do jogo final, não existe nada na demo e mesmo que houvesse eu não faria spoilers. E no que toca a minijogos apenas irei falar por alto sem dar qualquer exemplo dos novos minijogos que poderão encontrar na demo/jogo final, podia dar uma melhor opinião mas prefiro deixar os mesmos como surpresa (uma vez que a demo é pública) e deixar esse trabalho para a análise final.

Nesta demo especial Kaede Akamatsu a protagonista do jogo, passa pelas habituais fazes da série Danganronpa, “Free Time”, “Investigation” e “Class Trial”. Ela conta então com a ajuda dos dois protagonistas anteriores que estão presentes nesta demo como convidados especiais (o que não quer dizer que eles não possam aparecer no jogo final).

O Free Time pode ser ignorado, servindo apenas para apresentar as personagens (algo que será feito novamente no jogo final), enquanto que a parte de investigação não acrescentou nada para além do normal. Sendo obviamente a Class Trial que apresenta o que os jogadores mais querem ver, as novidades que os minijogos receberam.

Como não vos quero estragar a surpresa (até porque podem ver por vocês) digo que sim, a demo apresentou apenas novidades no que toca às class trials. Não é certo se apresentou tudo o que o jogo vai receber (normalmente existe algo mais escondido) mas tenho a dizer que fiquei bastante agradado e surpreendido com alguns destes novos minijogos, e consigo já imaginar a trabalheira que estes vão dar nas dificuldades mais difíceis.

Se for a comparar com os jogos anteriores, diria que foi o segundo jogo, que apesar de ter tornado as coisas mais interactivas, acabou por não criar os melhores minijogos da série, por isso estou contente em ver que o novo jogo decidiu corrigir as coisas. Os minijogos que requerem um pouco mais de jogabilidade funcionam melhor do que nos jogos anteriores, pelo menos nas suas fazes iniciais porque como bem sabemos, a Spike Chunsoft gosta de complicar ainda mais à medida que vamos progredindo na história.

No que toca às personagens,não existe muito por onde pegar, já que se trata de uma demo. Se o jogador quiser pode escolher por ignorar as mesmas e prosseguir para a Class Trial, caso contrário apenas tem um momento de introdução onde ficam a conhecer o nome e o Ultimate de cada uma. Acaba por ser o suficiente apenas para entender a personalidade de uma ou outra, ou até ver que alguns estão a esconder algo.

Houve um par de personagens que me deixou de pé atrás, parecendo mais que a produtora apenas está a preencher o lugar que personagens anteriores ocuparam. Outras parecem inspiradas nos favoritos dos fãs, o que me deixa um pouco reticente pois poderão facilmente ser mal aproveitadas. Outras tinham um ar de serem mais frescas e as restantes, simplesmente, não ofereceram o tempo necessário para as conhecer. Mas por agora estou bastante curioso quanto a algumas e espero que a sua presença na história seja bastante activa pois os sapatos a preencher são bastante grandes.

Por final, tenho de fazer notar a mudança na voz de Monokuma. A actriz que fazia os famosos “pupupu” que os fãs adoram teve de se retirar devido a motivos de saúde, e agora temos uma nova pessoa ao leme desta mascote aterradora. A mudança não me agradou imenso, pois tal como Igor da série Persona, Monokuma não é Monokuma se não tiver aquela voz em específico. É possível notar que a direcção que a actriz está a receber é para ser o mais semelhante possível do original, mas neste curto espaço de tempo acabou por não funcionar.

No final, isto continua a ser o Danganronpa habitual. Várias personagens com as mais diferentes personalidades, o humor ao qual a série já nos habituou, e uma jogabilidade que está melhorada. Infelizmente a demo não revela nada quanto à história mas isso é para o melhor, já que em casos como este o que se quer é segredo até o jogo chegar às nossas mãos.

Danganronpa V3: Killing Harmony vai chegar até à Steam a 26 de Setembro, com a versão PlayStation 4 e PlayStation Vita a saírem no dia 29 do mesmo mês. A demo já está disponível para as mesmas plataformas.

  • Relax1997

    Neste momento estou a jogar o Danganronpa 2 e já terminei o 1, por isso estou ansioso pelo jogo ^^

    • Heater under Blade 00

      Poderia ,se puder, me mandar o link por onde baixou?

      • Relax1997

        Eu comprei na Steam!