Análise – Magic The Gathering: Strength of Selesnya Event Deck

Além dos Boosters, Packs de introdução e Fat Packs, cada expansão de Magic costuma ter direito a um ou mais Decks de Evento (Event Deck). Baralhos pré-construídos sobre um tema especifico relacionado com a expansão.

Estes Decks podem ou não usar uma maioria de cartas da expansão, existindo várias opções dentro do bloco Standard em que se enquadra.

No caso do Event Deck Strength of Selesnya que recebemos, a Wizards of the Coast construiu um Deck baseado na Guilda de Selesnya, usando cartas de Dragon’s Maze como foco principal, mas estendendo os seus horizontes a cartas de outras expansões, como é o caso de Innistrad, M13, Return to Ravnica e não só.

O estilo de jogo de Selesnya gira em redor da sua habilidade Populate, uma habilidade que permite criar cópias de um Token que esteja em jogo e em vosso controlo. Em  Strength of Selesnya, esta atitude e forma  de jogo é explorada até à exaustão, com cartas que produzem Tokens e outras que permitem fazer Populate dos Tokens já criados.

Apesar de ter um início mais lento, Strenght of Selesnya consegue suportar bem o inicio de combate e caso o vosso adversário seja demasiado lento a limpar as vossas criaturas, então o vosso exército vai inundar a mesa em menos de nada.

Para funcionar assim tão bem,  o Strength of SelesnyaEvent Deck recorre a algumas cartas de valor considerável para criar as maiores ameaças. Temos o Wayfaring Temple que adora ter criaturas em campo para ficar mais forte, Growing Ranks que faz Populate a todos os turnos, Lingering Souls que ajuda a aumentar a quantidade de criaturas em jogo e o Parallel Lives que duplica os Token que entram em jogo. A minha favorita porém é o Advent of the Wurm, uma das cartas mais interessantes de Dragon’s Maze que permite invocar um Wurm 5/5 a qualquer momento do jogo pagando apenas 4 manas, uma boa surpresa em qualquer situação.

Como é natural, este é um Deck como ponto de partida e existem dezenas de cartas que funcionam com Selesnya que pensei logo em colocar, mas a verdade é que mesmo como está, este é um Deck que bate com bastante força. Para o testar simulei vários cenários de combate com os Intro Packs de Dragon’s Maze que recebemos, e a verdade é que só Orzhov e Grull conseguiram oferecer alguma resistência, o que mostra o valor e poder destes Decks de evento.

Em termos de valor,  Strength of Selesnya compensa realmente o preço que pagam por ele. Começando pela Shock Land, Godless Shrine e passando por Advent of the Wurm, já tem metade do Deck pago e com todas as cartas que valem um ou mais euros, este é mais um daqueles Event Decks quase se paga a ele próprio.

Tal como os restantes, este Deck faz-se acompanhar de uma caixa de armazenamento própria, com um dado D20 e armazenamento para o Deck e o Sideboard.

Podem ver a lista completa do Deck e Sideboard já de seguida ou através do site da Wizards:

Deck – 60 cartas

24 Terrenos

  • 4 Evolving Wilds
  • 6 Forest
  • 1 Godless Shrine
  • 1 Grove of the Guardian
  • 7 Plains
  • 4 Selesnya Guildgate
  • 1 Swamp

8 Criaturas

  • 1 Champion of Lambholt
  • 2 Doomed Traveler
  • 1 Geist-Honored Monk
  • 1 Odric, Master Tactician
  • 2 Vitu-Ghazi Guildmage
  • 1 Wayfaring Temple

28 Feitiços

  • 1 Advent of the Wurm
  • 4 Call of the Conclave
  • 1 Growing Ranks
  • 1 Increasing Devotion
  • 4 Intangible Virtue
  • 3 Lingering Souls
  • 1 Parallel Lives
  • 2 Rancor
  • 3 Rootborn Defenses
  • 4 Selesnya Charm
  • 4 Wake the Reflections

Sideboard – 15 Cartas

  • 4 Centaur Healer
  • 3 Druid’s Deliverance
  • 4 Pacifism
  • 1 Rogue’s Passage
  • 3 Sundering Growth

O Strength of Selesnya Event Deck pode não ser dos melhores Event Decks que já vi e já pude experimentar, mas não deixa de ser uma boa proposta por parte da Wizards que os jogadores iniciados ou intermédios que optem por começar a jogar com um Deck ao estilo de torneio.

Positivo:

  • Construção eficaz em redor do Populate
  • Cartas que funcionam bastante bem em conjunto
  • Fácil de jogar e perceber
  • Advent of the Wurm
  • Godless Shrine

Negativo:

  • Podia ter sido incluído um Temple Garden
  • Não existe uma criatura que seja realmente ameaçadora
  • O preço das cartas compensa à risca o valor do Deck

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.
  • Guilhathorn

    Selesnya rocks!

    • Daniel Silvestre

      Também gosto mas sou mais de Orzhov 🙂

      • Guilhathorn

        Orzhov rocks too! xD

  • Daniel Silvestre

    Bem, acabei por meter a lista completa com o link para o site oficial para ser possível ver cada um detalhe. De qualquer forma o nome e as quantidades estão presentes na lists.

    Não sei se existe algum problema com o site da Wizards, eu consigo ver tudo bem. Poderá ser alguma coisa com o teu flash ou assim :

    Cumprimentos!

    • Silver4000

      Hum… sendo este fixo velhinho ainda não tem metade dos “sub programas” necessàrios, mas o Flash penso estar em ordem, se consigo ver videos no youtube e outras coisas.

      Não me lembro se jà tentei ver no portàtil…