Análise – Magic 2014: Duels of The Planeswalkers

Magic Duels of the Planeswalkers foi uma aposta ganha por parte da Wizards of the Coast e os estúdios Stainless Games. O Sucesso tem sido tal que os jogos continuam a surgir e com o lançamento de M14, foi lançada uma nova edição digital.

Ao contrário do Magic com cartas reais e Magic jogado Online nos servidores oficiais da Wizard, os jogos da série Magic Duels of the Planeswalkers funcionam um pouco como a porta de entrada para quem quer experimentar o jogo sem gastar muito dinheiro e para os veteranos poderem encontrar alguns desafios para desenferrujar ou ver novas cartas a funcionar.

Magic 2014: Duels of The Planeswalkers não é um substituto para os jogos reais, mas é uma boa forma de começar a aprender as novas edições e experimentar mais variantes de Magic.

Para este ano, a Stainless Games resolveu tornar as áreas de jogo mais limpas e com maior acessibilidade, juntando um modo de jogo muito aguardado por todos aqueles que jogam, o Sealed Play.

Magic 2014: Duels of The Planeswalkers está dividido em duas vertentes diferentes, o singleplayer e o multiplayer. A vertente Singleplayer engloba duas campanhas (uma para decks pré-construídos e outra para o Sealed Play), desafios rápidos e muito mais.

Online existem combates com decks da campanha, Sealed Play para os decks construídos neste modo e Two-Headed Giant, onde jogam com outra pessoa e tentam vencer com uma variação de decks dos dois modos.

No geral, o sistema de jogo continua a funcionar de forma prática e acessível, mas que pode ser algo esmagador e difícil de compreender para a maioria dos jogadores que nunca experimentaram esta série ou Magic em si, pois é necessário perceber a mecânica do jogo e além disso, as regras do próprio Magic. Existem muitos tutoriais que explicam bem cada carta e habilidade, mas para alguém como eu que adora jogar com as cartas reais, a movimentação, tempos de espera e compasso de jogo é algo limitador mas compreensível.

A campanha principal utiliza os vários decks pré-construídos de cada Planeswalker ao quais podem adicionar cartas que vão ganhando, mas é no Sealed Play que a diversão está contida, sendo que abrem seis Boosters para construir um deck de 40 ou mais cartas inteiramente delineado pela vossa escolha entre as cartas que saem.

Mesmo que a campanha de Sealed Play seja demasiado curta e não exista possibilidade de experimentar outras expansões mais antigas para criar um deck competitivo, as opções são bastante bem-vindas e é de esperar que este modo cresça nas próximas edições.

Visualmente Magic 2014: Duels of The Planeswalkers é um jogo agradável tanto na sua organização como recriação das cartas. Apesar de não ser um estrondo gráfico e as cinemáticas façam lembrar as dos jogos do final da era das 32 bits, ainda consegue agradar com o seu visual e música calma com sonoridades místicas que se enquadram bem na temática do Magic.

Em relação a versões. Testei tanto a de PC como a de iOS no iPad e tenho a dizer que a versão iPad sai com uma ligeira vantagem tendo em conta o facto de ser possível “tocar nas cartas” no ecrã ao estilo do jogo real, o que faz com que as versões em ecrã táctil sejam aparentemente mais acessíveis. De qualquer forma, tendo em conta a análise que fiz no ano passado na PS3, não perdem nada em experimentar qualquer uma das versões.

Magic 2014: Duels of The Planeswalkers é mais uma aposta ganha pela Wizards, mas está na altura de aumentar as chances de uma boa mão e jogar as cartas mais fortes na próxima edição, agora que já mostraram que é possível, queremos ainda mais dos próximos jogos.

Positivo:

  • Design e jogabilidade cada vez mais acessível
  • Sealed Play
  • Campanha com vários planos e inimigos
  • Podem testar o vosso deck online contra outros decks totalmente aleatórios

Negativo:

  • Demasiado complexo para iniciados
  • Campanha de Sealed Play podia ser bem mais longa
  • Decks de Sealed Play são limitados
  • Edições muito focadas em Standard

Nota: Testado nas versões PC e iOS.

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

  • mart88

    Eu ainda só joguei o tutorial mas gostei de alguns dos pormenores adicionados