Análise – Southpaw: Coração de Aço

Realizador: Antoine Fuqua
Elenco: Jake Gyllenhaal, Rachel McAdams, Forest Whitaker, Oona Laurence, 50 Cent
Género: Acção, Drama, Desporto
Duração: 2h 4min
Montagem de treino obrigatória: Obviamente

Eu já oiço falar deste filme há quase 9 meses desde que saiu nos Estados Unidos, e mais do que uma vez, a data de estreia em Portugal não era na semana em que indicava nos artigos do Cartaz Cinema que faço no site.

Se pesquisarem ‘Southpaw‘, hão-de encontrar um artigo do Cartaz Cinema de Fevereiro com a imagem do filme em destaque quando julgava que ia estrear e que não cheguei a corrigir.

Portanto este filme em particular tem estado a melgar-me um pouco, mas finalmente chegou às salas de cinema portuguesas esta semana. Talvez por ter visto tantas vezes o filme referido, acabei por dar-lhe uma chance.

southpaw-coracao-de-aco-01-pn

Southpaw – Coração de Aço foca-se em Billy “The Great” Hope (Jake Gyllenhaal), um pugilista profissional sem uma única derrota que prefere usar a própria cabeça como defesa. Ele é o campeão na categoria dos meios-pesados, tem uma boa casa e uma família que o ama. Tudo parece estar a correr bem na vida de Billy Hope, mas como este filme é um drama, alguma coisa má tem que acontecer.

Durante um evento de caridade, Billy é provocado por outro pugilista e ambos começam a lutar. No meio da confusão a mulher de BillyMaureen (Rachel McAdams), leva um tiro que causa a sua morte. A partir daqui, tudo começa a correr mal para Billy que entra em depressão e fica suspenso do ringue, deixando o sem dinheiro, sem casa e sem a custódia da filha Leila (Oona Laurence). Depois de tantos momentos mau, ele tenta recompor a sua vida para recuperar a confiança da filha ao trabalhar num ginásio e treinar com Titus “Tick” Wills (Forest Whitaker).

Apesar de só conseguir lembrar-me dele no filme Prince of Persia: The Sands of Time, é constatado que Jake Gyllenhaal tem tido boas prestações nos seus filmes mais recentes e aqui não é excepção. Nos primeiros momentos em que o vemos no ringue, ele demonstra uma enorme intensidade e empenho no papel, sendo facilmente um dos pontos fortes do filme. O restante elenco também faz um bom trabalho, apenas gostava ter visto a personagem do 50 Cent mais envolvida no enredo.

southpaw-coracao-de-aco-02-pn

Eu nunca vi os filmes do Rocky em condições do início ao fim mas já vi uns quantos filmes de boxe, e a narrativa de Southpaw vai parecer bastante familiar. É a típica história do pugilista que tem tudo, pugilista perde tudo, e pugilista tem uma única oportunidade de se redimir. Grande parte do filme decorre nos momentos maus da vida do protagonista, mas não deverá surpreender muita gente.

Acabei por não gostar muito da maneira como ficou tratada a morte da mulher de Billy, onde não fica bem resolvido as circunstâncias que levaram a sua morte. O filme limita-se a culpar a natureza agressiva de Billy e não há um grande desenvolvimento entre ele e o pugilista que o provocou a lutar, é apenas um idiota que estava lá. Também é referido que o protagonista anda metido nas bebidas e nas drogas depois da morte dele, algo que nunca é muito evidente, apenas mencionado.

Southpaw – Coração de Aço peca por jogar muito pelo seguro, sendo salvo pela prestação de Jake Gyllenhaal. Agora para aprenderem alguma coisa hoje, Southpaw refere-se ao estilo onde alguém luta de modo canhoto, que tem como base o pé e mão direita a frente. Sim, eu tirei isto do Wikipédia.

Positivo

  • Jake Gyllenhaal
  • Combates no ringue
  • Cinematografia

Negativo

  • História genérica
  • Situação da morte da mulher não tem uma resolução satisfatória
  • Billy Hope merecia um abraço depois de tantas situações deprimentes

 

pn-bom-2016

Sérgio Batista

Membro do PróximoNível desde 2015. Tira fotos em demasia durante os eventos.

More Posts

Follow Me:
TwitterYouTube

Share

You may also like...