Análise – Monster Monpiece

Desde criança que adoro coleccionar cartas, especialmente de Pokémon. Ora, Monster Monpiece tem a mesma pica embora seja com raparigas que são monstros….e que quanto menos roupa têm, mais poderosas se tornam. É um conceito interessante e que chama à atenção, e no mundo de Monster Monpiece os monstros parecem humanos, com imensas raparigas monstruosas a viver dentro de cartas e de onde podem ser chamadas.

A protagonista do jogo, May, é uma rapariga jovem, estudante em Kunaguva Academy e adora monster battling. Ela tem como parceira Fia, uma rapariga monstro maria-rapaz e cheia de garra. Quando um grupo possui a sua melhor amiga, The Lost, May tem de os parar antes que roubem o Magic Quartz.

A história é contada como se fosse uma visual novel e têm uma animação bastante catita, com músicas bastante giras que lembram J-pop e nos deixam cheios de pica para as batalhas de boss. Só acho que as personagens deviam ter mais poses , sendo um pouco limitado nesse aspecto. A história consegue surpreender-nos, sendo bastante emocional para um jogo que parece “perv”. Existe uma amizade bastante forte entre a Fia e May e isso é muito fixe, dando vontade de explorar isso até ao fim da história e do jogo.

O sistema de combate de cartas consiste em pormos as cartas numa grelha, onde uma rapariga aparece e se mexe até ao território inimigo. As cartas podem ser de vários géneros: ranged, buffer, melee, e healer. A chave para ganharem o combate é invocarem raparigas que consigam quebrar as três linhas e destruir a base do inimigo. Se usarem um arqueiro atrás de uma unit que seja melee é muito bom (e acaba por proteger o arqueiro), por exemplo. Podem fazer upgrade às vossas cartas e usar isso a vosso favor.

O jogo faz lembrar Fire Emblem no que toca à estratégia, embora se torne diferente devido a combos e fusões. Os combos vão melhorar os stats de toda a vossa equipa, mas para isso precisam de jogar 3 cartas da mesma cor. As fusões consistem em combinar uma carta da vossa mão com uma unit que esteja em campo, criando uma unit mais forte.

Podem tentar usar uma estratégia bastante eficaz que eu usei, baseada nas habilidades que activam quando as personagens entram em campo, e usar isso para as colocarem nos sítios certos, com o timing certo. Podem comprar items entre batalhas, embora não seja uma grande vantagem.

Em Monster Monpiece existe um overworld onde podem viajar de cidade em cidade ou fazer pequenos desvios (onde podem ser recompensados com cartas raras, dinheiro, cenas especiais…) e onde podem encontrar rivais…peculiares? Eu diria peculiares.

Cada vitória dá-vos Rub Points, que podem usar para fazer upgrade às vossas cartas. Isso faz com que entrem num mini-jogo onde têm de tocar nos pontos sensíveis da rapariga que querem melhorar, enchendo uma barra e fazendo com que a rapariga vá tirando peças de roupa. Se conseguirem activar o Extreme Rub Mode, uma espécie de foca esquisita aparece no ecrã .Este modo é desbloqueado quando conseguem tocar em vários sítios sensíveis de seguida. O mini-jogo é engraçado até,  embora seja inconveniente de se jogar em público, a meu ver.

 

Monster Monpiece acaba por ser um misto de visual novel, jogo de cartas e simulador de…erm, ecchi? Nunca joguei nada assim antes de Monster Monpiece. Acaba por não ser excelente em nenhum dos três, mas é bastante divertido. O melhor de tudo é mesmo aquela foca, cheia de charme.

Positivo

  • Jogo bastante divertido
  • História bastante interessante
  • Personagens diversificadas
  • Mini-jogo
  • Extreme Rub Mode
  • Muita variedade de decks

Negativo

  • Limitação no que toca a poses
  • Muito género à mistura

 

Adriana Silva

Fã de videojogos, especialmente RPGs, Visual Novels e jogos de ritmo. Gosto de anime, light novels e séries de televisão. Devido à escolha de Steins;Gate, vim parar a esta linha temporal. Cosplayer de coração, aspiro ser uma grande treinadora de Pokémon. (pelo menos melhor que o Ash…) Se isso não der certo, contento-me com governar Hyrule ao lado do Link.

More Posts - Website

Share

You may also like...