Análise: X-Men: Days of Future Past – X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

x-men-dias-futuro-esquecido-ana-pn-img11

Os mutantes da Marvel estão de regresso ao grande ecrã. Depois de uma ausência prolongada, em recuperação das desilusões promovidas por Last Stand e Wolverine Origins, a franchise deu sinais de vida com First Class e The WolverineBryan Singer (realizou os dois primeiros X-Men) regressa à cadeira de realizador, e com ele os actores que celebrizaram os poderosos mutantes, recuperando uma franchise entendida como a origem do recente sucesso dos super-heróis no cinema.

A produção pertence à 20th Century Fox, detentora dos direitos para adaptações cinematográficas de X-Men e Quarteto Fantástico, que, curiosamente, tem uma relação complicada com a Marvel Studios, que anseia por reaver os direitos da franchise.

x-men-dias-futuro-esquecido-ana-pn-img1

A história de Dias de um Futuro Esquecido é baseada e adaptada de uma banda-desenhada dos X-Men, na qual Kitty Pryde (Ellen Page) regressa ao passado para prevenir os X-Men de uma ameaça no futuro, promovida pelos poderosos Sentinelas, máquinas gigantes programadas para eliminar mutantes. No filme, por motivos de “marketing”, quem regressa ao passado é Wolverine (Hugh Jackman), tendo como missão convencer o Professor Xavier (James McAvoy) e Magneto (Michael Fassbender) da dita ameaça, e impedir que Mystique (Jennifer Lawrence) assassine Bolivar Trask (Peter Dinklage), evitando o momento que desencadeia o ódio para com os mutantes.

O elenco é uma autêntica parada de estrelas e nostalgia, que mistura os actores de First Class (Nicholas Hoult) com os “veteranos” Ian McKellenPatrick StewartHalle Berry, Anna Paquin, Shawn Ashmore, Daniel Cudmore, e ainda, Omar Sy, Evan Peters, Josh Helman e Bingbing Fan.

Peter-Dinklage-X-Men-Days-of-Future-Past

A realização de Bryan Singer é complicada de avaliar. O realizador que se notabilizou no drama é um visionário seguro, que joga quase sempre pela certa, contudo, sendo um filme com super-heróis, a acção no registo clássico perde em comparação para o estilo moderno de Zack SnyderMarc Webb ou Matthew Vaughn.

Nos domínios técnicos, há a ter em atenção o guarda-roupa, que continua a evitar os fatos “pouco discretos” da banda-desenhada, identificando uma enorme falta de coragem e criatividade da Fox (ao menos a Marvel tenta conciliar os dois mundos), que prejudica, em certa forma, a diferenciação dos personagens. Já a edição, camufla muito bem as cenas cortadas, e a banda-sonora, ao nível de uma boa arbitragem num jogo de futebol, passa despercebida.

IH7A0317.CR2

Confesso que ando “de candeias às avessas” com Bryan Singer. Ignorando os problemas com a justiça, o realizador desiludiu por manifesta falta de “unhas” em Superman Returns e Jack The Giant Slayer, denotando poucos recursos na construção de cenas de acção e rimo, elementos imprescindíveis em épicos de acção/fantasia. Apesar de ser mais e maior do que First Class (e mais do que os Vingadores), Dias de um Futuro Esquecido esqueceu-se de um elemento fundamental: O Factor Uau. Ou seja, de que vale uma viagem ao universo da fantasia sem momentos memoráveis, que denota dificuldades em construir situações compostas por puro espectáculo. (excluindo o início e o período em que Quicksilver está em cena).

Talvez os filmes com super-heróis estejam a arrefecer, ou, simplesmente, a previsibilidade da acção desvaloriza a experiencia cinematográfica. Certo é, existia a promessa e o potencial para um épico do género, mas a resistência perante a overdose de personagens, mais a história simples e arrumadinha, e o interesse por ver os actores/personagens a interagirem entre si, não apagam um clímax idêntico a todos os filmes X-Men (somos todos iguais e merceemos blá, blá, blá, blá…) e a suspeita de que a franchise poderia resultar melhor nas mãos da Marvel. Esperemos que o Apocalipse ofereça o filme que os fãs merecem.

Positivo

  • A nata de Hollywood num filme de super-heróis (actores oscarizados e com nomeações no currículo)
  • Patrick Stewart é a encarnação do Professor Xavier
  • Regresso de caras conhecidas
  • Todas as cenas com Quicksilver

 

Negativo

  • Wolverine sem garras de adamantium
  • Jennifer Lawrence acomodou-se ao mesmo registo
  • Afinal de contas, por que precisavam da ajuda do Magneto?

pn-bom-ana

Share

You may also like...