Análise – SEGA Mega Drive Classics

Com vários jogos clássicos da era de 16 bit da Sega Mega Drive juntos nesta colectânea é difícil não encontrar alguns jogos que vos agradem, especialmente se cresceram durante esta era. Nomes como Sonic the Hedgehog, Golden Axe, Streets of Rage e Altered Beast não devem ser estranhos para a maior parte dos jogadores, mas aqui vão encontrar, para além destes, outros clássicos um pouco mais obscuros e praticamente esquecidos hoje em dia.

SEGA Mega Drive Classics junta vários títulos tal e qual como foram lançados originalmente mas com algumas actualizações na forma de interacção com os mesmos. Com o pressionar de um botão podemos fazer avançar ou recuar o tempo, pelo que é possível passar certas situações de forma mais célere ou desfazer alguns erros. No fundo é uma maneira de aligeirar as penalizações que outrora eram vistas como normais e hoje em dia são vistas por alguns como exageradas. Quero com isto dizer que foram aqui adicionados vários extras como se se trata-se de um emulador, por exemplo é possível aplicar um modo espelho aos jogos.

Outra adição é a possibilidade de jogar online em certos títulos como se estivéssemos a jogar em modo local. Esta funcionalidade não funciona a 100%, pelo menos eu não consegui ter nenhuma partida ausente de problemas de lag ou saltos abruptos de frames. Não sei se foi apenas azar ou se existe algum problema com a forma como este modo está desenhado. É possível procurar uma partida online enquanto jogamos qualquer jogo pelo que, pelo menos nessa parte, está bem pensado.

Se por acaso adquiriram alguns jogos de Mega Drive na Steam, então já estarão familiarizados com o menu do jogo que imita o quarto de um jovem nos anos 90. É um menu bastante intuitivo e que para além de uma estante cheia de jogos tem também algumas opções extra. Para além de podermos escolher o jogo neste menu assim como as definições do emulador há também um menu dedicado a desafios extra. Para além dos troféus existem desafios idealizados para alguns jogos que vos irão testar. É uma maneira simples e bem idealizada de colocar um desafio extra e dar algum alento à exploração dos vários títulos desta colecção, mesmo para quem já os conhece.

Mas aquilo que mais interessa aqui são os jogos. Para os que cresceram nesta época provavelmente vão encontrar aqui jogos que a maioria dos jogadores que não cresceram com eles, não vão gostar ou vão estranhar. Grande parte destes jogos utiliza mecânicas bastante datadas e estranhas, mesmo eu que ainda joguei um largo número dos jogos aqui presentes, não me consigo divertir com alguns deles. O mesmo acontece para outros jogadores, ainda assim existem sempre os clássicos mais conhecidos que têm a habilidade mágica de conseguir convencer a maioria dos jogadores pelo menos durante umas horas.

No meio de todos estes jogos estranho a ausência de Sonic 3 & Knuckles assim como Ecco the Dolphin e outros jogos que marcaram a consola mas que pertenciam a terceiros. Não sei ao certo a razão pela ausência dos mesmos mas esta é sentida e o menu deixa claro que existe espaço na prateleira para mais títulos. Mas aquilo que temos vai um bocadinho para quase todos os géneros, jogos de plataformas, arcada, luta, RPG e puzzles. No fundo acaba por haver um bocadinho de cada estilo e esta é uma colectânea bastante apetecível para quem quer explorar os títulos da Sega Mega Drive e dado o rácio do preço para número de jogos assim como as novas funcionalidades acaba por ser um bom negócio.

Positivo

  • Vários jogos
  • Opções de emulador
  • Aspecto apelativo
  • Multijogador online
  • Desafios Extra

Negativo

  • Alguns clássicos da SEGA em falta
  • Já existem colecções semelhantes, pelo que só valerá a pena para quem não tenha nenhuma delas

Alexandre Barbosa

Videojogos e séries de TV são o seu meio de entretenimento favorito. Desde jogos de plataformas a RPGs todos os jogos são um hipotético interesse. Ganhou também alguns traumas com certos videojogos mas isso já era de esperar. Agora já posso parar de falar sobre mim na 3ª pessoa?

More Posts

Alexandre Barbosa

Videojogos e séries de TV são o seu meio de entretenimento favorito. Desde jogos de plataformas a RPGs todos os jogos são um hipotético interesse. Ganhou também alguns traumas com certos videojogos mas isso já era de esperar. Agora já posso parar de falar sobre mim na 3ª pessoa?