Análise – Star Fox Zero

Depois de alguns anos de hibernação, Star Fox está de volta! A última aparição da raposa mais adorada da Nintendo foi há praticamente dez anos anos atrás com o jogo original de nome Star Fox Command. Depois disso, tivemos o lançamento da versão 3DS de Star Fox 64 conseguindo ressuscitar este clássico da Nintendo 64 na mais recente portátil da Nintendo.

Agora chega-nos um novo jogo para a Wii U que promete abanar um pouco as coisas. Em 2014 soubemos da existência de um novo jogo da série que só receberia um nome definitivo mais tarde. Em conjunto com o jogo, Star Fox Guard também foi lançado como uma espécie de mini-jogo ao género tower-defense, mas vamos focar-nos em Star Fox Zero.

A essência de Star Fox centra-se no shooting e este jogo não é excepção. Em Star Fox Zero vamos controlar o protagonista homónimo que será acompanhado pelos seus companheiros antropomórficos, Peppy o coelho, Slippy o sapo e Falco o falcão. Juntamente com as suas naves irão salvar a galáxia do vilão Andross e das suas peripécias para conquistar a mesma.

star-fox-zero-rev-5-pn

Star Fox Zero é um shooter com elementos on-rails que nos coloca a destruir desde naves, até outro tipo de inimigos terrestres. Grande parte das vezes estaremos a navegar num formato on-rails onde podemos simplesmente preocuparmo-nos com a nossa posição no cenário e destruir os inimigos, enquanto que noutras situações iremos lutar contra bosses e não e então navegar livremente pelo cenário.

Para além das naves, teremos também outros veículos como um tanque, um bípede mecanizado e até um veículo semelhante a um drone. O combate terrestre funciona também bastante bem tanto com o tanque (Landmaster) como com o bípede (Walker). Apesar dos conceitos serem os mesmos, existe uma maior liberdade no terreno e um estilo um pouco diferente de combate.

Com o drone (Gyromaster), somos transportados para missões do jogo mais intensas e um pouco furtivas. Desta forma iremos executar missões de infiltração, hacking e até de sabotagem que requerem uma maior astúcia e facilidade de movimentos, algo que funciona muito bem com este veículo.

star-fox-zero-rev-4-pn

A Nintendo fez um bom trabalho ao introduzir um pouco de variedade nas missões deste jogo. Nem sempre o jogo se centra no shooting e na capacidade de disparar contra os inimigos que estão no ecrã para prosseguirmos para o próximo cenário, sendo que poderemos também efectuar tarefas como proteger certos pontos dos inimigos, tentar penetrar no escudo de um inimigo ou então salvar amigos nossos.

A jogabilidade é um dos pontos mais importantes e que levantou-me algumas preocupações a início. A Nintendo não só possibilita o controlo dos veículos e naves através dos botões do GamePad, mas introduz um elemento incontornável de controlo de mira através do giroscópio do comando. O uso do GamePad é obrigatório e assim irá começar a nossa guerra pela habituação.

Felizmente consegui habituar-me bem ao estilo de jogabilidade pelo que consegui tirar um bom partido deste jogo sem me enervar constantemente. Dito isto, iremos controlar a movimentação com os analógicos do comando e a mira com o giroscópio, e dado ao facto de este ser um tipo de jogo invulgar, o nosso corpo irá muitas vezes combater com movimentos involuntários ou então problemas de coordenação. Com o passar de algumas missões é possível que se ambientem ao estilo de jogo e até consigam safar-se bem em zonas de bosses. Isto não quer dizer que o estilo de jogo seja perfeito, ainda precisa de ser refinado, mas para este jogo funciona bem.

star-fox-zero-rev-1-pn

A Nintendo fez também um bom trabalho em adicionar alguns detalhes que nos ajudam nas alterações bruscas de direcção e no combate, com botões que poderão movimentar rapidamente a nave para onde queremos, ou então activar uma bomba sem termos que mexer em demasia os nossos dedos já em luta. Mesmo assim, a companhia podia ter adicionado uma maneira mais refinada de podermos ajustar e configurar os botões ao nosso gosto.

Com os veículos terrestres iremos ter a mesma dificuldade, pelo que o estilo de combate continua a ter os mesmo obstáculos e a habituação será a mesma. Já controlar o Gyromaster é uma tarefa muito mais recompensadora e divertida, e isto talvez por não existir uma acção menos frenética no ecrã.

Se gostam de jogos com temas espaciais bastante coloridos e inimigos de ficção-científica interessantes, então vão gostar de Star Fox Zero. O tema espacial sempre encaixou bem nesta aventura e neste jogo não é excepção. Apesar de haver umas partes menos polidas do jogo no que toca a texturas, é um jogo que no cômputo geral está visualmente atractivo.

star-fox-zero-rev-3-pn

A banda sonora consegue muito bem acompanhar a aventura apesar de passar um pouco despercebida. O conjunto de compositores conseguiu criar um reportório de músicas orquestradas que dão ainda mais um elemento de espectacularidade a todo o jogo. Ponto negativo para as actuações de voz que por vezes fazer lembrar alguns do jogos mais conhecidos por estas mesmas razões.

Star Fox Zero é um jogo que me impressionou bastante. Mete medo ao início e é capaz de irritá-lo graças à quase obrigação de usarmos o GamePad, mas que com o tempo acaba por conseguir. Jogabilidade à parte, este é um jogo bastante sólido e que me divertiu imenso graças às aventuras de Star Fox para salvar a galáxia.

Se gostam de shooters e não se importam de ver animais antropomórficos, então têm um jogo bastante divertido que me agradou muito pela positiva. É um jogo aconselhado a todos e ainda em especial para os que não podem viver sem shoot’em ups.

Positivo:

  • Jogabilidade “estranha-se, mas depois entranha-se”pn-recomendado-2016
  • Variedade nas missões
  • Veículos oferecem um estilo diferente de jogo dentro dos mesmos moldes
  • Muita acção no ecrã
  • Apresentação de encher a vista

Negativo:

  • Em momentos de maior tensão poderemos falhar com a jogabilidade
  • Salvar os nossos colegas várias vezes torna-se demasiado cliché por esta altura

pn-muito-bom-2016-3

  • Silver4000

    Fiquei mais interessado no spin off tower defence que vem com o jogo.