Análise – Kingdom Hearts 3

Apesar de ter estado vários anos em desenvolvimento, não foi pela ausência de Kingdom Hearts 3 que a série esteve desaparecida. Pelo caminho, foram lançados imensos jogos que contavam coisas adicionais sobre a história dos vários Keyblade Wielders. Curiosamente, todos estes jogos estavam ligados e para perceber tudo (ou tentar) é preciso ter uma ideia global do que se passa em cada um.

Por isso mesmo, começo esta análise por dizer que Kingdom Hearts 3 não é um jogo que deva ser jogado por todos, especialmente se nunca jogaram a maioria dos anteriores. Por esta altura a história já está tão confusa que se tornou uma piada recorrente entre amigos e um pouco por toda a Internet.

Para esta análise, vimos que não havia exactamente forma de fazer jus por escrito a tantos anos de espera e tantas mudanças que foram acontecendo no mundo e em nós. Por isso, temos uma análise em vídeo com mais de 30 minutos dedicada inteiramente a Kingdom Hearts 3.

Eu joguei parte do jogo, mas foi o Alexandre Barbosa o primeiro a terminar, por isso vamos cruzar experiências e dar a nossa opinião sobre Kingdom Hearts 3 e para quem é ele afinal.

Depois do vídeo podem encontrar os comentários finais e a nota global:

Depois de tanta conversa dedicada ao jogo, fica claro que Kingdom Hearts 3 não é exactamente a melhor sequela de sempre nem é tão bom como podia (ou devia) ser. De qualquer forma, existem muitas formas de apreciar este jogo. Alguns vão adorar, outros nem por isso. Sim, a história continua confusa como seria de esperar, o final deixa um pouco a desejar e alguns dos mundos são uma grande desilusão.

Contas feitas, Kingdom Hearts 3 tinha a obrigação de ser perfeito, mas claramente, nada o é. Ao jogar, é fácil ver que tanto tempo de desenvolvimento resultou em conteúdo algo misto e em ideias que ficaram longe do seu potencial.

Para os fãs como nós, Kingdom Hearts 3 merece uma nota mais alta apenas por não ser mau e ter saído até bastante sólido, mas vendo-o apenas como um jogo normal como tantos outros, é apenas um jogo bastante bom que fica aquém de todo o potencial.

Positivo:

  • Mundos Pixar bem recriados
  • Combate
  • Actividades extra para fazer
  • Consegue concluir a história

Negativo:

  • Vários mundos mal aproveitados
  • História continua confusa
  • Momentos de revirar os olhos
  • Demasiadas quebras para exposição
  • Pouco desafiante

Daniel Silvestre

Fã de jogos, filmes, anime e coisas do género. Jogo desde que me lembro e adoro RPG. Tenho uma grande colecção deles que tenciono acabar. Talvez um dia no lar da 3ª idade.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebook

Share

You may also like...