Análise – OlliOlli (PS Vita)

olliolli-ana-pn-top

Os videojogos conseguem criar situações realmente caricatas. Quem começou a jogar na era da PSone, conhece certamente Tony Hawk, não só uma das melhores séries de desporto como uma das melhores séries de sempre.

Porque é que Tony Hawk não interessa muito para as novas gerações? Porque a qualidade começou a ficar tremida a partir dos Underground e daí em diante foi sempre a descer até aos jogos horríveis que foram lançados com o tal pseudo-skate que servia como periférico.

olliolli-ana-pn_00001

Já lá vão três parágrafos e ainda nem falei de OlliOlli, o jogo que vai ser aqui analisado, mas é impossível não criar uma ponte entre este e o clássico, não pela jogabilidade, mas pelo espírito puro com que se cruzam.

O primeiro impacto com OlliOlli é tudo menos simpático, o jogo é realmente difícil e os comandos pré-definidos não são muito intuitivos, especialmente porque pedem que sejamos verdadeiros mestres do ritmo. A maioria dos truques são realizados com o analógico esquerdo e até coisas básicas como aterrar bem ou iniciar um slide num corrimão exigem botões diferentes e timings precisos.

olliolli-ana-pn_00010

Como em OlliOlli percorrem a pista da esquerda para a direita, precisam de chegar “vivos” ao final, realizando acrobacias para somar pontos e evitar obstáculos que se metem à vossa frente.

A início, mesmo com a acentuada curva de aprendizagem, é fácil passar pelos níveis e só os objectivos vos incentivam a repetir cada cenário, porém, com algumas horas de jogo e nos níveis de dificuldade mais avançados, até a simples sobrevivência até ao final do cenário é um grande desafio.

olliolli-ana-pn_00007

Eu não sou grande espingarda em jogos de ritmo, e foi isso que comecei a sentir, à medida que jogava. A sequência de botões e memorização de cada trajecto são essenciais, e se juntarmos a isto a tentativa de realizar truques pelo caminho para bater os recordes, a coisa fica ainda mais difícil.

Além da campanha principal, OlliOlli ainda engloba spots para cada nível onde tentam fazer o máximo de pontos em cada área, objectivos com ranking online cíclicos e modos de dificuldade ainda mais difíceis, com ainda mais obstáculos.

olliolli-ana-pn_00004

OlliOlli é um jogo à moda antiga em quase todos os pontos essenciais, a música parece retirada de um GameBoy Color, o visual perto disso e só a fluidez e menus é que denunciam que o jogo está a correr numa PS Vita.

Mesmos sendo visualmente diferente e jogado de forma distinta, OlliOlli evoca de certa forma os grandes tempos de Tony Hawk. Quem não se lembra de começar a dominar o jogo e começar a sacar os Specials ou combos de muitos pontos, naquele ponto entre os milhares e uma queda dolorosa? OlliOlli é tão recompensador quanto isso, mas não é um jogo fácil de gostar e ainda menos de dominar.

Positivo:

  • Muitos parques para dominar
  • Vai por à prova as vossas capacidades

Negativo:

  • Jogabilidade pouco intuitiva
  • Difícil de dominar
  • Requer imensa paciência
  • Consegue ser repetitivo

pn-bom-ana

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Share

You may also like...