Análise – World of Final Fantasy

Como diz o título, World of Final Fantasy é literalmente o que o nome do próprio jogo representa. É um grande mash-up de personagens de todos os universos de Final Fantasy, localizações e criaturas, trazendo também consigo uma grande dose de nostalgia e divertimento como acompanhamento. Encontrarão personagens do 1º Final Fantasy até aos spin-offs. Apesar do jogo ter como público alvo principiantes e mais novos, e ter como objectivo introduzi-los ao mundo gigante que é Final Fantasy, faz lembrar bastante Kingdom Hearts a nível visual e presta bastantes homenagens tanto a Final Fantasy como a Kingdom Hearts, coisas que só os fãs perceberão e como tal, acaba por ser um jogo direccionado a uma grande audiência.

O jogo deixa-nos entusiasmados e a querer ver as nossas personagens preferidas no jogo. O diálogo é bastante divertido e fofo, um pouco meloso mas a meu ver é divertidoDentro do jogo temos a nossa hub onde podemos comprar itens, participar no Coliseu de forma a termos recompensas, entre outras coisas. A partir da vossa hub podem entrar em Grimoire onde toda a história se passa e onde passarão por masmorras, cidades , quests de história e quests secundárias. As quests de intervenção são das coisas mais importantes, pois envolvem personagens do passado de Final Fantasy. Podem também organizar as vossas Mirages ou conversar com os NPCs. A partir da vossa hub podem entrar em Grimoire onde toda a história se passa e onde passarão por masmorras, cidades , quests de história e quests secundárias.

Uma coisa muito boa de World of Final Fantasy é o Open World e poderem visitar de novo zonas que já visitaram anteriormente, deixando-vos acabar bosses ou apanhar Mirages que não conseguiram apanhar no passado.

world-of-final-fantasy-random-pn

Apanhar Mirages vale sempre a pena, especialmente porque algumas podem ter habilidades especiais que vos pode dar imenso jeito no futuro ou em certas situações.

Quanto à jogabilidade, é muito interessante, já que resulta um misto entre Shin Megami Tensei, Pokémon e Final Fantasy (os meus jogos favoritos).
A vossa missão é descobrir e apanhar as Mirages que estão por Grimoire, sendo o vosso papel apelidado de Mirage Keeper. As Mirages podem “evoluir” e podem fazer “stack” convosco em batalhas (como os Tsum-tsums!) Basicamente, devem “apanhá-los todos”. Enquanto Lann e Reynn podem alterar o vosso tamanho entre lilikin e jiant, as vossas duas formas físicas, que vos dará hipóteses diferentes de stack (enquanto lilikin são menores e jiant são maiores).

O objectivo de fazerem stack com as vossas Mirages é terem a melhor combinação de stats possíveis, e podem ser feitas de várias formas. Combinações com criaturas como o behemoth, habilidades e subir de nível são a base essencial da jogabilidade de World of Final Fantasy. Para melhorar ainda mais a coisa, é tudo mega fofo e chibi – tudo aquilo que eu adoro, o que me faz querer jogar a toda a hora e coleccionar tudo.

 

Quanto às batalhas, estas são uma homenagem às batalhas de Final Fantasy. Temos a Active Time Battle, que é o mesmo que uma batalha por turnos, mas também têm a Semi-Active e a Wait Battle. Eu prefiro a Active Time Battle por ser mais de batalhas por turnos e por ser como os Final Fantasy mais antigos. Podem ainda mudar o visual do menu de batalha entre um estilo mais moderno (World of Final Fantasy) ou um mais retro (ao estilo do Final Fantasy VII).

Durante as batalhas tanto o Lann como a Reynn fazem parte do seu próprio stack de Mirages, bem como os seus próprios inimigos. Os stacks podem ser desmanchados pelo inimigo, que terá como consequência um turno sem poderem agir (stun). Podem também fazer unstack vocês próprios, que será útil em várias batalhas (de acordo com a estratégia que decidirem usar).

As formações de batalha que usam stack variam dependendo do objectivo do jogador e como tal, focarem-se em coisas distintas: ataque, defesa, elemental ou apoio/suporte.
Nas batalhas, passarão turnos a atacar o inimigo e o inimigo a atacar-vos, tudo enquanto usam itens, habilidades e ataques básicos até um de vocês perder. Apesar das batalhas serem um pouco lentas e o estilo de batalha ser um pouco à antiga (a animação consiste nos personagens a atacarem onde estão, sem se moverem em vez de se aproximarem do adversário e aí sim atacarem), é fácil de se alterar as definições de batalha e avançar a animação, como se fosse um fast-forward de forma a não se perder tempo (como em Bravely Default, por exemplo).
As batalhas não são muito difíceis e não precisam de muito grinding para fortalecerem as vossas Mirages, mas existem certas batalhas que são muito mais desafiantes que as outras e testam as vossas capacidades.

 

Em termos de visual, World of Final Fantasy é muito bom e as paisagens, personagens e Mirages têm um estilo bastante característico que lembra Kingdom Hearts. O jogo está repleto de cores quentes e alegres que se misturam bem com a franquia de Final Fantasy e não desiludem. Tudo isto, mais a iluminação e sombreado é digno de Final Fantasy e acaba por encantar os fãs por ser um tanto ou quanto adorável.

Em termos de sonoridade e trabalho vocal, estes estão no ponto, só é pena as vozes só serem em inglês e não poder ouvir as vozes em japonês (disponível apenas com a edição especial) . Um ponto extra são os diversos efeitos de som que o jogo possui, tornando a experiência mais agradável .

World of Final Fantasy é um jogo único e interessante, e uma mais valia para a franquia de Final Fantasy, tendo elementos de Final Fantasy, Kingdom Hearts, Pokémon e Shin Megami Tensei à mistura, que acaba por cativar tanto fãs antigos como novatos devido ao seu aspecto, nostalgia e divertimento constante.

world-of-ff-pn-ana-review4Quer sejam novos à franquia de Final Fantasy ou não, irão certamente adorar World of Final Fantasy.

Positivo

  • Gráficos excepcionais e animação fluída
  • Sonoridade e trabalho vocal no ponto
  • Sistema de batalhas interessante e divertido
  • Mirages são mega adoráveis
  • História muito interessante e com personagens sólidas

Negativo

  • Batalhas conseguem ser um pouco lentas (mas consegue-se dar a volta a isso)

pn-excelente-2016-3

Adriana Silva

Fã de videojogos, especialmente RPGs, Visual Novels e jogos de ritmo.
Gosto de anime, light novels e séries de televisão.
Devido à escolha de Steins;Gate, vim parar a esta linha temporal.
Cosplayer de coração, aspiro ser uma grande treinadora de Pokémon. (pelo menos melhor que o Ash…) Se isso não der certo, contento-me com governar Hyrule ao lado do Link.

More Posts - Website

Adriana Silva

Fã de videojogos, especialmente RPGs, Visual Novels e jogos de ritmo.
Gosto de anime, light novels e séries de televisão.
Devido à escolha de Steins;Gate, vim parar a esta linha temporal.
Cosplayer de coração, aspiro ser uma grande treinadora de Pokémon. (pelo menos melhor que o Ash…) Se isso não der certo, contento-me com governar Hyrule ao lado do Link.